Menu
2020-01-14T07:42:36-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
mais ajustes?

Salário mínimo: Guedes deve autorizar nova alta para repor toda inflação de 2019

Em 2019, a estimativa do governo para a inflação medida pelo INPC, de 3,86%, levou ao aumento do salário mínimo de R$ 998 para R$ 1.039; mas a índice veio acima do esperado

14 de janeiro de 2020
7:42
Dinheiro Salário mínimo
Imagem: Shutterstock

O ministro da Economia, Paulo Guedes, deve autorizar um novo aumento do salário mínimo no país para recompor toda a inflação de 2019, disse a Folha de S. Paulo. O valor foi definido em R$ 1.039, num primeiro momento, considerando que a inflação seria mais baixa que a anunciada.

O jornal diz que o tema foi tratado em reunião de abertura do ano com secretários nesta segunda-feira (13) e ainda será discutido com o presidente Jair Bolsonaro. Ainda não há definição sobre como o aumento do salário mínimo seria operacionalizado, acrescenta a publicação.

Uma das possibilidades é enviar uma sugestão ao Congresso, que ainda vai votar a MP (Medida Provisória) que definiu o valor do mínimo e pode fazer alterações no texto, segundo o jornal.

O salário mínimo deve ter reajustes periódicos que preservem o poder aquisitivo, conforme definido na Constituição. Em 2019, a estimativa do governo para a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), de 3,86%, levou ao aumento do salário mínimo de R$ 998 para R$ 1.039.

Mas, no último dia 10, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou que o INPC de 2019, fechou a 4,48%.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

responsabilização

JBS aprova em assembleia ação contra irmãos Batista

Processo diz respeito a prejuízos causados por crimes revelados nos acordos de colaboração e leniência firmados pela JBS com a Procuradoria Geral da República

em live

Se necessário, voltaremos a fazer transferência do BC para o Tesouro, diz secretário

Em agosto, CMN já havia autorizado o Banco Central a repassar R$ 325 bilhões para o Tesouro Nacional

Balanço do mês

Bitcoin e dólar são os melhores investimentos de outubro; ativos de risco ficaram para trás de novo

Por pouco o Ibovespa não ficou entre os melhores investimentos do mês, mas segunda onda de coronavírus na Europa derrubou as bolsas; risco fiscal, eleições americanas e indefinição quanto a estímulos fiscais nos EUA também pesaram

seu dinheiro na sua noite

O saci à solta nos mercados

Não sei dizer exatamente quando nem quem tomou a iniciativa de importar dos países anglófonos a celebração do Halloween, o Dia das Bruxas. O fato é que desde que as crianças brasileiras começaram a sair fantasiadas pedindo doces no último dia de outubro houve uma série de tentativas de “tropicalizar” o evento. Embora não seja […]

Disparou

Dívida bruta do governo deverá encerrar o ano em 96% do PIB

Endividamento cresceu 20,2 pontos por causa de pandemia.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies