Menu
2020-07-15T12:54:23-03:00
Estadão Conteúdo
Investidores cobram ações

Governo vive momento de pressão em relação a queimadas e desmatamento, diz Mourão

Vice-presidente também reforçou que o governo tem mostrado “de forma firme” à comunidade internacional e à sociedade brasileira o compromisso pelo combate às ilegalidades na região da Amazônia Legal

15 de julho de 2020
12:54
Hamilton Mourão
Imagem: Marcos Corrêa/Presidência da República

Na abertura da segunda reunião do Conselho da Amazônia, na manhã desta quarta-feira, 15, o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, afirmou que o governo vive um momento de "pressão" em relação ao combate das queimadas e do desmatamento, que apresentam índices alarmantes no País.

"Vivemos um momento de pressão em relação ao avanço das ilegalidades, notadamente o desmatamento e a questão das queimadas, mas deixamos muito claro o compromisso do nosso governo, o governo do presidente Jair Bolsonaro, de não aceitar que essas ilegalidades prosperem", disse Mourão aos ministros.

O vice-presidente também reforçou que o governo tem mostrado "de forma firme" à comunidade internacional e à sociedade brasileira o compromisso pelo combate às ilegalidades na região da Amazônia Legal. Na semana passada, Mourão teve reuniões com investidores estrangeiros e empresários brasileiros para tratar da questão ambiental.

No encontro desta quarta-feira, que ocorre no Itamaraty, Mourão está sentado entre o chanceler Ernesto Araújo e o ministro Walter Braga Netto (Casa Civil). Após o evento, está prevista uma nova entrevista coletiva dos participantes, que faz parte da estratégia para tentar melhorar a comunicação e a imagem do governo no setor.

Sobre a área econômica, Mourão destacou, no início da reunião do Conselho da Amazônia, que a pandemia do novo coronavírus ainda está "realizando os seus estragos aqui no País". "Isso obrigou que houvesse uma mudança de rumo na nossa visão do processo econômico. Eu destaco aqui o trabalho da equipe do ministro Paulo Guedes", declarou Mourão. O ministro da Economia também participa do encontro.

"Vamos terminar o ano com um déficit fiscal um tanto quanto elevado, muito acima do que prevíamos, mas, por outro lado, sabemos da pujança do nosso país, a capacidade de recuperação que nós temos, e os indicadores pouco a pouco estão demonstrando a nossa recuperação, podemos, quando chegarmos ao final do ano, (ter) um resultado não tão negativo quanto estávamos esperando", disse Mourão.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Primeiro passo

Os documentos que você deve reunir para declarar o imposto de renda 2021

Reunir a documentação que te auxilia no preenchimento da declaração é o primeiro passo. Empresas tiveram até a última sexta (28) para entregar os informes de rendimentos.

FECHAMENTO

Ibovespa reage na reta final e sobe mais de 1% com novidades sobre PEC Emergencial; dólar também sobe refletindo cautela

A bolsa chegou a cair mais de 2%, enquanto o Banco Central precisou injetar mais de US$ 2 bilhões para tentar segurar o câmbio

Chama o Max

Devo comprar ações da Jereissati para surfar na retomada da economia? Confira a análise

Como investidor, você pode tirar proveito da retomada da economia através dos papéis de uma das mais promissoras microcaps nacionais.

Fundos de investimento

Ney Miyamoto deixa equipe de gestão da Alaska

Fundador e um dos executivos mais experientes da equipe da Alaska, Miyamoto permanece como sócio e investidor dos fundos da casa

Vai pedir música no Fantástico

CVM abre terceiro processo administrativo desde início da crise na Petrobras

O sistema da CVM não indica a apuração de eventuais operações atípicas com papéis da petroleira no período recente.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies