';

🔴 O ‘NOVO PETRÓLEO’ FOI ENCONTRADO E JÁ É MOTIVO DE DISPUTA NO MUNDO — DESCUBRA AQUI

Cotações por TradingView
2020-03-03T23:17:23-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Era fake news

Holding de Warren Buffett diz que não tem nem planeja ter ações do IRB

A falsa informação de que o lendário investidor norte-americano teria participação no IRB surgiu na imprensa na semana passada, mas a empresa reforçou o suposto vínculo

3 de março de 2020
23:10 - atualizado às 23:17
Warren Buffett, investidor americano | Apple
Imagem: Shutterstock

Era "fake news". A Berkshire Hathaway, holding que concentra os investimentos do bilionário Warren Buffett, negou que detenha ações da resseguradora IRB Brasil. A informação foi negada oficialmente em um comunicado divulgado hoje à noite pela Berkshire.

As notícias de que o lendário investidor norte-americano não só teria participação no IRB como inclusive comprou mais ações diante da forte queda dos papéis surgiram na semana passada.

"A Berkshire Hathaway atualmente não é acionista, nunca foi acionista do IRB e não tem intenção de se tornar acionista do IRB", informou a companhia, em nota.

A informação, que surgiu sem confirmação de fonte na imprensa, foi reforçada pela empresa, que indicou para o conselho fiscal a advogada Márcia Cicarelli, que atua como procuradora da Berkshire no país.

As ações do IRB (IRBR3) registram forte queda de 37,5% desde o início de fevereiro, quando a gestora carioca Squadra divulgou uma carta aos investidores na qual justifica a grande posição vendida nos papéis da companhia.

Nos análise da Squadra, os resultados do IRB foram turbinados por efeitos que não vão se repetir em balanços seguinte e somaram R$ 1,5 bilhão de janeiro a setembro do ano passado.

A empresa negou a informação e publicou o balanço do quarto trimestre com o laudo de uma segunda auditoria específica para os dados atuariais, feito pela Ernst & Young (EY), além do trabalho já feito pela PwC. Mas não foi suficiente para eliminar as dúvidas do mercado.

Renúncia de conselheiro

Esta não foi a primeira vez que os fatos desmentem a diretoria do IRB. Também na semana passada, a companhia negou as notícias sobre o pedido de renúncia do presidente do conselho de administração, Ivan Monteiro.

Mas apenas um dia depois do comunicado da empresa à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o executivo confirmou a saída. Em teleconferência com analistas, os executivos do IRB justificaram que a carta de renúncia de Monteiro só foi entregue um dia depois do questionamento da autarquia.

Eu procurei o IRB, mas não obtive retorno até a publicação desta matéria.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

SEMANA EM CRIPTO

Bitcoin (BTC) sobe mais uma semana antes da Super Quarta; veja o que esperar das criptomoedas com o Banco Central americano no radar

27 de janeiro de 2023 - 11:33

Na semana que vem, o Federal Reserve decidirá sobre os juros dos Estados Unidos e pode animar o mercado já aquecido

BATALHA SOCIETÁRIA

Na disputa com Tanure, Esh Capital volta a aumentar participação na Gafisa (GFSA3)

27 de janeiro de 2023 - 9:41

A gestora de Vladimir Timerman comprou mais ações e aumentou a participação na Gafisa para aproximadamente 15,8%

AQUILO QUE AINDA NÃO SABEMOS

Americanas (AMER3): Confira seis perguntas que seguem sem resposta duas semanas após a revelação do rombo bilionário

27 de janeiro de 2023 - 9:28

Mercado assumiu postura de desconfiança diante das falhas de comunicação e daquilo que encaram como falta de transparência por parte da Americanas (AMER3)

FAZENDO HISTÓRIA

Fim da ‘Guerra Infinita’? Avatar 2 derrota Vingadores e se torna a 5ª maior bilheteria da história do cinema

27 de janeiro de 2023 - 9:27

Após menos de dois meses desde a estreia, a produção atingiu a marca de US$ 2,054 bilhões (cerca de R$ 10,41 bilhões) em arrecadação, segundo o Box Office Mojo

LINHA D'ÁGUA

Made in America(nas): o que temos a aprender com o rombo na Americanas

27 de janeiro de 2023 - 9:19

O caso da Americanas mostra uma vez mais que o segredo de um investidor consistente no longo prazo é a diversificação

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies