Menu
2020-03-31T00:45:12-03:00
Bruna Furlani
Bruna Furlani
Jornalista formada pela Universidade de Brasília (UnB). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Tem passagem pelas editorias de economia, política e negócios de veículos como O Estado de S.Paulo, SBT e Correio Braziliense.
BALANÇO

XP tem lucro ajustado de R$ 417 milhões no quarto tri e avança no setor bancário ao lançar cartão

A companhia informou ainda que 67% das receitas totais em 2019, ou seja, R$ 3,7 bilhões, vieram de clientes de varejo

17 de março de 2020
20:29 - atualizado às 0:45
Guilherme Benchimol, fundador da XP Investimentos
Guilherme Benchimol, fundador da XP Investimentos, durante o evento de lançamento das ações na Nasdaq -

A XP Inc. reportou hoje (17) que o lucro ajustado da companhia fechou em R$ 417 milhões no quarto trimestre de 2019, o que representa uma alta de 262% em relação ao mesmo período do ano anterior.

A receita líquida, por sua vez, fechou o período em R$ 1,691 bilhão, uma expansão de 91% em relação ao registrado um ano antes.

No acumulado de 2019, a receita líquida da companhia terminou em R$ 5,128 bilhões. Já o lucro líquido ajustado aumentou 119% em relação ao registrado um ano antes e terminou em R$ 1,074 bilhão. A margem líquida ajustada, por sua vez, ficou em 20,9% contra 16,6% no ano anterior.

A companhia informou ainda que 67% das receitas totais em 2019, ou seja, R$ 3,7 bilhões, vieram de clientes de varejo. Já os investidores institucionais responderam por 14% das receitas totais e os 11% restantes vieram de receitas com serviços (9%) e conteúdo digital (2%).

Além de melhorar os seus números operacionais, a corretora também viu o montante total de ativos sob custódia aumentar 103% e terminar o ano de 2019 em R$ 409 bilhões.

Outro indicador que teve uma expansão significativa durante o período foi o número de clientes ativos, que subiu 91% na comparação anual e fechou o ano passado em 1,702 milhão.

Um dos motivos que podem ter ajudado a companhia a aumentar a clientela foi a melhora também no seu Net Promoter Score (NPS), que mede quão bem as empresas estão lidando com seus clientes ou pessoas com quem ela interage. No último trimestre do ano, o NPS chegou a 73.

Avanço nos serviços bancários

Depois de ter recebido o aval do Banco Central para operar como banco no fim do ano passado, a XP Inc. anunciou hoje que fechou uma parceria com a Visa para emitir cartões de débito e crédito, a serem lançados ainda neste ano.

Segundo informou a companhia, o objetivo é "oferecer uma oferta diferenciada aos clientes por meio do XP Infinite Card".

O lançamento dos cartões vem alguns meses após a corretora ter aberto capital (IPO, na sigla em inglês) na Nasdaq, no qual captou US$ 2,3 bilhões.

Depois de estrear na bolsa americana com as ações acima da faixa indicativa, os papéis da companhia foram bastante impactados recentemente por conta do cenário mais incerto com o coronavírus e polêmicas envolvendo o seu balanço.

Mesmo com questionamentos com pouco fundamento, as ações da companhia (código XP) foram penalizadas e acumulam queda de 47,85% no ano.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Ivan Sant'Anna - SD Premium

O segundo tempo do governo Bolsonaro começou mal. O que esperar daqui para frente?

Não quero dar uma de adivinho, muito menos pretender ser o dono da verdade, mas as perspectivas para a reeleição de Jair Bolsonaro em outubro de 2022 não são muito boas, embora no momento lidere todas as pesquisas de intenção de voto

dados do ministério da saúde

Brasil tem 1,1 mil mortes por covid-19 registradas em 24 horas

Com os novos óbitos, o total de vidas perdidas para a pandemia subiu para 211.491, segundo o Ministério da Saúde

seu dinheiro na sua noite

As incertezas da vez

Não sei vocês, mas desde que a pandemia de coronavírus começou, minha vida e rotina mudaram tanto, que tem estado difícil fazer planos para o futuro e ter boas perspectivas, do ponto de vista pessoal e social. Entrei no modo “um dia de cada vez”, já que ainda não temos uma data certa de quando […]

FECHAMENTO

Do céu ao inferno: Incertezas com vacinação pesam, Ibovespa derrapa e vai na contramão de NY

Enquanto o otimismo predominava nas bolsas americanas, por aqui as incertezas sobre a efetividade da campanha de vacinação contra a covid-19 se acumulavam

empresário bolsonarista

Luciano Hang, dono da Havan, está internado com covid-19 em São Paulo

Hang, ao lado de outros empresários bolsonaristas, tem promovido tratamentos sem comprovação científica como forma de prevenção à covid-19

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies