Menu
2020-04-24T06:58:44-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
mudança de comando

Bolsonaro exonera diretor-geral da PF, homem de confiança de Moro

Ontem, ao ser comunicado por sobre a decisão, o ministro Sergio Moro avisou que deixaria o governo caso ela se concretizasse, disse a Folha de S. Paulo

24 de abril de 2020
6:50 - atualizado às 6:58
Presidente da República, Jair Bolsonaro durante Cerimônia de Entrega da Medalha do Mérito Industrial do Estado do Rio de Janeiro.
Presidente da República, Jair Bolsonaro - Imagem: Alan Santos/Presidência da República

O presidente Jair Bolsonaro formalizou nesta sexta-feira (24) a exoneração de Maurício Valeixo do cargo de diretor-geral da Polícia Federal. Ontem, ao ser comunicado por sobre a decisão, o ministro Sergio Moro avisou que deixaria o governo caso ela se concretizasse, disse a Folha de S. Paulo.

O decreto oficializando a mudança, que foi publicado nesta sexta no Diário Oficial da União (DOU), vem assinado tanto pelo presidente quanto pelo ministro da Justiça, a cuja pasta a PF é subordinada.

Desde o ano passado Bolsonaro tem ameaçado trocar o comando da PF, mas Valeixo é homem de confiança de Moro. O ex-juiz da Lava Jato afirmou que se o diretor-geral saísse, ele também deixa governo, segundo a publicação.

A ameaça de demissão de Moro ontem foi mais um elemento de instabilidade local para os mercados. O Ibovespa começou a perder força de maneira mais expressiva pouco depois das 14h30, horário que coincide com os primeiros relatos quanto à possível saída do ministro.

Na mínima do dia, o índice chegou aos 78.621,92 pontos (-2,56%), mas, no fechamento, marcava 79.673,30 pontos (-1,26%). Veja como foi o desempenho dos mercados.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Fechamento

Dólar sobe, Eletrobras fecha em queda no exterior e ações de tecnologia sustentam alta de índices nos EUA

Renúncia de Ferreira Junior ao cargo de presidente da estatal brasileira afeta confiança dos investidores na privatização; S&P 500 e Nasdaq fecham em alta

SD PREMIUM

Segredos da bolsa: Ata do Copom é destaque em meio à preocupação com covid-19 e cenário fiscal

A queda do EWZ, o principal fundo de índice com ações brasileiras em Nova York, indica uma reabertura no vermelho para o Ibovespa na volta do feriado

Futuro da estatal

‘Temos dentro da Eletrobras profissionais capazes de me suceder’, diz Wilson Ferreira

Após deixar presidência, Wilson Ferreira responde se há conflito de interesse ao se manter no conselho da Eletrobras e, ao mesmo tempo, presidir a BR Distribuidora

Expectativas

Novo presidente da Eletrobras (ELET3) deve dar prioridade à privatização, diz Caio Megale

Após saída de Wilson Ferreira, analista afirma que ‘a privatização da Eletrobras tem sua importância pela sua situação atual e pelo seu grau de maturidade (para ser privatizada)’

Reformas

‘Vamos limpar a pauta, destravando o horizonte de investimentos’, diz Paulo Guedes

Ministro prometeu que o governo não irá aumentar impostos e reforçou que a atividade está se recuperando em ‘V’

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies