Menu
2020-02-25T21:25:58-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
De olho nos números

Gerdau, EcoRodovias, Engie, Iguatemi, Telefônica, IRB e Weg: os balanços que movimentam os mercados nesta quarta-feira

Confira os resultados das empresas que divulgaram seus números na noite de ontem e na manhã de hoje

18 de fevereiro de 2020
19:38 - atualizado às 21:25
balanços
Imagem: Shutterstock

A quarta-feira (19) promete ser de mais movimentos na bolsa com o embalo da temporada de balanços anuais e do 4º trimestre de 2019.

Entre a noite de terça-feira e a manhã desta quarta ao menos seis grandes empresas divulgaram seus números: EcoRodovias, Engie, Iguatemi, IRB, Telefônica e Weg.

Ontem, o Ibovespa terminou o dia em baixa de 0,29%, aos 114.977,29 pontos, após tocar os 113.532,04 pontos na mínima (-1,37%). O dólar à vista foi a R$ 4,3574, numa alta de 0,65%. Veja como foi o dia dos mercados.

Confira os principais destaques de cada balanço:

Gerdau

O lucro líquido da Gerdau atingiu R$ 1,217 bilhão em 2019, uma queda de 47% em relação ao registrado no ano anterior. O resultado ajustado, que exclui efeitos extraordinários do balanço, traz um lucro de R$ 1,295 bilhão para a Gerdau no ano, 48% abaixo do ano anterior e abaixo da estimativa dos mercados, de R$ 1,68 bilhão.

As vendas de aço pela companhia caíram 17% em 2019, para 12 milhões de toneladas. A retração é consequência de desinvestimentos feitos pela companhia na América do Norte.

A Gerdau também anunciou o pagamento de R$ 51 milhões em dividendos (R$ 0,03 por ação). Os valores serão depositados no dia 11 de março aos acionistas com posição em 28 de fevereiro.

  • Lucro líquido (2019): R$ 1,217 bilhão (↓47%)
  • Ebitda (2019): R$ 5,712 bilhões (↓14%)
  • Receita líquida (2019): R$ 39,6 bilhões (↓14%)

EcoRodovias

A concessionária apresentou lucro líquido de R$ 290,4 milhões em 2019, resultado que representa uma forte queda de 26,1%. Na geração de caixa, o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) pró-forma fechou o ano em R$ 2,033 bilhões, alta de 15,5% na comparação com 2018. Já a receita líquida subiu 17% em 2019 e alcançou R$ 2,945 bilhões.

  • Lucro líquido (2019): R$ 290,4 milhões (↓26,1%)
  • Ebitda (2019): R$ 2,033 bilhões (↑15,5%)
  • Receita líquida (2019): R$ 2,516 bilhões (↑17%)

Engie

A empresa de energia apresentou um lucro líquido de R$ 2,311 bilhões em 2019, praticamente estável em relação ao ano anterior (-0,2%). A geração de caixa medida pelo Ebitda alcançou R$ 5,163 bilhões, alta de 18,2%, enquanto a receita líquida da companhia foi a R$ 9,804 bilhões, alta de 11,5%.

  • Lucro líquido (2019): R$ 2,311 bilhões (↓0,2%)
  • Ebitda (2019): R$ 5,163 bilhões (↑18,2%)
  • Receita líquida (2019): R$ 9,804 bilhões (↑11,5%)

Iguatemi

A administradora de shoppings centers no Brasil veio bem e registrou lucro líquido de R$ 314,3 milhões no ano passado, alta de 20,7% na comparação com 2018. O Ebitda da companhia fechou o ano em R$ 635,7 milhões (↑13,8%) enquanto a receita líquida encerrou o período em alta de 4,5%, a R$ 754,2 milhões.

  • Lucro líquido (2019): R$ 314,3 milhões (↑20,7%)
  • Ebitda (2019): R$ 635,7 milhões (↑13,8%)
  • Receita líquida (2019): R$ 754,2 milhões (↑4,5%)

Telefônica

A Telefônica apresentou no quarto trimestre um lucro líquido pro forma de R$ 1,364 bilhão. No ano, houve uma queda nessa linha do balanço, conforme abaixo. Mas considerando o lucro líquido corrente a alta foi de 2,5% em 2019.

  • Lucro líquido pro forma (2019): R$ 5,3 bilhões (↓40,6%)
  • Ebitda em 2019: R$ 16,232 bilhões (↓8,9%)
  • Receita líquida operacional em 2019: R$ 44 bilhões (↑1,9%)

IRB Brasil

Alvo de questionamentos sobre o balanço que levaram a uma perda de 20% do valor de mercado apenas em fevereiro, a empresa de resseguros IRB Brasil registrou lucro líquido de R$ 1,764 bilhões no ano passado, um aumento de 44,7% em relação a 2018. Saiba mais.

  • Lucro líquido (2019): R$ 1,764 bilhões (↑44,7%)
  • Volume de prêmios (2019): R$ 8,5 bilhões (↑22,3%)

Weg

A Weg informou um lucro líquido de R$ 500,4 milhões no quarto trimestre de 2019, alta de 49,3%. No ano, a expansão foi de 20,6%. Veja os principais números:

  • Lucro líquido (2019): R$ 1,6 bilhão (↑20,6%)
  • Ebitda em 2019: R$ 2,444 bilhões (↑23,1%)

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

IPO 'esquecido'

A Moura Dubeux tem a maior queda entre as novatas da bolsa. É hora de comprar?

Focada no mercado de média/alta renda do Nordeste, a Moura Dubeux amarga queda de mais de 50% desde o IPO, apesar do bom momento operacional

Organização ou cartel?

Petróleo recua após comitê dos EUA aprovar projeto que pode implicar Opep em lei antitruste

A organização foi acusada de realizar um “conluio” entre seus membros para fixar o preço da commodity

túnel do tempo

Há um ano o impossível aconteceu: o petróleo fechou com preço negativo. Lembra disso?

Situação nunca vista na história foi provocada pela combinação da crise de covid-19 e a disputa entre Rússia e Arábia Saudita

Fundo de cripto

Vai perder? Termina hoje o prazo de reserva do ETF de criptomoedas da Hashdex

Por causa do feriado de Tiradentes de amanhã (21), não haverá pregão na bolsa de valores brasileira. Dessa forma, termina hoje o prazo para reserva de oferta do ETF

MERCADOS HOJE

Saída encontrada para o Orçamento preocupa e bolsa opera em queda; dólar também recua

Com a agenda de indicadores esvaziada e a véspera de feriado trazendo uma maior cautela ao cenário, os investidores devem repercutir o acordo para a sanção do Orçamento

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies