Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-04-07T06:58:31-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
fica no cargo

Mandetta diz que fica no cargo e pede ‘paz’ para continuar trabalho

Segundo o ministro, uma reunião desta segunda-feira com o presidente Jair Bolsonaro e outros ministros trouxe mais “união” ao governo

7 de abril de 2020
6:58
49493987191_434505fd37_c
(Brasília - DF, 05/02/2020) Ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta. - Imagem: Isac Nóbrega/PR

O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, disse que continuará à frente da pasta, mas pediu "paz" para continuar a trabalhar. A declaração foi feita nesta segunda-feira (6), em entrevista coletiva, após a imprensa noticiar que ele poderia deixar o cargo.

Segundo o ministro, uma reunião desta segunda-feira com o presidente Jair Bolsonaro e outros ministros trouxe mais "união" ao governo. Mandetta disse que o trabalho da pasta sofre interferências de forma "constante".

"Hoje foi um dia que rendeu muito pouco o trabalho do ministério. Muitos não sabiam o que ia acontecer, chegaram a limpar as gavetas, até a minha gaveta", declarou.

Mandetta disse mais uma vez que o seu trabalho é "técnico", baseado na ciência, e que ele atua como "porta-voz do trabalho" da equipe. "O que faço é dar alguns pequenos palpites às medidas", afirmou.

O ministro da Saúde contou com o apoio presencial de secretários, servidores e parlamentares para defender os seus posicionamentos e fazer frente ao presidente Jair Bolsonaro.

Ao chegar, o ministro foi aplaudido de pé. "Não é hora de aplaudir ninguém, porque não terminou nada", reagiu, na entrada. Pouco antes, Mandetta passou cerca de três horas reunido com Bolsonaro e outros ministros no Palácio do Planalto, em momentos decisivos para saber se permaneceria ou não na função.

Durante o pronunciamento desta segunda, Mandetta repetiu frases como "lavoro, lavoro (trabalho, em italiano)", que usou como resposta às críticas de Bolsonaro na semana passada. Ele também voltou a dizer que permanecerá no cargo porque "um médico não abandona o paciente".

Mandetta chegou a mencionar a sua participação em transmissões nas redes sociais feitas por cantores e bandas ao longo do final de semana como alternativa para a proibição de shows durante a quarentena. Para os ministros, os artistas reforçaram a orientação da pasta de que o "show não pode parar", mas que a aglomeração de pessoas não pode ocorrer neste momento.

No fim de semana, Bolsonaro reclamou de integrantes do governo que "viraram estrelas" e disse que a hora deles ia chegar.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

ÚLTIMO ADEUS?

De malas prontas para deixar a B3, Banco Inter (BIDI11) reverte prejuízo em lucro líquido de R$ 19,2 milhões no terceiro trimestre

O banco digital também celebrou a marca de 14 milhões de clientes no período, um salto de 94% na comparação com o terceiro trimestre de 2020

Tecnologia em foco

As big techs na balança: veja como foi o trimestre de Google, Microsoft e Twitter

Três das principais big techs americanas reportaram seus balanços nesta noite; veja como se saíram Alphabet/Google, Microsoft e Twitter

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Pressão nos juros, Elon Musk mais rico e o brilho das ações das elétricas

As projeções de bancos e economistas para a alta da Selic não param de subir. É possível ver essa tendência semanalmente no boletim Focus, divulgado toda segunda-feira pelo Banco Central, em relatórios de diversas casas de análise e na curva dos juros futuros — que não param de ser revisados para patamares cada vez mais […]

ACIONISTAS FELIZES

Farra dos dividendos: Santander (SANB11), Klabin (KLBN11) e Porto Seguro (PSSA3) anunciam proventos; banco espanhol vai pagar R$ 3 bilhões aos acionistas

Confira mais detalhes sobre os valores por ação, previsão para o pagamento e a data-limite para entrar na festa de cada uma das três empresas

MERCADOS HOJE

Ibovespa volta a cair mais de 2% na véspera da decisão do Copom; inflação salgada e fiscal deteriorado comandaram o dia

O mercado financeiro aguarda ansioso pelas palavras do BC, que devem pesar a recente deterioração do cenário fiscal e a elevação dos preços. O Ibovespa teve novo dia de perdas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies