Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-07-15T12:54:23-03:00
Estadão Conteúdo
Investidores cobram ações

Governo vive momento de pressão em relação a queimadas e desmatamento, diz Mourão

Vice-presidente também reforçou que o governo tem mostrado “de forma firme” à comunidade internacional e à sociedade brasileira o compromisso pelo combate às ilegalidades na região da Amazônia Legal

15 de julho de 2020
12:54
Hamilton Mourão
Imagem: Marcos Corrêa/Presidência da República

Na abertura da segunda reunião do Conselho da Amazônia, na manhã desta quarta-feira, 15, o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, afirmou que o governo vive um momento de "pressão" em relação ao combate das queimadas e do desmatamento, que apresentam índices alarmantes no País.

"Vivemos um momento de pressão em relação ao avanço das ilegalidades, notadamente o desmatamento e a questão das queimadas, mas deixamos muito claro o compromisso do nosso governo, o governo do presidente Jair Bolsonaro, de não aceitar que essas ilegalidades prosperem", disse Mourão aos ministros.

O vice-presidente também reforçou que o governo tem mostrado "de forma firme" à comunidade internacional e à sociedade brasileira o compromisso pelo combate às ilegalidades na região da Amazônia Legal. Na semana passada, Mourão teve reuniões com investidores estrangeiros e empresários brasileiros para tratar da questão ambiental.

No encontro desta quarta-feira, que ocorre no Itamaraty, Mourão está sentado entre o chanceler Ernesto Araújo e o ministro Walter Braga Netto (Casa Civil). Após o evento, está prevista uma nova entrevista coletiva dos participantes, que faz parte da estratégia para tentar melhorar a comunicação e a imagem do governo no setor.

Sobre a área econômica, Mourão destacou, no início da reunião do Conselho da Amazônia, que a pandemia do novo coronavírus ainda está "realizando os seus estragos aqui no País". "Isso obrigou que houvesse uma mudança de rumo na nossa visão do processo econômico. Eu destaco aqui o trabalho da equipe do ministro Paulo Guedes", declarou Mourão. O ministro da Economia também participa do encontro.

"Vamos terminar o ano com um déficit fiscal um tanto quanto elevado, muito acima do que prevíamos, mas, por outro lado, sabemos da pujança do nosso país, a capacidade de recuperação que nós temos, e os indicadores pouco a pouco estão demonstrando a nossa recuperação, podemos, quando chegarmos ao final do ano, (ter) um resultado não tão negativo quanto estávamos esperando", disse Mourão.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

IPO adiado

Bluefit: nem desconto de 20% garante estreia da rede de academias na bolsa

Inicialmente estimado em R$ 600 milhões, IPO da rede de academias de baixo custo agora deverá ter o valor reduzido e envolver apenas investidores institucionais, como fundos e fundações

Tensão EUA-China

Executiva da Huawei detida no Canadá em 2018 volta à China após acordo com os EUA

Confinada à cidade de Vancouver há quase três anos, onde havia sido presa sob acusação de fraude, CFO da Huawei, Meng Wangzhou, protagonizou incidente diplomático entre Canadá, EUA e China

o melhor do seu dinheiro

Mercados na semana: O destino da Evergrande, uma análise da Vale e seis ações indicadas por analistas

A semana que termina nos mercados foi marcada pela incerteza quanto ao futuro da incorporadora chinesa Evergrande e seus desdobramentos sobre a economia global. A crise na empresa, que tem um passivo oscilando à beira da insolvência, é consequência do aperto monetário e regulatório sobre o setor promovido pelo governo chinês desde o final do […]

Estimativas

Carrefour (CRFB3) divulga projeção para Atacadão e estima R$ 100 bi em vendas em 2024

A projeção de vendas brutas da rede no exercício social que se encerrará em 31 de dezembro de 2021 é de R$ 60 bilhões

PODCAST MESA PRA QUATRO

Da Conga até o Tik Tok: Gretchen conta de sua carreira artística e como administra seu dinheiro

Aos 60 anos, Gretchen relata sobre sua independência financeira e histórias de família e de carreira

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies