Menu
2020-01-15T13:05:50-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Reflexos da crise

Boeing tem redução no número de pedidos e entregas de aeronaves em 2019

Resultado é decorrência da crise que assola a Boeing após dois acidentes com o 737 MAX, que deixou 346 mortos

15 de janeiro de 2020
8:25 - atualizado às 13:05
miniatura de Boeing 737 MAX
Miniatura de Boeing 737 MAX em exposição em Moscou em julho de 2017 - Imagem: Shutterstock

A Boeing anunciou nesta terça-feira (14) os seus números de entregas de 2019 com uma consideravel redução do apresentado em 2018.

Segundo o comunicado, a companhia teve uma queda de 87 pedidos em 2019. Ou seja, foram feitos mais cancelamentos do que novos pedidos.

O resultado é decorrência da crise que assola a Boeing após dois acidentes com o 737 MAX, que deixou mais de 340 mortos.

O modelo se encontra proibido de voar desde março e sua fabricação está suspensa desde o começo do mês até que todas as solicitações feitas por autoridades mundiais sejam contempladas.

Nesse meio tempo, os pedidos para aeronaves 737 caíram 90% durante o ano.

Quanto ao número de entregas, a companhia realizou apenas 380 entregas, menos da metade do ano anterior, quando a Boeing havia entregado 806 aeronaves.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

ENTREVISTA EXCLUSIVA

Impressão de dinheiro por governos na crise deve favorecer bitcoin, diz CEO da Binance

Postura deflacionária do bitcoin pode fazer com que criptomoeda mantenha o valor durante períodos de crise, afirma Changpeng Zhao, também conhecido como “CZ”

IR 2020

Como declarar recursos e investimentos no exterior

Tem imóvel na Flórida? Investe por meio de uma corretora gringa? Contribuintes que têm ativos no exterior também devem incluir seus bens e rendimentos auferidos fora do Brasil na declaração de imposto de renda, seja o investimento feito diretamente, seja ele feito por pessoa jurídica

Sem guidance

Cosan e Comgás suspendem projeções de 2020 por coronavírus

Empresas poderão retomar projeções tão logo haja clareza acerca dos possíveis impactos em seus resultados, segundo documentos

Promessa feita

Trump promete pacote de US$ 250 bilhões para manter empregos

“Vamos oferecer muito dinheiro para as pequenas empresas do nosso país”, afirmou Trump; ele ponderou que ainda é preciso saber se a verba será suficiente

Magalu anuncia medidas

Magazine Luiza corta salários de executivos em até 80% e poderá suspender contratos

Companhia também disse que iniciou movimento de renegociação de contratos com fornecedores diretos e indiretos, para reduzir custos e ampliar prazos de pagamentos

Seu Dinheiro na sua noite

La bolsa de papel

O roteiro dramático da bolsa nesses tempos de crise do coronavírus muitas vezes me lembra o da série espanhola La Casa de Papel. Para quem não conhece, trata-se da história de um grupo de ladrões que invade a Casa da Moeda para produzir e roubar o próprio dinheiro. A quarta temporada, aliás, acaba de estrear […]

Atualização do covid-19

Brasil registra 667 mortes por coronavírus e 13,7 mil casos

O número representa um aumento de 20% em relação a ontem

Flexibilização de regras

B3 suspende prazo para Oi e outras ‘penny stocks’ ajustarem cotação

Devido ao estado de calamidade pública decretado por conta do coronavírus, a bolsa anunciou uma série de suspensões e prorrogações de prazos para que empresas listadas façam ajustes de forma a se readequar às regras do mercado

Pisando fundo

Mini-rali: Ibovespa desacelera na reta final, mas fecha em alta e acumula 10% de ganhos em dois dias

O Ibovespa ganhou terreno pelo segundo dia consecutivo, amparado pela menor percepção de risco político e pelos dados econômicos domésticos mais animadores — fatores que compensaram o viés mais cauteloso visto no exterior

Precisa ser mais rápido

Luiza Trajano diz que medidas foram adequadas, mas precisam chegar na ponta

Medidas adotadas pelo governo para combater o coronavírus foram adequadas, disse a presidente do Conselho do Magazine Luiza, a empresária Luiza Trajano

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements