Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-02-15T17:05:58-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Após imbróglio com os russos

Fertilizantes Heringer homologa plano de recuperação judicial

Segundo Fato Relevante divulgado ontem pela companhia, o plano foi homologado pelo juízo da 2ª Vara Cível da Comarca de Paulínia

15 de fevereiro de 2020
16:55 - atualizado às 17:05
Unidade de produção da Fertilizantes Heringer no Mato Grosso do Sul
Unidade de produção da Fertilizantes Heringer no Mato Grosso do Sul. - Imagem: Divulgação

A Fertilizantes Heringer (FHER3) homologou, na última sexta-feira (14), seu plano de recuperação judicial, aprovado na sua Assembleia Geral de Credores em 3 de dezembro do ano passado.

Segundo Fato Relevante divulgado ontem pela companhia, o plano foi homologado pelo juízo da 2ª Vara Cível da Comarca de Paulínia, no estado de São Paulo.

A íntegra do plano aprovado e a ata da referida assembleia de credores podem ser encontradas na página de Relações com Investidores da companhia e no site da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

A Heringer está em recuperação judicial desde fevereiro de 2019. Em setembro do ano passado, a companhia recebeu uma proposta de compra por dois grupos russos, o Uralkali e o Uralchem, o que levou suas ações a dispararem mais de 30% num só dia. Nos últimos 12 meses, as ações acumulam alta de 56,90%.

No entanto, a companha brasileira e os russos acabaram se desentendendo, e a Uralkali chegou a pedir ao juiz da 2ª Vara Cível de Paulínia para não homologar o pedido de recuperação judicial da Heringer em 20 de janeiro, sob a alegação de que o balanço da empresa estaria inflado e apresentaria inconsistências contábeis da ordem de R$ 700 milhões.

No início de fevereiro, a Heringer se manifestou, por Fato Relevante, alegando que os russos adotavam uma "postura questionável" durante as negociações e que vinham atuando de maneira "retaliatória" e "injustificada". A empresa negou as acusações de inconsistências nos balanços e disse estar tomando as medidas judiciais cabíveis contra os russos.

Reestruturação

O quadro de credores da Heringer é majoritariamente composto por fornecedores e instituições financeiras. Os créditos arrolados na RJ totalizam R$ 2,045 bilhões.

Para reestruturar seu passivo, a companhia suspendeu as atividades de nove unidades produtivas no fim de janeiro. Elas deverão ficar em processo de hibernação, mas mantendo suas licenças e manutenções necessárias para operar.

A operação atual conta com sete unidades de mistura, com capacidade instalada total de 2,9 milhões de toneladas por ano.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

praticidade

Empiricus lança em aplicativo função de compra e venda de ações e outros ativos negociados em Bolsa

Desenvolvido em parceria com a Vitreo, o serviço já está disponível a todos os investidores – não somente aos assinantes da casa de research; saiba mais

Acionistas felizes

Sextou com dividendos: Copel (CPLE6) anuncia mais de R$ 1 bilhão em proventos; veja quem tem direito

Os valores aprovados pelo conselho de administração da empresa serão pagos aos acionistas em 30 de novembro

BLINK!

O que rolou nessa semana? Onde aprender Valuation? Vale (VALE3) caindo novamente? Felipe Miranda responde seus seguidores neste BLINK!

A chegada do final de semana é marcada pela sexta-feira e pelo BLINK! Felipe Miranda, estrategista-chefe da Empiricus, respondeu algumas perguntas feitas pelos seus seguidores. Confira

avaliando riscos

‘Papa’ do valuation vê inflação subestimada e diz que alta de preços é seu maior medo

Em evento, o professor da NYU Aswath Damodaran disse que gostaria de ver o banco central norte-americano agindo mais do que minimizando a alta de preços

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

O Ibovespa em queda livre e outros destaques desta sexta

Com a queda de 2,07% desta sexta-feira, aos 111.439 pontos, o Ibovespa emplacou o seu quarto pregão seguido de baixa e, agora, acumula um retorno negativo de mais de 6% em 2021. É um desempenho decepcionante para um índice que começou o ano renovando máximas e atingiu o seu nível recorde há apenas três meses; […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies