Menu
2020-10-29T13:29:00-03:00
Estadão Conteúdo
segunda onda

‘Não consigo entender medida como essa’, diz Bolsonaro sobre lockdown na França

Governo francês anunciou novo confinamento nacional para conter o aumento de casos de covid-19 a partir desta sexta-feira

29 de outubro de 2020
13:28 - atualizado às 13:29
50517566821_0b207a417d_c
(Brasília - DF, 22/10/2020) Presidente da República, Jair Bolsonaro. - Imagem: Foto: Alan Santos/PR

Em conversa com apoiadores na noite desta quarta-feira, 28,, o presidente Jair Bolsonaro afirmou não entender as recentes ampliações de restrições adotadas na França e Alemanha por conta da covid-19. Bolsonaro reforçou que é preciso "enfrentar" o vírus.

França e Alemanha vivenciam atualmente uma segunda onda de contágio do novo coronavírus. O governo francês anunciou novo confinamento nacional para conter o aumento de casos a partir desta sexta-feira (30) e pelo menos até 1º de dezembro. Já a Alemanha terá uma paralisação parcial.

"Olha, eu não consigo entender uma medida como essa porque tá aí o vírus. Vai ter que enfrentá-lo. Tá de máscara, tudo bem, mas daqui a pouco nada disso vai tá livre dele vírus" (sic), disse Bolsonaro para um grupo de pessoas em frente ao Palácio da Alvorada.

O chefe do Executivo reforçou sua defesa contra medidas de isolamento dizendo que desde o início da pandemia alertava que a política do "fica em casa" estava errada. Bolsonaro ressaltou que as medidas de isolamento serviram "só para bagunçar a economia".

"O objetivo do isolamento social, que tá errado, eu falei que estava errado desde aquele momento, serviu só para bagunçar com economia, e era para fazer com que não houvesse muita contaminação ao mesmo tempo para não saturar hospital", disse.

Vacina

O presidente voltou a defender que a vacinação, quando um imunizante contra a doença estiver disponível, não seja obrigatória. Ele afirmou, contudo, que uma "vacina boa" terá adesão da população. Na semana passada, o presidente endureceu críticas em relação à vacina chinesa, Coronavac, e sinalizou que mesmo com a aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) o governo não compraria o imunizante.

"Uma vacina boa o pessoal vai tomar. Agora, obrigar a tomar essa ou aquela, aí começa a cheirar interesses outros, que prefiro não comentar aí", disse. Na conversa com apoiadores, Bolsonaro repetiu críticas ao desafeto político, governador de São Paulo, João Doria (PSDB). Doria foi chamado de "lunático" pelo presidente.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Retrospectiva da semana

Coquetel anticrise: vacina e dinheiro na veia

Na onda das boas notícias, Ibovespa fechou a sexta-feira, 4, perto das máximas

Pandemia

Covid-19: Bolsonaro diz que governo não terá como socorrer os necessitados se ‘fechar tudo de novo’

Presidente avalia que o país não tem mais condições de se endividar

de olho na agenda

Congresso sacramenta decisão de levar Orçamento para plenário e abre prazo para emendas

Cúpula do Legislativo tenta afastar o “fantasma” do shutdown; Se a LDO não for aprovada ainda neste ano, o governo fica sem autorização para realizar despesas básicas em janeiro, como salários e aposentadorias

em brasília

Mourão diz que parte dos assessores de Bolsonaro distorce fatos

Vice-presidente afirmou nesta sexta-feira que existe “certa incompreensão” no seu relacionamento com o chefe do Executivo

seu dinheiro na sua noite

Free Solo: Ibovespa escala para perto da marca histórica

Com imagens de tirar o fôlego, o extraordinário documentário Free Solo conta a preparação do alpinista Alex Honnold para chegar ao topo do El Capitan, uma parede rochosa com quase 1000 metros de altura. Detalhe: a escalada é feita sem equipamentos de segurança. O filme vencedor do Oscar está disponível no Disney Plus. Mas quem não é […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies