Menu
2021-03-29T09:46:38-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
preocupação

Ações de bancos globais caem em meio a problemas de fundo de investimento dos EUA

Credit Suisse e Nomura registram as maiores baixas após alertarem para possíveis grandes perdas causadas pelo Archegos Capital Management

29 de março de 2021
9:46
queda
Imagem: Shutterstock

As ações dos principais bancos globais registram queda nesta segunda-feira (29), após alguns deles alertarem para possíveis grandes perdas causadas por um cliente dos Estados Unidos que não conseguiu cumprir com suas obrigações.

Nenhum dos bancos identificou o cliente, mas a revelação de que provavelmente se trata do Archegos Capital Management veio após papéis dos grupos de mídia americanos ViacomCBS e Discovery e do grupo de entretenimento chinês IQIYI amargarem perdas acentuadas na sexta-feira (26), em reação a vendas de US$ 35 bilhões em blocos de ações por este fundo de investimento, deflagradas por uma chamada de margem pelo Goldman Sachs, segundo revelou o jornal "The Wall Street Journal".

Chamada de margem ocorre quando a bolsa ou uma corretora verifica que um cliente pode não cumprir com as obrigações de uma operação que ele iniciou. Nesse caso, ele precisa apresentar uma garantia adicional, seja em dinheiro, ativos ou valores mobiliários, para garantir o cumprimento da operação.

Por volta das 9h46 (de Brasília), a ação do Credit Suisse tinha queda de mais de 14% na Bolsa de Zurique, após o banco suíço dizer em comunicado que um fundo de hedge dos Estados Unidos falhou no pagamento de chamadas de margem feitas na semana passada pela instituição e outros bancos.

O papel da Nomura sofreu impacto ainda maior, fechando em baixa de mais de 16% na Bolsa de Tóquio, após dizer que tem cerca de US$ 2 bilhões a recuperar de um cliente dos Estados Unidos.

Nesta manhã, os alertas do Credit e da Nomura pressionam as ações de grandes bancos europeus, assim como os papéis de bancos dos EUA negociados no pré-mercado de Nova York.

O Deutsche Bank registra queda de mais de 3% em Frankfurt, após o "The Wall Street Journal" informar que ele também desfez negociações da Archegos. O UBS caía mais de 3% em Zurique.

No pré-mercado dos Estados Unidos, o Goldman Sachs registra baixa de 2,38%, enquanto o Morgan Stanley, que também teria saído de posições ligadas ao fundo na sexta-feira, recuava 4,78%.

* Com informações da Estadão Conteúdo, Dow Jones Newswires e MarketWatch

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

ESTRADA DO FUTURO

A equação do e-commerce: onde estamos investindo quando o assunto é varejo

O varejo é grande demais para exista um tipo de “vencedor leva tudo”. Na geração de demanda é a mesma coisa. Todos estão crescendo como derivada de uma tendência maior, que é o desenvolvimento do e-commerce

CRIPTOMOEDA

Bitcoin ultrapassa US$ 60 mil antes de abertura de capital da Coinbase Global

Criptomoeda teve alta de 4,87%, a quatro dias de IPO da maior corretora de moedas digitais dos EUA

pandemia

Mortes por Covid-19 cresceram 468% no Brasil entre janeiro e março, alerta Fiocruz

Para os novos casos, o aumento foi de 701%; Sul e Centro-Oeste tendem a cenário mais crítico nas próximas semanas.

IPCA DE MARÇO

Inflação vai a 0,93% e mercado vê risco de estourar meta

Taxa acumulada passou a 6,10% no mês passado, reforçando temor de que inflação oficial termine o ano acima do teto da meta, de 5,25%.

congresso X executivo

Orçamento tem guerra de pareceres

Câmara e Senado se armaram com notas técnicas para mostrar que o presidente Jair Bolsonaro pode sancionar o Orçamento sem vetos a emendas; Ministério da Economia já prepara próprio embasamento jurídico.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies