2020-01-15T13:05:50-03:00
Reflexos da crise

Boeing tem redução no número de pedidos e entregas de aeronaves em 2019

Resultado é decorrência da crise que assola a Boeing após dois acidentes com o 737 MAX, que deixou 346 mortos

15 de janeiro de 2020
8:25 - atualizado às 13:05
Miniatura de Boeing 737 MAX em exposição em Moscou em julho de 2017 - Imagem: Shutterstock

A Boeing anunciou nesta terça-feira (14) os seus números de entregas de 2019 com uma consideravel redução do apresentado em 2018.

Segundo o comunicado, a companhia teve uma queda de 87 pedidos em 2019. Ou seja, foram feitos mais cancelamentos do que novos pedidos.

O resultado é decorrência da crise que assola a Boeing após dois acidentes com o 737 MAX, que deixou mais de 340 mortos.

O modelo se encontra proibido de voar desde março e sua fabricação está suspensa desde o começo do mês até que todas as solicitações feitas por autoridades mundiais sejam contempladas.

Nesse meio tempo, os pedidos para aeronaves 737 caíram 90% durante o ano.

Quanto ao número de entregas, a companhia realizou apenas 380 entregas, menos da metade do ano anterior, quando a Boeing havia entregado 806 aeronaves.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Fechamento Hoje

Tensão entre Rússia e Ucrânia e expectativa com reunião do Fed derrubam bolsas pelo mundo, e Ibovespa cai quase 1%, mas NY vira para o azul na reta final

Wall Street consegue uma virada impressionante e fechar em alta, depois de índices terem chegado a cair mais de 3%; Ibovespa reduziu perdas, mas ainda fechou com queda significativa, enquanto dólar subiu

NOVOS NEGÓCIOS

Google está de olho nas criptomoedas e vai criar unidade de negócio dedicada ao blockchain; entenda o que está por trás da decisão

Antes de se aventurar, gigante de tecnologia assistiu com cautela as movimentações das concorrentes para entrar no mercado de criptomoedas

MELHORA ARTIFICIAL

Pedidos de recuperação judicial caem em 2021 ao menor nível desde 2014

Para os especialistas os números do ano passado não representam uma recuperação econômica, mas uma melhora artificial no ambiente de negócios promovida por políticas públicas pontuais

APOSTA NA SIDERURGIA

A vez da Usiminas: BTG estima alta de mais de 55% para USIM5 nos próximos meses; saiba o que pode impulsionar as ações

Segundo os analistas, a empresa negocia nos múltiplos mais baixos da década e deve surfar na recuperação dos preços do aço