Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-01-15T13:05:50-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Reflexos da crise

Boeing tem redução no número de pedidos e entregas de aeronaves em 2019

Resultado é decorrência da crise que assola a Boeing após dois acidentes com o 737 MAX, que deixou 346 mortos

15 de janeiro de 2020
8:25 - atualizado às 13:05
miniatura de Boeing 737 MAX
Miniatura de Boeing 737 MAX em exposição em Moscou em julho de 2017 - Imagem: Shutterstock

A Boeing anunciou nesta terça-feira (14) os seus números de entregas de 2019 com uma consideravel redução do apresentado em 2018.

Segundo o comunicado, a companhia teve uma queda de 87 pedidos em 2019. Ou seja, foram feitos mais cancelamentos do que novos pedidos.

O resultado é decorrência da crise que assola a Boeing após dois acidentes com o 737 MAX, que deixou mais de 340 mortos.

O modelo se encontra proibido de voar desde março e sua fabricação está suspensa desde o começo do mês até que todas as solicitações feitas por autoridades mundiais sejam contempladas.

Nesse meio tempo, os pedidos para aeronaves 737 caíram 90% durante o ano.

Quanto ao número de entregas, a companhia realizou apenas 380 entregas, menos da metade do ano anterior, quando a Boeing havia entregado 806 aeronaves.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

PROMESSA DESCUMPRIDA

Reforma administrativa não sai antes das eleições, admite relator da proposta na Câmara

O deputado Arthur Maia afirmou que faltou empenho do executivo para garantir que o texto fosse aprovado no Congresso

FOGUETE SEM FREIO

Boeing tropeça e SpaceX, de Elon Musk, garante mais três viagens tripuladas com a Nasa

O plano original era alternar missões com as duas empresas, mas o Starliner, foguete da Boeing, deve ficar impedido de voar até 2023

ALÍVIO NO BOLSO

Sem dizer quanto, Bolsonaro promete que Petrobras (PETR4) anunciará redução no preço dos combustíveis nesta semana

O presidente, que é um dos críticos mais ferrenhos da política de preços da estatal, afirmou que a queda deve seguir por algumas semanas

INVESTIDORES ATENTOS

4 fatos que mexem com o Ibovespa na próxima semana — incluindo Copom e IPO do Nubank

O principal índice acionário brasileiro terá um calendário cheio de eventos e dados econômicos para digerir ao longo dos próximos dias

Alívio no Orçamento

Com receita acima do esperado, Economia reduz estimativa de rombo nas contas públicas em 2022

Considerando todo o setor público, o que inclui Estados e Municípios, as novas projeções da pasta preveem até mesmo um saldo positivo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies