Menu
2020-04-25T14:00:37-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Casamento desfeito

Embraer diz que Boeing “fabricou falsas alegações” para desistir de acordo

Para a Embraer, alegações da Boeing para cancelar associação foram pretexto para evitar o pagamento de US$ 4,2 bilhões previsto no acordo entre as fabricantes de aeronaves

25 de abril de 2020
13:53 - atualizado às 14:00
Embraer
Imagem: Divulgação

A Embraer partiu para o ataque contra a Boeing após a empresa norte-americana desistir da associação (joint venture) entre as fabricantes de aeronaves.

Para a companhia brasileira, a Boeing rescindiu indevidamente o Acordo Global da Operação (MTA).

Em comunicado, a Embraer informou que a Boeing “fabricou falsas alegações como pretexto para tentar evitar seus compromissos de fechar a transação”. O negócio previa o pagamento de US$ 4,2 bilhões por parte da empresa americana.

Leia também:

A Boeing teria adotado um “padrão sistemático de atraso e violações repetidas ao MTA, devido à falta de vontade em concluir a transação, sua condição financeira, ao 737 MAX e outros problemas comerciais e de reputação”.

Pouco depois do acordo com a Embraer, a Boeing entrou em uma crise gravíssima em razão dos problemas de seu jato 737 Max.

A situação piorou ainda mais recentemente diante da crise do coronavírus, que derrubou a demanda global por transporte aéreo.

“A empresa buscará todas as medidas cabíveis contra a Boeing pelos danos sofridos como resultado do cancelamento indevido e da violação do MTA”, acrescentou a Embraer, no comunicado.

O prazo para um acordo entre as empresas acabou ontem, mas poderia ser prorrogado. “A Boeing exerceu seu direito de rescisão depois que a Embraer não satisfez as condições necessárias”, informou a companhia norte-americana.

O negócio previa a criação de uma duas parcerias estratégicas, uma na área de aviação comercial da Embraer e outra para desenvolver novos mercados para as aeronaves C-390 Millennium de transporte aéreo e mobilidade aérea.

Com os rumores de que o negócio não seria concretizado, as ações da Embraer (EMBR3) fecharam em forte queda de 10,68% na B3 no pregão de ontem.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Sob nova direção

BR Distribuidora anuncia Wilson Ferreira Junior, da Eletrobras, como novo presidente

O executivo vai ocupar o lugar de Rafael Grisolia, que deixará o comando da rede de postos de combustíveis no fim deste mês

Mercados hoje

Dólar sobe e Nasdaq ganha força com “rotação invertida” nas bolsas; Eletrobras desaba em NY

Setor de tecnologia sustenta os índices S&P500 e Nasdaq em alta em meio a preocupações com avanço da covid-19; ações brasileiras caem em NY

Recuperação judicial

Oi recebe propostas acima do valor mínimo por unidade de fibra ótica

A operadora espera vender uma fatia de 25,5% a 51% de seu negócio de fibra ótica, por uma avaliação mínima de R$ 20 bilhões, incluindo dívida

Os juros vão subir?

Mercado eleva projeção para a Selic após reunião do Copom

A mediana das previsões para a taxa básica de juros neste ano subiu de 3,25% para 3,50% ao ano, de acordo com o relatório Focus, divulgado pelo Banco Central

Dinheiro no bolso

Banco do Brasil anuncia percentual do lucro que vai pagar em dividendos em 2020 e 2021

Banco pretende distribuir 35,29% do lucro líquido do ano de 2020 aos acionistas e 40% do resultado deste ano

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies