Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-09-13T19:20:16-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
MERCADOS HOJE

Tranquilidade entre Bolsonaro e STF reina e Ibovespa sobe quase 2%, acompanhando o bom humor em Wall Street; dólar recua

Correndo atrás do tempo perdido, o Ibovespa teve mais fôlego que Nova York para subir e chegou a flertar com o patamar dos 117 mil pontos

13 de setembro de 2021
17:20 - atualizado às 19:20
640px-Jair_Bolsonaro_paz_e_amor
Jair Bolsonaro faz final de paz e amor - Imagem: Wikimedia Commons

Se na sexta-feira o mercado financeiro ficou receoso com a possível fragilidade da trégua entre os Poderes proposta pelo presidente Jair Bolsonaro, o fim de semana mais calmo e a aparente tranquilidade em Brasília levaram o Ibovespa a retomar a trajetória de ganhos nesta segunda-feira (13).

Sem sinais de deterioração e com um descolamento grande das bolsas internacionais, os investidores resolveram correr atrás do tempo perdido, já que com o afrouxamento do cabo de guerra entre Executivo e Judiciário, o Legislativo pode voltar a olhar para as pautas econômicas. 

E é justamente essa a expectativa do mercado, que comemorou hoje mais um passo da Eletrobras em direção à sua privatização e o sinal de que Paulo Guedes, Arthur Lira e Rodrigo Pacheco buscam uma solução para o pagamento dos R$ 89 bilhões em precatórios já nos próximos dias.

Para Eduardo Cubas, head de alocações de recursos e sócio da Manchester Investimentos, a trajetória das bolsas internacionais foi essencial para que o Ibovespa buscasse a recuperação mais expressiva de hoje, e o comportamento do mercado externo deve continuar servindo de norte para a bolsa brasileira.

“O tempo segue jogando contra o nosso cenário político. Temos um fiscal super desafiador, e quanto mais o tempo passa, mais perto a gente fica das eleições. e a pauta de reformas fica mais difícil de ser aprovada”, diz Cubas.

Desde o início do pregão de hoje, o Ibovespa operou em forte alta, fechando o dia com um avanço de 1,85%, aos 116.403 pontos. O principal índice da bolsa chegou a operar acima dos 117 mil pontos, mas Nova York diminuiu o ímpeto de alta e acabou contaminando também o cenário local. O dólar à vista recuou a R$ 5,2236, uma queda de 0,83%

No mercado de juros, os principais vencimentos seguem devolvendo os prêmios embutidos nas últimas semanas, mas as revisões para cima do IPCA de 2021 e 2022 pela maior parte do mercado acabaram reduzindo o ritmo da recuperação. Confira as taxas de hoje:

  • Janeiro/22: estável em 7,29%
  • Janeiro/23: de 9,16% para 9,15% 
  • Janeiro/25: de 10,18% para 10,12%
  • Janeiro/27: de 10,58% para 10,48%

O dia foi de correção generalizada, mas teve espaço para repercutir algumas novidades do noticiário corporativo:

Sempre em destaque

Enquanto no Brasil o mercado segue revisando para cima as projeções de inflação, no exterior esta também segue sendo uma preocupação. Afinal, o controle do aumento dos preços é uma das metas perseguidas pelo banco central americano na hora de definir a política monetária vigente. 

Mesmo após a sinalização do Federal Reserve de que o ritmo de compra de ativos deve ser reduzido ainda em 2021, os dados mistos da economia americana levam incerteza para a mesa de apostas. Assim, os investidores estão atentos aos novos números de inflação. 

Amanhã a agenda esquenta este debate, já que é dia de conhecer os dados da Inflação ao Consumidor (CPI, na sigla em inglês) dos Estados Unidos para o mês de agosto. A próxima reunião do Fed deve coincidir com a decisão do Comitê de Política Monetária do Banco Central brasileiro (Copom), no próximo dia 22. 

Já de olho nos números que serão divulgados na terça-feira e buscando amparar as perdas da semana anterior, as bolsas americanas fecharam o dia com sinais mistos. Confira:

  • Dow Jones: +0,76% - 34.869 pontos
  • S&P 500: +0,23% - 4.468 pontos
  • Nasdaq: -0,07% - 15.105 pontos

Mais um passo concluído

As frustrações políticas das últimas semanas haviam apagado até mesmo o otimismo do mercado com o encaminhamento da privatização da Eletrobras, mas as novidades do fim de semana mostram que o processo continua andando.

Cumprindo mais um dos passos para a capitalização da estatal, o presidente Jair Bolsonaro editou um decreto que permite a criação da estatal que irá administrar os ativos da Eletronuclear e de Itaipu, que se chamará Empresa Brasileira de Participações em Energia Nuclear e Binacional (ENBpar). 

Sobe e desce do Ibovespa

Marcel Andrade, head de renda variável da Vitreo, afirma que o dia não foi de grandes movimentações setoriais e sim de recuperação generalizada após as quedas recentes. 

Acumulando um saldo negativo no mês de setembro, o principal destaque do dia ficou com os papéis da Méliuz. Na sequência temos o Banco Pan, que reage positivamente após a compra de uma fatia da Mobiauto, fortalecendo o seu plano de avançar no financiamento de carros e motos. 

Já a CVC, empresa que tem sofrido fortemente com a crise do coronavírus, pegou carona na melhora dos dados do setor aéreo, que mostram uma recuperação da demanda, ainda que o Bank of America tenha rebaixado a recomendação de Azul e Gol para venda.

A Yduqs também brilhou ao longo de todo o dia, de carona com a notícia de que teria interesse em comprar o Centro Universitário de Brasília (Ceub), que hoje está sendo negociado com a rival Ânima. O BTG Pactual estima que a Yduqs deve levar a melhor, já que tem uma posição de caixa mais confortável. 

Confira os principais destaques do dia:

CÓDIGONOMEVALORVARIAÇÃO
CASH3Méliuz ONR$ 6,6912,82%
BPAN4Banco Pan PNR$ 17,259,45%
CVCB3CVC ONR$ 22,219,30%
YDUQ3Yduqs ONR$ 25,128,00%
BIDI4Banco Inter PNR$ 21,437,36%

Poucas empresas fecharam o dia no vermelho. Os principais destaques negativos ficaram com empresas que haviam conseguido fugir da maré negativa que atingiu o Ibovespa na semana passada e que acabam se beneficiando de um dólar mais forte. Confira as maiores quedas:

CÓDIGONOMEVALORVAR
PETZ3Petz ONR$ 25,99-1,74%
SUZB3Suzano ONR$ 59,92-1,22%
MRFG3Marfrig ONR$ 21,39-0,88%
CCRO3CCR ONR$ 11,71-0,59%
TOTS3Totvs ONR$ 38,00-0,52%
Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

seu dinheiro na sua noite

Uma tarde de soluços nos mercados

O preço dos combustíveis, um dos grandes vilões da elevada inflação brasileira, não dá sinais de enfraquecimento. Muito pelo contrário: a passagem do furacão Ida pelo Golfo do México deve seguir impactando a oferta de petróleo por mais alguns meses, o que traz reflexos diretos ao preço da commodity. O Brent fechou em alta pela […]

menos méliuz

Méliuz (CASH3): Truxt reduz participação na companhia

Negociações têm por objetivo investimento e não visam alterar a composição do controle ou a estrutura administrativa da empresa

atenção acionista

Dividendos: Multiplan (MULT3) paga R$ 270 milhões em juros sobre capital próprio

Empresa vai considerar os acionistas inscritos nos registros da companhia no dia 28 de dezembro, dado que as ações de emissão da companhia passaram a ser negociadas “ex juros” a partir de 29 de dezembro

FECHAMENTO DO DIA

Petrobras dá susto, mas commodities garantem o avanço do Ibovespa; dólar sobe a R$ 5,37

A convovação de uma coletiva de última hora assustou os investidores, mas o Ibovespa retomou o ritmo de alta após a estatal confirmar que não irá mexr nos preços.

acesso bloqueado

Vale (VALE3) faz operação para resgatar 39 funcionários presos em mina no Canadá

De acordo com a empresa, na tarde de domingo (26), uma pá escavadeira que estava sendo transportada no acesso à mina subterrânea se desprendeu, bloqueando o shaft e, com isso, impedindo o meio de transporte dos empregados

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies