Menu
2020-06-19T15:57:37-03:00
Felipe Saturnino
Felipe Saturnino
Preço-alvo cortado

Ação da SulAmérica é elevada a compra por UBS com expansão de planos

Preço-alvo do papel, no entanto, foi cortado de R$ 62 para R$ 54, com base na redução para os lucros projetados de 2020 e 2021

19 de junho de 2020
15:35 - atualizado às 15:57
SulAmérica
Imagem: Divulgação

A ação da companhia de seguros SulAmérica (SULA11) teve a sua recomendação elevada de neutra para compra pelo UBS, de acordo com relatório assinado pelos analistas Vinicius Ribeiro e Mariana Taddeo.

Uma das razões para a elevação para compra é a expansão do portfólio do "Direto", que traz mais opções aos clientes, na visão do UBS. O Direto é uma linha de planos de saúde regionais da empresa.

Atualmente, a ação da SulAmérica negocia com um desconto "injustificado" em relação aos pares verticais — ou seja, empresas que atuam em toda a cadeia do setor, segundo o UBS.

O preço-alvo do papel, no entanto, foi cortado de R$ 62 para R$ 54, com base na redução para os lucros de 2020 e 2021 em 12% e 30%, respectivamente, por causa dos desinvestimentos da empresa e do menor resultado financeiro da companhia em razão de menores taxas de juros.

O declínio esperado de 5% e 9% nos prêmios nos preços dos planos de saúde também deve impactar o resultado da empresa e sustenta o novo preço para a ação.

A ação da SulAmérica sobe 4,50%, para R$ 45,71, na sessão desta sexta-feira (19) no Ibovespa. O índice acionário tem leve alta, de 0,25%, operando acima dos 96 mil pontos.

Mais participação

O UBS vê que a SulAmérica ganhou consistentemente participação no mercado através de preços mais baixos devido à eficiência de suas medidas.

"Mesmo em um cenário terrível para os planos de saúde privados, acreditamos que a maior flexibilidade da SulA e o lançamento do portfólio 'Direto' permitirá continuar ganhando participação", diz o banco.

Com as novas projeções para a covid-19 no Brasil, o UBS estima impacto de R$ 370 milhões sobre os custos médicos da Sul América e de 2 pontos percentuais na razão de perdas (que é a fração das perdas de uma seguradora por causa do direito ao recebimento como uma porcentagem dos prêmios obtidos).

Além disso, como a venda das unidades de seguros para automotivos e property and casualty deve ser concluída no 3º trimestre de 2020, o UBS prevê um impacto positivo de 40 milhões nos direitos reclamados com base nos dados de abril da Superintendência de Seguros Privados.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

IR 2020

Caiu na malha fina? Veja como regularizar a situação

Saiba como regularizar a sua situação junto a Receita Federal caso a sua declaração apresente informações inconsistentes e caia na malha fina do imposto de renda

Flexibilização

Prefeitura de São Paulo assina protocolo para reabrir bares e salões de beleza

A cidade está na terceira etapa do plano de flexibilização da quarentena do governo estadual, chamada de fase amarela. Com os termos firmados, os estabelecimentos poderão voltar a funcionar na segunda-feira

Recuperação

Fundos imobiliários de tijolo subiram 6% em junho; FII de shoppings ainda caem 21% no ano

Fundos imobiliários de papel, por sua vez, valorizaram, em média, só 3% no mês passado, segundo indicadores calculados pelo Banco Inter

BNDES prorroga linha de crédito para pequena e média empresa, com mais R$ 5 bilhões

Linha para capital de giro será prorrogada até 31 de dezembro, com orçamento ampliado

Crise

Risco para investir volta a nível de 2016

Estrangeiro olha com desconfiança para o Brasil, por conta da crise do coronavírus e também pela taxa de juros nas mínimas históricas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements