Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-08-19T20:36:31-03:00
Felipe Saturnino
Felipe Saturnino
Graduado em Jornalismo pela USP, passou pelas redações de Bloomberg e Estadão.
reestruturação, após escândalos

IRB Brasil anuncia vice-presidente de riscos e conformidade e implementa nova estrutura

A vice-presidência liderada pelo executivo Carlos Guerra passará a ser responsável pela diretoria jurídica da companhia. O IRB Brasil passou por dois escândalos no ano e suas ações perderam 80% em valor desde janeiro

19 de agosto de 2020
20:36
Executivos do IRB em cerimônia do IPO da empresa
Executivos do IRB em cerimônia do IPO da empresa - Imagem: B3

O IRB Brasil anunciou na noite desta quarta-feira (19) a indicação de Carlos Guerra para exercer o cargo estatutário de vice-presidente executivo de riscos e conformidade da empresa, como parte de uma reestruturação organizacional.

A vice-presidência liderada por Guerra será composta pela vice-presidência não estatutária de relações institucionais, pelas gerências de riscos corporativos, de compliance e de suporte aos órgãos de governança, disse a resseguradora. A área passará a ser responsável pela diretoria jurídica da companhia.

"Como forma de reforço à governança, a área de Compliance responderá também ao Comitê de Ética, Sustentabilidade e Governança; e a gerência de Riscos Corporativos ao Comitê de Riscos e Solvência", informou o IRB.

O executivo tem quase 30 anos de experiência e já passou por áreas jurídica, comercial, de controles internos, financeira, administrativa e previdenciária, segundo o comunicado.

Com a mudança, Wilson Toneto será vice-presidente executivo de operações e atuária. O CFO Werner Suffert seguirá à frente das diretorias de relações com investidores, financeira, da Asset Management (controlada) e da nova diretoria de planejamento estratégico e fusões e aquisições.

Enquanto isso, as diretorias de pessoas e de clientes, inovação e marketing se reportarão diretamente ao CEO Antônio Cássio, diz o IRB.

Um ano difícil

O IRB tem tido um 2020 particularmente complicado.

A companhia atravessou dois escândalos no 1º semestre do ano que pesaram fortemente sobre o valor de suas ações. Desde janeiro, elas tombaram aproximadamente 80%, para R$ 7,19.

O primeiro surgiu de um embate com a gestora Squadra, que, em fevereiro, afirmou que os balanços do IRB estavam maquiados e turbinados por itens extraordinários.

A empresa admitiu a manobra em junho, quando a nova diretoria colocou a culpa do malfeito nos antecessores. Na ocasião, foi apresentado um lucro líquido R$ 670 milhões menor do que o originalmente demonstrado nos anos de 2018 e 2019.

Menos de duas semanas depois da primeira polêmica sobre os resultados, a companhia voltou ao noticiário de maneira negativa. No início de março, a holding do bilionário Warren Buffett, a Berkshire Hathaway, negou que tivesse ações do IRB — e afirmou ainda por cima que não estava planejando comprá-las.

A informação de que a holding havia se tornado acionista da resseguradora surgiu sem confirmação de fonte na imprensa e foi reforçada pela empresa, que indicou para o conselho fiscal a advogada Márcia Cicarelli, que atua como procuradora da Berkshire no país.

No dia seguinte, os dois principais executivos do IRB renunciaram aos seus postos em meio ao vexame de dimensões internacionais.

A sinalização mais recente do IRB para o mercado foi o anúncio de Ellen Gracie, ex-ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), para assumir o Comitê de Ética, Sustentabilidade e Governança da resseguradora.

Segundo comunicado da empresa, a ex-juíza do STF terá o papel de liderar o comitê na definição e proposição de práticas de governança corporativa em todas as esferas do IRB.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

PROVENTO EM DÓLAR

Aura Minerals (AURA33) anuncia dividendos e programa de recompra de BDRs — veja o que muda para os acionistas

O pagamento chegará bem a tempo para o Natal dos investidores nacionais, mas para ter direito é preciso possuir os ativos em 9 de dezembro

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Ibovespa perto de perder os 100 mil pontos, Petrobras na mira de Paulo Guedes e outros destaques do dia

A dinâmica dos mercados globais nos últimos dias lembra muito os primeiros momentos de incerteza que marcaram o início da pandemia do coronavírus, no início de 2020. A covid-19 não é mais uma doença desconhecida e as vacinas já estão disponíveis no mercado, mas a desigualdade na distribuição de imunizantes e a recusa de muitos […]

FECHAMENTO DO DIA

Racha no Senado e chegada de ômicron aos Estados Unidos levam o Ibovespa a renovar as mínimas do ano (mais uma vez); dólar sobe

Embora o dia tenha começado positivo para o Ibovespa e as demais bolsas globais, a variante ômicron e a dificuldade de aprovar a PEC dos precatórios azedaram os negócios

CRYPTO NEWS

Aprenda com o bitcoin: não perca o timing com a próxima promessa cripto

O mercado de criptomoedas tem colocado alguns sorrisos nos rostos de quem vem investindo nessa classe de ativos

RECEITAS EM ALTA

Acredite se quiser! Governo pode ter primeiro superávit primário desde 2013 ainda neste ano

A notícia surpreende num momento em que um dos maiores temores do mercado financeiro é justamente o descontrole das contas públicas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies