🔴 RENDA MÉDIA DE R$ 21 MIL POR MÊS COM 3 CLIQUES – SAIBA COMO

Cotações por TradingView
Ricardo Gozzi
MISTÉRIO NO AR

Investigadores tentam desvendar como o Boeing 737-800, um dos aviões mais seguros já construídos, caiu na China com 132 pessoas a bordo

Equipes de resgate ainda vasculham o local da queda do avião, ocorrida ontem, mas não encontraram sinais de sobreviventes

Avião Boeing 737-800
Imagem de divulgação do avião Boeing 737-800 - Imagem: Reprodução/Boeing

Há destroços incinerados e pertences pessoais espalhados por uma ampla área montanhosa e de difícil acesso, mas nenhum sinal de sobreviventes. Esta foi a observação predominante entre as equipes de resgate enviadas ao local da queda do Boeing 737-800 da China Eastern Airlines que caiu ontem no sul da China com 132 pessoas a bordo.

“Destroços do avião foram encontrados no local, mas até agora, nenhuma das pessoas que estavam foi encontrada”, noticiou a CCTV.

O avião decolou de Kunming às 13h11 de ontem, hora local, com 132 pessoas a bordo, sendo 123 passageiros e nove tripulantes. O pouso estava previsto para as 15h05 em Guangzhou. Porém, a aeronave deixou de emitir sinal às 14h22, quando sobrevoava a região de Wuzhou, segundo sites de monitoramento de voo.

Como as chances de se encontrar sobreviventes diminuem a cada hora que passa, o mais provável é que em breve venha a confirmação deste como o pior acidente aéreo ocorrido na China em quase três décadas.

Um mistério a ser desvendado

Enquanto as operações de busca prosseguem, as autoridades locais iniciaram as investigações para elucidar um mistério: como um dos aviões mais seguros já construídos pela Boeing caiu de bico em um momento no qual ainda deveria estar em voo de cruzeiro?

Ordenada pessoalmente pelo presidente Xi Jinping, a investigação é liderada pela agência chinesa de aviação civil. Um investigador sênior da agência homóloga dos Estados Unidos foi enviado à China para colaborar. Já a Boeing e a fabricante de turbinas CFM International atuarão como consultores técnicos.

Os investigadores tentarão determinar por que o avião despencou de uma altitude de quase 10 mil metros e em poucos minutos caiu em uma área montanhosa e remota de Wuzhou, no sul da China.

Além dos dados técnicos do voo e do áudio da cabine de comando, eles provavelmente examinarão também os voos anteriores da aeronave, o histórico de manutenção, as condições climáticas no momento da queda e a saúde do piloto.

Boeing 737-800 é um dos aviões mais seguros do mundo

O Boeing 737-800 é considerado um dos aviões mais seguros já construídos.

De acordo com a Cirium, empresa de análise de viagens, há mais de 4.200 Boeings 737-800 em operação no mundo. Destes, 1.177 compõem frotas de companhias aéreas chinesas.

Por precaução, a China Eastern estacionou todos os seus 737-800, o que levou ao cancelamento de mais de 8.700 voos apenas hoje, segundo a agência Bloomberg.

“Estamos falando de uma aeronave que compõe toda a frota da Ryanair [companhia aérea europeia de baixo custo]. Uma aeronave em serviço com a American Airlines, Qantas, FlyDubai, Ethiopian, KLM”, disse Alex Macheras, um analista independente de aviação, à CNBC.

Além disso, a aeronave envolvida na tragédia era relativamente nova. Estava em operação há pouco mais de seis anos.

Para Macheras, não há precedentes para um acidente como o de ontem. “Especialmente em altitude de cruzeiro. Estamos falando da fase mais segura do voo. É por isso que essas respostas serão necessárias o mais rápido possível”, acrescentou.

O que aconteceu com esse Boeing?

No momento do acidente, o voo MU5735 estava no ar havia mais de uma hora e encontrava-se prestes a iniciar a operação de descida. O avião executava ainda a fase de voo de cruzeiro quando despencou repentinamente.

De acordo com o site FlightRadar24, em apenas dois minutos e 15 segundos, o avião saiu de cerca de 9 mil metros de altitude para pouco mais de 3 mil antes de perder contato.

Emissoras chinesas de televisão transmitiram imagens que parecem mostrar um avião a jato caindo de bico em uma área montanhosa.

As imagens foram capturadas pela câmera de painel de um carro e foram reproduzidas pela mídia no mundo tudo, mas não é possível confirmar se referem-se ao acidente ocorrido ontem.

A expectativa é de que os investigadores analisem diversas causas possíveis para a tragédia.

As hipóteses mais prováveis a serem abordadas são:

  • ação deliberada;
  • erro do piloto;
  • problemas técnicos;
  • falha estrutural; ou
  • colisão aérea.

Os investigadores trabalham no momento nas buscas pelas chamadas “caixas pretas”. Elas contêm as gravações de voz da cabine e dos dados de voo.

*Com informações da BBC, da Bloomberg e da CNBC.

Compartilhe

Disputa pelos ares

China compra cerca de 300 aviões da Airbus, em novo golpe à rival Boeing

3 de julho de 2022 - 11:45

A Boeing citou repetidamente a China como essencial para seus planos de crescimento da produção, mas perdeu para a rival Airbus na encomenda mais recente do gigante asiático

TRAGÉDIA NA CHINA

Alguém derrubou esse avião de propósito na China; investigadores agora tentam descobrir quem foi

18 de maio de 2022 - 7:45

Dados recuperados da caixa preta sugerem que alguém na cabine derrubou o intencionalmente o Boeing 737-800 da China Eastern com 132 pessoas a bordo no fim de março

GUERRA ECONÔMICA

Veja as maiores sanções impostas contra a Rússia até agora — e o que Putin fez para se livrar delas

5 de abril de 2022 - 14:36

Na tentativa de isolar Moscou do resto do mundo e parar as tropas na Ucrânia, os EUA e seus aliados já anunciaram cerca de 50 medidas punitivas; listamos algumas das principais

A CAIXA PRETA É LARANJA

Explicações a caminho? Recuperada uma das ‘caixas pretas’ do Boeing 737-800 que caiu na China com 132 pessoas a bordo

23 de março de 2022 - 8:02

Avião mergulhava de bico, perto da velocidade do som, nos momentos que antecederam a tragédia, segundo especialistas ouvidos pela Bloomberg

TRAGÉDIA AÉREA

Avião cai na China com 132 pessoas a bordo; ações da Boeing operam em forte queda no pré-mercado em Nova York

21 de março de 2022 - 6:16

Boeing 737-800 caiu em uma região montanhosa perto de Wuzhou, no sul da China, e explodiu; equipes de resgate realizam buscas no local

BYE BYE!

Facebook (FBOK34), Netflix (NFLX34), Airbnb (AIRB34) e Apple (AAPL34): a enorme lista de empresas que cortaram laços com a Rússia e deixaram Putin na mão

4 de março de 2022 - 14:02

Além do efeito das sanções, que torna praticamente impossível a realização de negócios no país, essas companhias estão preocupadas com a imagem em meio à guerra

JETSON DA VIDA REAL

Passeio de carro voador na Austrália está mais perto da realidade com ajuda da Eve, da Embraer (EMBR3)

16 de fevereiro de 2022 - 14:21

A subsidiária da empresa brasileira recebeu um pedido de até 40 eVTOLs da Microflite, uma das principais operadoras de helicópteros da Austrália

De volta ao lar

Embraer (EMBR3) reintegra o setor de aviação comercial após o fiasco com a Boeing. E agora, como ficam as ações?

26 de janeiro de 2022 - 14:50

Para a Embraer (EMBR3), a parceria com a Boeing em aviação comercial é passado; mas será que o mercado precifica corretamente suas ações?

Empréstimo

Gol acerta financiamento de US$ 600 milhões para renovar frota de aviões

24 de janeiro de 2022 - 8:50

Empresa aérea usará o dinheiro para financiar a aquisição de 12 novas aeronaves Boeing 737 MAX 8, a uma taxa de juros menor que o custo atual da frota

Turbulência no radar

Juiz aceita processo movido por acionistas que acusam Boeing de negligência no caso 737 MAX

9 de setembro de 2021 - 6:43

Juiz considera que administração da empresa colocou produção rápida e maximização de lucros à frente da segurança

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies