Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-09-23T15:57:08-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
MERCADOS HOJE

Ibovespa segue embalado após nova alta da Selic e recupera os 114 mil pontos; dólar recua

Na ressaca da Super quarta, os investidores seguem atentos tambem aos desdobramentos dos problemas financeiros da Evergrande. Ibovespa acompanha NY e abre o dia em alta

23 de setembro de 2021
10:43 - atualizado às 15:57
Tela mercado juros
Imagem: Shutterstock

Ainda no embalo da Super quarta, a quinta-feira (23) é de apetite por risco nos mercados globais,  dando sequência ao movimento de recuperação visto nos últimos dois pregões.

O Ibovespa repercute não só a decisão do Banco Central brasileiro de elevar a Selic em mais um ponto percentual, mas também a sinalização do Federal Reserve de que a retirada de estímulos da economia americana deve se iniciar em breve. Agora pela manhã, novos dados da economia americana adicionam alguma incerteza sobre uma movimentação já na próxima reunião, como sinalizou Powell em seu discurso na tarde de ontem.

Os novos pedidos de auxílio-desemprego tiveram alta de 16 mil solicitações na semana passada e o índice de atividade nacional do Fed de Chicago foi de 0,75 em julho para 0,29 em agosto. O índice de gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) também veio abaixo do esperado pelos analistas. Enquanto o índice industrial recuou a 60,5, o setor de serviços, 54,4.

Por aqui, o Ibovespa segue renovando máximas desde a abertura, mesmo após a ocupação da B3 por movimentos sociais que protestam contra o governo. Por volta das 16h, o principal índice da bolsa brasileira operava em alta de 1,35%, aos 113.803 pontos. O dólar à vista passou a operar instável após dados mais fracos do que o esperado nos EUA e exibe leve alta de 0,03%, a R$ 5,3051.

Ecos da véspera

Ontem, o Banco Central brasileiro confirmou as expectativas do mercado e decidiu elevar a taca básica de juros em 1 ponto percentual, a 6,25% ao ano. O comunicado já indicou também uma elevação de mesma magnitude no próximo encontro e que, no cenário-base, a Selic deve terminar o ano em 8,25%, chegando a 8,50% em 2022.

Já nos Estados Unidos, o Federal Reserve optou pela manutenção da taxa básica de juros na faixa dos 0% a 0,25% ao ano, mas indicou que a redução do programa de recompra de títulos pode começar em breve. Jerome Powell, presidente do Fed, chegou a falar sobre novidades já na próxima reunião, mas tudo depende do ritmo de recuperação do mercado de trabalho. 

Nervos de aço

Embora o temor de uma reação em cadeia devido ao possível calote de dívidas da incorporadora chinesa Evergrande tenha sido desfeito, os investidores seguem monitorando o caso. Há relatos de que os governos locais já foram orientados a se preparar para a falência da companhia.

O Banco Central chinês (PBoC) continua injetando dinheiro no sistema financeiro como forma de garantir liquidez e acalmar o mercado frente às preocupações com as dificuldades enfrentadas pela Evergrande. Nesta madrugada, foram US$ 18,6 bilhões, mesmo volume injetado no dia anterior. 

Com a notícia de que uma subsidiária da companhia deve honrar o pagamento dos juros das dívidas, as ações da Evergrande saltaram mais de 30% em Hong Kong.

Sobe e desce do Ibovespa

O noticiário corporativo movimentado influencia os desempenhos do dia. Em alta de quase 10%, a Embraer lidera o avanço após anunciar um novo acordo firmar parceria com a Bristow para desenvolver mais de 100 eVTOLS, o veículo elétrico voador que é a aposta sustentável para o futuro.

A Ultrapar também tem alta firme após anunciar uma reestruturação de sua diretoria e de sua principal subsidiária. Confira as maiores altas do dia:

CÓDIGONOMEULTVAR
EMBR3Embraer ONR$ 23,389,77%
UGPA3Ultrapar ONR$ 15,767,87%
USIM5Usiminas PNAR$ 16,105,64%
CVCB3CVC ONR$ 23,054,82%
LWSA3Locaweb ONR$ 24,344,02%

Depois de relatório do Credit Suisse rebaixando os papéis da Cyrela, a companhia lidera a lista de empresas com o pior desempenho. Confira as maiores quedas:

CÓDIGONOMEULTVAR
CYRE3Cyrela ONR$ 19,91-1,97%
B3SA3B3 ONR$ 14,05-1,40%
ALPA4Alpargatas PNR$ 57,09-1,21%
EZTC3EZTEC ONR$ 26,17-1,13%
RADL3Raia Drogasil ONR$ 25,03-1,07%
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Clube do livro

Um passeio entre chás, sementes e cerveja: como “Uma Senhora Toma Chá…” conta a história da estatística moderna de maneira descomplicada

O livro de David Salsburg te convida a conhecer o pouco mais de um dos campos mais necessários para o melhor entendimento do mundo das finanças, e claro, da ciência

A bolsa como ela é

Onde as fake techs não têm vez: mercado não tem mais espaço para empresa que não gera valor de verdade

Com alta dos juros, quem não gerar caixa suficiente para remunerar o investidor em 16% ao ano está, em bom português, no sal

Ora, pois

Bradesco deve abrir base em Portugal para ‘seguir’ milionários brasileiros

Movimento de migração de famílias clientes do segmento private do banco após a pandemia levou à retomada dos estudos para entrar no mercado lusitano

De volta aos dois dígitos

Mercado já vê juros de até 11% em 2022

Drible no teto de gastos gerou movimento generalizado nas instituições financeiras para revisar para cima suas projeções para a taxa de juros

Óleo e gás

3R Petroleum (RRRP3) certifica reservas provadas de 185,1 milhões de barris

Companhia divulgou resultado da certificação de reservas do Campo de Papa-Terra, na Bacia de Campos, cuja participação foi adquirida da Petrobras

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies