Menu
2020-09-07T18:06:47-03:00
Estadão Conteúdo
contas públicas me foco

Déficit estimado do setor público piora para 12,4% do PIB em 2020, diz governo

De acordo com a apresentação do Ministério da Economia, as medidas relacionadas à covid-19 têm impacto primário de R$ 605 bilhões em 2020, o que corresponde a 8,4% do PIB

4 de setembro de 2020
13:39 - atualizado às 18:06
paulo guedes

O Ministério da Economia piorou suas projeções e estima agora um déficit do setor público consolidado de R$ 891,1 bilhões em 2020 (12,4% do PIB). A última previsão, feita no fim de julho, era de um déficit de 11,3% do PIB.

Os dois casos consideram um recuo de 4,7% no Produto Interno Bruto (PIB) deste ano, conforme a previsão da Secretaria de Política Econômica (SPE) da pasta.

Para o Governo Central (Tesouro Nacional, INSS e Banco Central), a estimativa é de déficit de R$ 866,4 bilhões em 2020 (12,1% do PIB). Antes, a previsão era de 11% do PIB.

De acordo com a apresentação do Ministério da Economia, as medidas relacionadas à covid-19 têm impacto primário de R$ 605 bilhões em 2020, o que corresponde a 8,4% do PIB. As novas previsões consideram um gasto adicional de R$ 67,6 bilhões com o pagamento do auxílio emergencial até o fim do ano.

O secretário da Fazenda, Waldery Rodrigues, lembrou que esses gastos fazem parte do chamado "orçamento de guerra", aprovado pelo Congresso Nacional.

O pagamento do auxílio emergencial entre abril e dezembro deste ano representa a maior despesa primária relacionada à pandemia do novo coronavírus, chegando a R$ 321,8 bilhões, já considerando os novos pagamentos de R$ 300 até o fim do ano.

Desconsiderando o impacto primário de medidas contra a covid-19, o déficit primário do Governo Central ainda seria de R$ 261,4 bilhões em 2020. Até o último dia 2 de setembro, as despesas pagas relacionadas à covid-19 somavam R$ 366,9 bilhões.

Dívida

O Ministério da Economia prevê que a dívida bruta do governo geral (DBGG) fique em 94,6% do PIB no cenário base, que considera um recuo de 4,7% no PIB brasileiro em 2020. No pior cenário, em que o PIB recua 6,7%, a DBGG iria para 96,9%.

A previsão para a dívida líquida do setor público é alcançar 67,9% do PIB em 2020 no cenário base e 69,7% do PIB no pior cenário. Já a necessidade de financiamento fica em 17% do PIB no cenário base e 17,6% do PIB no pior cenário.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Fechou bem o ano

Petrobras tem lucro de quase R$ 60 bi no 4º trimestre e anuncia R$ 10 bi em dividendos

Alta extraordinária de 635% no lucro teve influência de itens não recorrentes de peso, mas mesmo o lucro recorrente totalizou R$ 28 bilhões, alta de 120% na comparação anual; em 2020, estatal lucrou R$ 7,1 bilhões, queda de 82% em relação a 2019

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Quanto vale a Eletrobras privatizada

Ontem à noite, o governo federal entregou ao Congresso a Medida Provisória que possibilita a privatização da Eletrobras e de quase todas as suas subsidiárias. O procedimento será feito por meio de uma capitalização que vai diluir a participação da União, que apenas manterá uma ação com poderes especiais de veto, a chamada golden share. […]

FECHAMENTO

Eletrobras dá susto na reta final, mas Ibovespa segue se recuperando do tombo recente; dólar recua

Estatais seguem se recuperando do tombo recente e a bolsa brasileira também conta com uma ajudinha do exterior

De volta ao topo

País volta a ser maior mercado de caminhão da Mercedes, que reafirma investimento

O volume supera os 24,5 mil caminhões vendidos na Alemanha, que caiu para a segunda posição no ranking de mercados globais da montadora.

Retomada

Faturamento da indústria de máquinas sobe 38,5% em janeiro em comparação anual

A expectativa é de que as vendas internas continuem positivas.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies