🔴 TCHAUZINHO, NUBANK: Itaú BBA revela ação que pode colocar o roxinho para comer poeira; CLIQUE AQUI  e descubra a resposta no nosso Telegram

2022-09-14T13:22:10-03:00
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Engordando os proventos

Caixa Seguridade (CXSE3) pode pagar mais R$ 230 milhões em dividendos após venda de subsidiárias, diz BofA

Analistas acreditam que recursos advindos do desinvestimento serão destinados aos acionistas; companhia tem pelo menos mais duas vendas de participações à vista

14 de setembro de 2022
13:22
Caixa Seguridade
Dividend yield da Caixa Seguridade deve passar de 10,7% para 9,8%, diz banco americano. Imagem: Shutterstock/Helena Aymee

A venda da participação em cinco empresas pela Caixa Seguridade (CXSE3), anunciada na última terça-feira (13), pode aumentar os dividendos pagos pela companhia em mais de R$ 230 milhões, estima o Bank of America (BofA).

Os analistas do banco americano acreditam que o valor de R$ 667 milhões angariados com o desinvestimento da Caixa Seguridade nessas subsidiárias devem ser completamente distribuídos aos acionistas, uma vez que eles não esperam nenhuma exigência de capital adicional para o negócio.

"Se inteiramente distribuída, a quantia deve elevar a distribuição de dividendos em R$ 230 milhões (líquidos de impostos), o que implicaria um dividend yield [retorno com dividendos] de 10,7% em 2023 (ante a nossa estimativa atual de 9,8%)", diz o relatório.

A companhia anunciou o desinvestimento em cinco subsidiárias não estratégicas para a CNP Assurances: CNP Consórcios (fatia de 48,25%), CNP Cap (fatia de 24,61%), Odonto Empresas (fatia de 48,25%), Previsul (fatia de 48,25%) e Holding Saúde (fatia de 48,25%).

A transação ainda está sujeita à aprovação Banco Central, da Superintendência de Seguros Privados (Susep) e do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). A expectativa dos analistas é que a referida distribuição de dividendos ocorra no início de 2023.

Caixa Seguridade (CXSE3) ainda deve vender participações na Wiz e na Too Seguros e Pan Corretora

Segundo o BofA, o negócio anunciado ontem simplifica a holding da Caixa Seguridade, agora composta por Caixa Corretora; a nova sociedade com CNP, Tokio, Icatu e Tempo; as operações de seguro; uma fatia de 49% na Too Seguros e na Pan Corretora; e uma fatia de 48,25% na holding da CNP Seguros, que detém 25% de participação na Wiz (WIZS3).

"As duas últimas representam ativos não estratégicos, que permanecem no pipeline de desinvestimentos, conforme reportado pela companhia. Nós estimamos que a CXSE pode levantar mais R$ 155 milhões com a venda da Wiz (considerando a atual capitalização de mercado da companhia de R$ 1,3 bilhão), enquanto o valor da fatia de 49% na Too Seguros e Pan Corretora deve eventualmente ser acordado com um comprador estratégico"

- relatório do BofA sobre a Caixa Seguridade.

Apesar de ver com bons olhos essa simplificação da estrutura da Caixa Seguridade, o BofA mantém sua recomendação neutra para as ações CXSE3 e o preço-alvo de R$ 9,50, um potencial de valorização de apenas 6,62% em relação ao último fechamento. Nesta quarta, os papéis da companhia avançam 0,45%, a R$ 8,95. Acompanhe nossa cobertura completa de mercados.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

CAÇADOR DE TEDÊNCIAS

Day trade na B3: Oportunidade de lucro de mais de 7% com ações da Yduqs (YDUQ3); confira a recomendação

27 de setembro de 2022 - 8:16

Identifiquei uma oportunidade de swing trade baseada na análise quant – compra dos papéis da Yduqs (YDUQ3). Saiba os detalhes

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

O saldão da B3: Os planos da Dimensa, pechinchas na bolsa, mercado de lítio e outras notícias que mexem com os seus investimentos hoje

27 de setembro de 2022 - 8:14

Ainda nas comemorações pelos 4 anos do Seu Dinheiro, a Ana Carolina Neira entrevistou o CEO da Dimensa, enquanto o colunista Matheus Spiess trouxe uma de suas principais teses de investimento para os próximos quatro anos.

CENTRAL DAS ELEIÇÕES

Eleições 2022: Confira a agenda dos candidatos à Presidência da República nesta terça-feira

27 de setembro de 2022 - 7:35

Acompanhe a cobertura ao vivo das eleições 2022 com as principais notícias sobre os principais candidatos à Presidência e nos Estados

DE OLHO NA BOLSA

Esquenta dos mercados: Bolsas internacionais tentam emplacar alta com busca por pechinchas; Ibovespa acompanha ata do Copom hoje

27 de setembro de 2022 - 7:34

A prévia da inflação brasileira será divulgada na terça-feira e o IPCA-15 deve registrar deflação mais uma vez

União que deu resultados

Com fome de aquisições e dois sócios grandes por trás, Dimensa acirra a disputa pelo mercado de software financeiro e mira IPO

27 de setembro de 2022 - 7:00

A Dimensa é fruto de uma joint venture entre a Totvs (TOTS3), maior companhia de sistemas de gestão do país, com a B3 (B3SA3), a dona da bolsa de valores brasileira

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies