Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-04-01T11:51:40-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Após queda na bolsa

UBS passa a recomendar compra de ações do Itaú, mas tem outra preferida entre os bancos

Analistas do banco suíço cortaram o preço-alvo das ações do Itaú de R$ 38 para R$ 27, mas ainda assim consideram que os papéis estão baratos

1 de abril de 2020
11:51
Banco Itaú
Imagem: Estadão Conteúdo / Itaci Batista

Mesmo diante do atual cenário complicado em consequência da pandemia do coronavírus, as ações do Itaú Unibanco (ITUB4) estão baratas. A avaliação é do banco suíço UBS, que elevou a recomendação para os papéis de neutra para compra.

A indicação acontece apesar da redução do preço-alvo das ações de R$ 38 para R$ 27. O valor equivale a um potencial de alta de 17% em relação ao fechamento de ontem.

Pelos cálculos dos analistas do UBS, o Itaú negocia na bolsa por um valor equivalente a 1,8 vez o patrimônio líquido e 9 vezes o lucro projetado para este ano.

“É provável que a rentabilidade do Itaú continue bem acima do custo de capital do banco (13,8%) mesmo em 2020, quando estimamos um retorno sobre o patrimônio médio (ROAE) de 18%”, escreveram os analistas do UBS, em relatório a clientes.

O favorito

A ação preferida do banco suíço no setor, contudo, é a do Bradesco (BBDC4). Os analistas cortaram o preço-alvo para os papéis de R$ 45 para R$ 30 – um potencial de valorização de 44%.

Para os analistas do UBS, o Bradesco deve ser afetado pela maior exposição ao segmento de pequenas e médias empresas e também ao negócio de seguro saúde.

Por outro lado, as receitas com prestação de serviços do banco são mais resilientes que os pares, na avaliação do UBS. “O banco também possui um nível de cobertura de inadimplência mais forte que deve compensar parte da deterioração da qualidade dos ativos.”

Os analistas diminuíram ainda o preço-alvo para as units (certificados de ações) do Santander Brasil (SANB11), de R$ 49 para R$ 30, e mantiveram a recomendação neutra para o banco.

“Não consideramos as ações caras, mas enxergamos opções mais baratas entre os outros bancos brasileiros que cobrimos”, escreveram o UBS, em relatório assinado pelos analistas Thiago Batista, Olavo Arthuzo e Philip Finch. Leia nossa cobertura completa de mercados hoje.

A expectativa do UBS é que o lucro por ação dos grandes bancos privados registre uma queda de 13% em média neste ano, mas devem crescer 25% em 2021.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Quem quer dinheiro?

Gerdau (GGBR4) anuncia R$ 2,7 bilhões em dividendos e JCP e ainda dá tempo de garantir o dinheiro na conta

O pagamento dos proventos, que também inclui os acionistas da Metalúrgica Gerdau, tomará como base a posição acionária em 5 de novembro

Forte como sempre

Na Weg (WEGE3), a história se repete: o terceiro trimestre superou (mais uma vez) as expectativas

A Weg (WEGE3) mostrou um crescimento de quase 30% na receita líquida; o bom desempenho do mercado doméstico deu força aos resultados

Um pé lá, outro cá

Agora é oficial: Nubank pede registro para IPO duplo nos Estados Unidos e Brasil com oferta de BDRs na B3

O banco digital optou por listar seus papéis em uma bolsa norte-americana, mas, simultaneamente, também fará uma oferta de recibos de ações por aqui

COLUNA DO JOJO

Bolsa hoje: sim, tudo continua ficando mais caro

No Brasil, o IBGE divulga o resultado do desemprego no último trimestre, encerrado em agosto, e o Tesouro Nacional divulga o resultado das contas do governo central de setembro, bem como o Relatório Mensal da Dívida de setembro. O grande destaque do dia, porém, em paralelo à temporada de resultados, é a decisão sobre a Selic, a partir das 18h30

MERCADOS HOJE

Balanços animam negócios mas Ibovespa desacelera alta com a proximidade da decisão do Copom e dólar opera próximo à estabilidade

Além da inflação acima do esperado, o mercado de trabalho brasileiro mostrou uma recuperação mais lenta do que a projetada, o que também pesa sobre o Ibovespa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies