Menu
2020-02-15T17:05:58-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Após imbróglio com os russos

Fertilizantes Heringer homologa plano de recuperação judicial

Segundo Fato Relevante divulgado ontem pela companhia, o plano foi homologado pelo juízo da 2ª Vara Cível da Comarca de Paulínia

15 de fevereiro de 2020
16:55 - atualizado às 17:05
Unidade de produção da Fertilizantes Heringer no Mato Grosso do Sul
Unidade de produção da Fertilizantes Heringer no Mato Grosso do Sul. - Imagem: Divulgação

A Fertilizantes Heringer (FHER3) homologou, na última sexta-feira (14), seu plano de recuperação judicial, aprovado na sua Assembleia Geral de Credores em 3 de dezembro do ano passado.

Segundo Fato Relevante divulgado ontem pela companhia, o plano foi homologado pelo juízo da 2ª Vara Cível da Comarca de Paulínia, no estado de São Paulo.

A íntegra do plano aprovado e a ata da referida assembleia de credores podem ser encontradas na página de Relações com Investidores da companhia e no site da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

A Heringer está em recuperação judicial desde fevereiro de 2019. Em setembro do ano passado, a companhia recebeu uma proposta de compra por dois grupos russos, o Uralkali e o Uralchem, o que levou suas ações a dispararem mais de 30% num só dia. Nos últimos 12 meses, as ações acumulam alta de 56,90%.

No entanto, a companha brasileira e os russos acabaram se desentendendo, e a Uralkali chegou a pedir ao juiz da 2ª Vara Cível de Paulínia para não homologar o pedido de recuperação judicial da Heringer em 20 de janeiro, sob a alegação de que o balanço da empresa estaria inflado e apresentaria inconsistências contábeis da ordem de R$ 700 milhões.

No início de fevereiro, a Heringer se manifestou, por Fato Relevante, alegando que os russos adotavam uma "postura questionável" durante as negociações e que vinham atuando de maneira "retaliatória" e "injustificada". A empresa negou as acusações de inconsistências nos balanços e disse estar tomando as medidas judiciais cabíveis contra os russos.

Reestruturação

O quadro de credores da Heringer é majoritariamente composto por fornecedores e instituições financeiras. Os créditos arrolados na RJ totalizam R$ 2,045 bilhões.

Para reestruturar seu passivo, a companhia suspendeu as atividades de nove unidades produtivas no fim de janeiro. Elas deverão ficar em processo de hibernação, mas mantendo suas licenças e manutenções necessárias para operar.

A operação atual conta com sete unidades de mistura, com capacidade instalada total de 2,9 milhões de toneladas por ano.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Presidente da Câmara

Maia defende fim das taxas de juros de cheque especial e de cartão de crédito

“São dois produtos que distorcem o sistema financeiro brasileiro”, destacou o deputado

ministro da economia

Após diagnóstico positivo de covid-19 em Bolsonaro, Guedes também fará teste

Guedes esteve com Bolsonaro ao menos sete vezes nos últimos 14 dias, período máximo de incubação do novo coronavírus até que o paciente comece a apresentar os sintomas

votação pode ser adiada

Senado vai realizar sessão presencial em agosto

Atividades presenciais do plenário do Senado e das comissões permanentes da Casa foram suspensas em março

retomada em breve?

Mercado de trabalho parou de piorar; melhora depende do ritmo da recuperação, diz FGV

Forte alta no Indicador Antecedente de Emprego (IAEmp), de 14 pontos na passagem de maio para abril, aponta mais para uma “redução no pessimismo”, segundo especialista da instituição

balanço

Diesel e gasolina fecham semestre em queda, diz Ministério de Minas e Energia

Segundo o MME, o fator de utilização das refinarias da Petrobras também foi reduzido no final do primeiro semestre

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements