Menu
2020-12-07T17:35:02-03:00
Estadão Conteúdo
Pandemia

Covid-19: Bolsonaro diz que governo não terá como socorrer os necessitados se ‘fechar tudo de novo’

Presidente avalia que o país não tem mais condições de se endividar

5 de dezembro de 2020
9:20 - atualizado às 17:35
Jair Bolsonaro
Imagem: Foto: Marcos Corrêa/PR

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira, 4, em Salvador, que se a economia for fechada de novo por causa da pandemia do coronavírus, o governo não terá mais como socorrer os necessitados porque ultrapassou a capacidade de se endividar.

"Os números de agora há pouco mostram que o Brasil está voltando à normalidade, mas não podemos fechar de novo tudo", afirmou na 113ª e 114ª Assembleia Geral Ordinária da Convenção Estadual das Assembleias de Deus na Bahia (Ceadeb).

Bolsonaro disse que o "fique em casa" só não foi mais danoso porque a administração federal tomou medidas. Ele citou o auxílio emergencial para 38 milhões de trabalhadores que viviam na informalidade, o socorro às pequenas e médias empresas e a ajuda aos governos dos Estados. Bolsonaro disse que, assim, foi evitado o "caos social".

Eleições

O presidente reafirmou que não confia no sistema eleitoral eletrônico e que lutará para que em 2022 "o voto de cada brasileiro sufragado nas urnas seja contado para aquele candidato em que realmente ele depositou seu voto".

"Alguns acreditavam que a gente seria alijado do governo no primeiro ano. Não aconteceu. Apostaram no segundo ano; estamos chegando ao final", declarou. Ele demonstrou estar emocionado ao lembrar do atentado à faca do qual foi vítima durante a campanha presidencial.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Mercado aquecido

O minério de ferro virou pedra preciosa — e Vale e siderúrgicas são joias na bolsa

O minério de ferro sobe forte desde 2020 e já vale mais de US$ 200 a tonelada. Um cenário animador para Vale, Gerdau, CSN e Usiminas

Segue na gaveta

Após defender proposta do governo, Guedes afirma não estar surpreso com falta de avanço da reforma administrativa na pandemia

O ministro também criticou a estabilidade após pouco tempo de serviço público, um dos alvos da proposta de reforma do governo

INVESTIMENTOS

ETF de criptomoedas: conheça o HASH11, a oportunidade de comprar bitcoin e outras 5 criptos na bolsa com um clique

Com esse fundo, é possível ter exposição a criptoativos de maneira simples, segura e regulada. Em entrevista ao podcast RadioCash, executivos da gestora brasileira Hashdex explicam quais os riscos e oportunidades do ETF e desse criptomercado, confira:

Na CCJ da Câmara

Reforma administrativa é bastante moderada e foi fruto de muita conversa, diz Guedes

Depois de muito tempo engavetada, a proposta de reforma administrativa foi enviada ao Congresso no começo de setembro do ano passado e não tem impacto na estabilidade e nos salários dos atuais funcionários públicos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies