Menu
2020-05-28T12:00:39-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
tensão entre poderes

Em recado ao STF, Bolsonaro diz que não vai admitir ‘decisões individuais’

Ontem, aliados do governo foram alvo de operação da Polícia Federal em inquérito que apura ataques e fake news contra ministros da Corte

28 de maio de 2020
11:49 - atualizado às 12:00
Jair Bolsonaro
Imagem: Foto: Marcos Corrêa/PR

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta quinta-feira (28) que não admitirá "decisões individuais" e "monocráticas", em um recado ao ao Supremo Tribunal Federal (STF). "Acabou, porra!".

"Não dá para admitir mais atitudes de certas pessoas individuais, tomando de forma quase que pessoais certas ações", disse. "Mais um dia triste da nossa história, mas foi o último dia triste".

Nesta quarta-feira (27), empresários, políticos e blogueiros aliados do governo foram alvo de operação da Polícia Federal em inquérito que apura ataques e fake news contra ministros da Corte.

As ações de busca e apreensão foram autorizadas pelo ministro Alexandre de Moraes, relator da investigação.

'Dia triste'

Bolsonaro afirmou que "invadir casas de pessoas inocentes" e submetê-las a humilhações é "inadmissível". O chefe do Executivo classificou a quarta-feira como dia "triste" e alertou que seria o último do tipo. "Não foi justo o que aconteceu ontem".

Bolsonaro, contudo, não citou Moraes nominalmente e disse mais de uma vez que respeita os Poderes públicos - cobrando respeito também. "Inventaram o nome 'gabinete do ódio', uns acreditaram e outros foram além e abriram processo no tocante a isso", disse

O presidente disse que "a historinha de querer criminalizar o ódio" é uma forma de censurar as mídias sociais, que o elegeram. Ele falou ainda é que "não existe pessoa mais humilhada" que ele nas redes sociais e nem por isso "levantou uma só palavra no sentido de controlar quem quer que seja".

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Dinheiro no bolso

Banco do Brasil anuncia percentual do lucro que vai pagar em dividendos em 2020 e 2021

Banco pretende distribuir 35,29% do lucro líquido do ano de 2020 aos acionistas e 40% do resultado deste ano

Seu Dinheiro na sua manhã

Pendurados em São Pedro

O desempenho pífio da economia brasileira nesta última década, quem diria, pode ter nos livrado de um grande problema: um novo racionamento de energia. A ameaça vem desde 2013, quando o país passou a consumir um volume muito grande de energia das hidrelétricas, o que derrubou o nível dos reservatórios — mais uma herança do […]

Pré-mercado

Em dia de feriado na B3, bolsas internacionais reagem a notícias sobre covid-19 e balanços

Semana nas bolsas será marcada pela divulgação dos balanços dos pesos pesadíssimos da tecnologia Microsoft, Apple, Facebook, Tesla e Amazon

Mais uma baixa

Wilson Ferreira Junior vai deixar a presidência da Eletrobras

A saída do presidente da Eletrobras enfraquece ainda mais a ala liberal do governo Bolsonaro e deve jogar ainda mais terra no plano de privatização da companhia

Entrevista

Como blindar a Petrobras do populismo com o preço dos combustíveis? Para Adriano Pires, a solução está na venda das refinarias

O diretor do Centro Brasileiro de Infraestrutura (CBIE) também defende o uso do gás do pré-sal para afastar o risco de um novo racionamento de energia no país

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies