Menu
2020-06-08T18:24:36-03:00
Felipe Saturnino
Felipe Saturnino
Graduado em Jornalismo pela USP, passou pelas redações de Bloomberg e Estadão.
Recuperação deve continuar

UBS eleva Ser Educacional a compra, mas ainda prefere Yduqs

No entanto, o banco suíço rebaixou os preços-alvo de ambas as empresas

8 de junho de 2020
16:43 - atualizado às 18:24
Sala de aula
Sala de aula - Imagem: Shutterstock

O UBS elevou a recomendação da Ser Educacional (SEER3) de neutra a compra, mas ainda prefere a Yduqs (YDUQ3) no setor. A previsão é de continuidade da recuperação das companhias de educação, após uma precificação muito pessimista do mercado em face dos fundamentos de longo prazo.

Após a Ser incorporar maior provisão para devedores duvidosos, maior abandono e menor admissão, o UBS reduziu seu preço-alvo de R$ 35 para R$ 27, com base no fluxo de caixa descontado.

Mas faz a ressalva: "Apesar do aumento da incerteza, vemos uma reação desproporcional na ação, quando consideramos os fundamentos do setor". No ano, os papéis da Ser acumulam queda de mais de 30%, contra uma baixa de pouco mais de 15% do Ibovespa.

Além disso, a instituição vê vantagem na empresa no portfólio de novos programas, programas híbridos e a integração da Uninorte. De acordo com o banco, o rendimento de 9% no fluxo de caixa livre para 2020 e a proporção 3:1 na relação upside : downside fornece suporte adicional a essa visão.

Sobre a Yduqs, o UBS enxerga com otimismo a estratégia adotada sobre o ensino à distância (EAD). No atual cenário, a resolução foi de aumentar a eficiência do EAD em meio à competição agressiva e exposição ao segmento médico mais resiliente. Isso, segundo o UBS, faz a empresa se destacar entre os seus pares.

A aquisição do grupo Adtalem, dono do Ibmec, também ajuda na perspectiva para a Yduqs. O banco mantém a premissa quanto às sinergias da Adtalem, dadas as marcas resilientes e cronograma de integração.

Entretanto, o UBS também cortou o preço-alvo das ações da Yduqs, de R$ 63 para R$ 48. Os motivos são a pressão significativa sobre o papel e a visão de uma recuperação mais longa.

Embora outras empresas possam ter maior potencial positivo, a razão de 4:1 entre upside e downside embasa a preferência do UBS, dados os atuais níveis de volatilidade.

Hoje a Yduqs fechou em queda de 3,63%, aos R$ 37,16, enquanto o Ibovespa avançou 3,18%, para 97.644 pontos. No ano, as ações da companhia caem 20,29%. Fora do Ibovespa, a Ser Educacional terminou o pregão de hoje em alta de 9,47%, aos R$ 18,85, acumulando queda de 31,88% no ano.

Recuperação do setor

O UBS vê uma oportunidade de compra para o investidor de longo termo, citando a

  1. escala do setor e a geração potencial de caixa,
  2. consolidação potencial por meio de fusão e aquisição,
  3. potencial aceleração do programa híbrido e
  4. o prêmio salarial alto para os formados no ensino superior.

Os atuais níveis de preço de ações de companhias do setor educacional continuarão a sustentar o bom desempenho visto recentemente, segundo o UBS. Isto se deve ao fato de que o preço implicado anteriormente tinha por base premissas pessimistas demais considerando os fundamentos de longo prazo.

"Em nossa opinião, isso compensa a maior dependência da atividade econômica que implica incerteza considerável em métricas como inadimplência (pagamentos em atraso), abandono e admissão, bem como no timing da recuperação", diz o UBS.

Na visão do UBS, a margem da taxa de crescimento anual composta de matrículas e a margem Ebitda das empresas implicadas entre 2019 e 2023 levam em conta que a demanda por educação não se recuperará após a crise, levando à erosão dessas margens.

"Dado o prêmio salarial para ensino superior, a alta escala das empresas, mudança para produtos digitais com margens mais altas e barreiras à entrada, consideramos isso improvável", disse o UBS.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Perseguição ao bitcoin?

Irã fecha ‘fazendas’ de mineração de bitcoin para conter apagões no país; entenda

Governo culpa centros de processamento de criptomoedas por blackouts devido à ‘sobrecarga energética’ da rede de mineração; ao mesmo tempo, Irã usa o bitcoin para amenizar sanções bancárias dos EUA

Lei Orçamentária Anual

Ainda sem aprovação do Orçamento 2021, governo precisa controlar gastos

Manutenção do auxílio emergencial é dúvidas neste início de ano

Pé no freio

Incertezas políticas e fiscais mantêm estrangeiros cautelosos com o Brasil

Após meses de fuga do capital externo do País, os últimos meses de 2020 mostraram o começo do retorno dos investidores de portfólio, mas o ritmo ainda é insuficiente para reverter a forte saída de dólares do Brasil

Crescimento

Vale (VALE3) prevê investir US$ 2,7 bilhões na região norte até 2024

Companhia pretende ainda investir US$ 5,8 bilhões em 2021, dos quais US$ 1 bilhão serão apenas para expansão

ESTRADA DO FUTURO

Grafeno, urânio e lítio… cuidado com a obsessão de enriquecer com a próxima tecnologia do futuro

O boom de empresas de tecnologia alimenta uma esperança quase ingênua de enriquecer “horrores” descobrindo como esses materiais moldarão o nosso futuro. Vou ser totalmente transparente com você: não gosto da ideia.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies