Menu
2020-11-24T21:05:00-03:00
Estadão Conteúdo
relações com os eua

Não acho que sucessão nos EUA mude disputa com China por 5G, diz Mourão

Mais uma vez questionado sobre a possibilidade de o governo brasileiro reconhecer a vitória do democrata Joe Biden na eleição americana, Mourão repetiu o discurso de que, “no momento certo, será feito o que tiver de ser feito”

24 de novembro de 2020
21:03 - atualizado às 21:05
40943119453_a654b649bb_c
(Pequim - China, 22/05/2019) Vice-Presidente da República, Hamilton Mourão, durante reunião de coordenação com a delegação brasileira para a V COSBAN. Foto: Adnilton Farias / VPR -

O vice-presidente Hamilton Mourão (PRTB) disse nesta terça-feira, 24, que, na sua opinião, a sucessão presidencial nos Estados Unidos não deve mudar o caráter de disputa desse país com a China em torno da instalação da tecnologia 5G globalmente.

Para o general da reserva, que falou sem mencionar os nomes do atual presidente americano, Donald Trump, e do presidente eleito, Joe Biden, a sucessão nos EUA poderia até mudar a forma de negociar com os chineses, mas não "os fatores em disputa".

"Não acho que vá mudar porque a disputa é comercial e tecnológica, independente de governo, né. Tem a questão de semicondutores, tem a própria questão de, vamos dizer assim, são duas grandes potências que disputam o mesmo espaço", comentou o vice-presidente ao sair de reunião com o relator da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da prisão após condenação em segunda instância, o deputado federal Alex Manente (Cidadania-SP).

Mais uma vez questionado sobre a possibilidade de o governo brasileiro reconhecer a vitória do democrata Joe Biden na eleição americana, Mourão repetiu o discurso de que, "no momento certo, será feito o que tiver de ser feito".

Ao comentar a reunião com Manente, o vice-presidente reafirmou ser favorável à prisão em segunda instância, mas insistiu que não é o articulador político do governo federal e teria deixado isso claro para o relator da PEC. "São decisões que são tomadas a outro nível, não no meu", pontuou.

Pouco antes, o deputado do Cidadania, contudo, havia dito a jornalistas que Mourão teria se comprometido a colaborar para que parlamentares da base governista participem da tentativa de formar maioria no plenário da Câmara a favor da proposta.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

decisão judicial

Justiça ordena religação de internet do governo do RJ; Oi alega inadimplência

Empresa acusa o governo do Estado de ter uma dívida com a empresa desde 2017 – hoje ela está em R$ 300 milhões

promessa de ipo

Locaweb compra ConnectPlug por R$ 18 milhões e avança em segmento de alimentação

Empresa comprada começou em food services mas hoje também atende outros segmentos, com foco em pequenas e médias empresas

seu dinheiro na sua noite

Mais fácil falar que fazer

Hoje foi um daqueles dias em que as falas dos detentores do poder no cenário doméstico até repercutiram no mercado, mas foram sobrepostas pelos fatos e pelo que aconteceu no exterior. O mercado local começou o dia animado com as apresentações do presidente Jair Bolsonaro e do ministro da Economia, Paulo Guedes, no badalado evento […]

perspectivas

Para Verde e SPX, auxílio emergencial por mais três meses não é preocupante

Luis Stuhlberger e Rogério Xavier dizem que a medida pode ser necessária, caso a vacinação demore demais; ambos veem 2021 positivo para os mercados

FECHAMENTO

Aceno liberal do governo não convence e bolsa fecha o dia no vermelho; na contramão, dólar cai mais de 3%

Em evento do Credit Suisse, Bolsonaro e Guedes reafirmaram o compromisso com o andamento das reformas e das privatizações, mas o mercado espera ações mais concretas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies