Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-03-29T09:46:38-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
preocupação

Ações de bancos globais caem em meio a problemas de fundo de investimento dos EUA

Credit Suisse e Nomura registram as maiores baixas após alertarem para possíveis grandes perdas causadas pelo Archegos Capital Management

29 de março de 2021
9:46
queda
Imagem: Shutterstock

As ações dos principais bancos globais registram queda nesta segunda-feira (29), após alguns deles alertarem para possíveis grandes perdas causadas por um cliente dos Estados Unidos que não conseguiu cumprir com suas obrigações.

Nenhum dos bancos identificou o cliente, mas a revelação de que provavelmente se trata do Archegos Capital Management veio após papéis dos grupos de mídia americanos ViacomCBS e Discovery e do grupo de entretenimento chinês IQIYI amargarem perdas acentuadas na sexta-feira (26), em reação a vendas de US$ 35 bilhões em blocos de ações por este fundo de investimento, deflagradas por uma chamada de margem pelo Goldman Sachs, segundo revelou o jornal "The Wall Street Journal".

Chamada de margem ocorre quando a bolsa ou uma corretora verifica que um cliente pode não cumprir com as obrigações de uma operação que ele iniciou. Nesse caso, ele precisa apresentar uma garantia adicional, seja em dinheiro, ativos ou valores mobiliários, para garantir o cumprimento da operação.

Por volta das 9h46 (de Brasília), a ação do Credit Suisse tinha queda de mais de 14% na Bolsa de Zurique, após o banco suíço dizer em comunicado que um fundo de hedge dos Estados Unidos falhou no pagamento de chamadas de margem feitas na semana passada pela instituição e outros bancos.

O papel da Nomura sofreu impacto ainda maior, fechando em baixa de mais de 16% na Bolsa de Tóquio, após dizer que tem cerca de US$ 2 bilhões a recuperar de um cliente dos Estados Unidos.

Nesta manhã, os alertas do Credit e da Nomura pressionam as ações de grandes bancos europeus, assim como os papéis de bancos dos EUA negociados no pré-mercado de Nova York.

O Deutsche Bank registra queda de mais de 3% em Frankfurt, após o "The Wall Street Journal" informar que ele também desfez negociações da Archegos. O UBS caía mais de 3% em Zurique.

No pré-mercado dos Estados Unidos, o Goldman Sachs registra baixa de 2,38%, enquanto o Morgan Stanley, que também teria saído de posições ligadas ao fundo na sexta-feira, recuava 4,78%.

* Com informações da Estadão Conteúdo, Dow Jones Newswires e MarketWatch

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

De volta ao jogo

Como ficam os seus investimentos em renda fixa com a Selic em 6,25%

Renda fixa “voltou ao jogo”, mas ainda não dá para ficar rico. Veja como fica o retorno das aplicações conservadoras agora que o Banco Central elevou a Selic mais uma vez

entrevista

BC briga para recuperar a credibilidade e poderia ter acelerado alta da Selic, diz economista-chefe da gestora Garde

Para Daniel Weeks, BC passou mais tempo do que o necessário com a sinalização de que manteria taxa de juros muito baixas; ele avalia que aumento poderia ter sido de 1,25 ponto e que discussão sobre fim do ciclo de ajustes ainda não acabou

Seu Dinheiro na sua noite

Seguindo a rota planejada

Decisão da Selic pelo Copom, juros nos Estados Unidos, dólar em alta e muitas outras notícias que mexeram com o mercado hoje

Vai mudar

Ultrapar (UGPA3): Marcos Lutz, ex-presidente da Cosan, assumirá como CEO em janeiro de 2022

Lutz já era membro do conselho de administração da Ultrapar (UGPA3) e, após o período como CEO, deve virar presidente do colegiado

Bota para subir

Após nova alta da Selic, FMI apoia aperto monetário adotado pelo Banco Central para combater inflação

Os diretores do órgão também aprovam o compromisso do BC intervenções limitadas para conter condições desordenadas de mercado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies