Menu
2020-04-24T06:58:44-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
mudança de comando

Bolsonaro exonera diretor-geral da PF, homem de confiança de Moro

Ontem, ao ser comunicado por sobre a decisão, o ministro Sergio Moro avisou que deixaria o governo caso ela se concretizasse, disse a Folha de S. Paulo

24 de abril de 2020
6:50 - atualizado às 6:58
Presidente da República, Jair Bolsonaro durante Cerimônia de Entrega da Medalha do Mérito Industrial do Estado do Rio de Janeiro.
Presidente da República, Jair Bolsonaro - Imagem: Alan Santos/Presidência da República

O presidente Jair Bolsonaro formalizou nesta sexta-feira (24) a exoneração de Maurício Valeixo do cargo de diretor-geral da Polícia Federal. Ontem, ao ser comunicado por sobre a decisão, o ministro Sergio Moro avisou que deixaria o governo caso ela se concretizasse, disse a Folha de S. Paulo.

O decreto oficializando a mudança, que foi publicado nesta sexta no Diário Oficial da União (DOU), vem assinado tanto pelo presidente quanto pelo ministro da Justiça, a cuja pasta a PF é subordinada.

Desde o ano passado Bolsonaro tem ameaçado trocar o comando da PF, mas Valeixo é homem de confiança de Moro. O ex-juiz da Lava Jato afirmou que se o diretor-geral saísse, ele também deixa governo, segundo a publicação.

A ameaça de demissão de Moro ontem foi mais um elemento de instabilidade local para os mercados. O Ibovespa começou a perder força de maneira mais expressiva pouco depois das 14h30, horário que coincide com os primeiros relatos quanto à possível saída do ministro.

Na mínima do dia, o índice chegou aos 78.621,92 pontos (-2,56%), mas, no fechamento, marcava 79.673,30 pontos (-1,26%). Veja como foi o desempenho dos mercados.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Contas brasileiras em jogo

STF retoma julgamento sobre ICMS e PIS/Cofins; decisão pode ter impacto de R$ 258,3 bilhões para União

Os ministros já haviam declarado inconstitucional a cobrança de ICMS na base de cálculo do PIS/Cofins, mas o governo pede que a decisão não tenha efeito retroativo

São Jorge e o dragão inflacionário

A grande e ameaçadora besta da inflação começa a sair do seu sono profundo. Aos poucos, movimenta as asas e mexe sua cauda incendiária. Um vagaroso e temerário despertar. Nem de longe está cuspindo fogo — e quem viveu no Brasil nos anos 80 e 90 lembra bem do seu poder destrutivo. Mas mesmo o […]

FECHAMENTO

Dragão americano da inflação assombra ativos globais e resultado é bolsa, dólar e juros sob pressão; Ibovespa recua 2% e volta aos 119 mil pontos

A pressão inflacionária superou até mesmo o cenário político interno caótico nos holofotes do mercado e levou o principal índice brasileiro a amargar uma queda brusca

Primeiro encontro

Presidentes de Petrobras e BR se reúnem para tratar da saída da estatal da distribuidora

Os executivos, que assumiram os cargos há cerca de uma vez, discutirão a venda da participação de 37,5% que a Petrobras ainda detém na empresa

Trabalho em equipe?

Biden e oposição tentam acordo para aprovar pacote de infraestrutura

Um dos maiores pontos de divergência entre o presidente e líderes republicanos é o aumento de impostos para financiar a proposta

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies