Menu
2020-12-15T14:52:15-03:00
Rafael Lara
Rafael Lara
Estudante de jornalismo na Faculdade Cásper Líbero de São Paulo. Trabalhou em empresas como: TV Gazeta, Suno Research e Portal iG.
Perto de recorde

Apple tem salto de US$ 88 bi na bolsa com notícia sobre produção de iPhones em 2021

Desde o início de setembro, as ações estão sendo negociadas em seu ponto mais alto.

15 de dezembro de 2020
14:52
Loja da Apple em Nova York
Imagem: Shutterstock

A Apple subiu mais de 4% nesta terça-feira (15) após o jornal asiático "Nikkei Asia" ter informado que a empresa aumentará a produção do iPhone no ano que vem.

Leia também:

A gigante da tecnologia planeja produzir 96 milhões de iPhones no primeiro semestre de 2021, segundo o relatório divulgado pelo jornal asiático. A soma gera um aumento de 30% em relação ao período em 2020, mostrando que a sua demanda por uma linha de iPhone 12 com capacidade para 5G era forte, apesar do forte impacto econômico mundial causado pela pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2).

Após a disparada das ações, o valor de mercado da Apple subiu para US$ 88 bilhões. Desde o início de setembro, as ações estão sendo negociadas em seu ponto mais alto.

A Apple pediu aos fornecedores que aumentassem a produção de sua linha do iPhone 12, além da dos modelos mais antigos do iPhone 11 e do iPhone SE, de acordo com a Nikkei. As projeções provisórias para o ano inteiro mostram que a companhia pretende produzir 230 milhões de iPhones no próximo ano, mostrando um aumento de 20% em relação ao total de 2019. Mesmo assim, a meta está sujeita a mudanças com a demanda do consumidor, informa o jornal asiático.

Caso a Apple atinja sua meta provisória, as remessas ficarão um pouco abaixo do seu recorde visto em 2015, de 231,5 milhões de iPhone.

O relatório da Nikkei foi divulgado após a divulgação de quedas anuais consecutivas da Apple nas remessas de iPhone em 2018 e 2019. A queda nas vendas de celulares foi compensada pelo aumento da receita de serviços e wearables da Apple. Se realmente for concretizada uma aceleração na demanda do iPhone e os outros negócios da companhia continuarem subindo, a empresa poderá ter seu desempenho superior ainda mais impulsionado.

Ainda segundo o relatório, a Apple também planeja crescer com a sua produção de computadores mais caros, o que inclui o MacBook Pro e o iMac. A companhia divulgou seus primeiros computadores com a inovação de chips auto-projetados, planejando substituir todos os processadores Intel por suas próprias CPUs até 2022.

Por volta das 14h37 desta terça, as ações da Apple (APPL) na Nasdaq estão em alta de 3,92% a US$ 126,55. O seu BDR (APPL34), que é negociado na B3, dispara 2,65%, cotado a R$ 64,41.

*Com informações da Business Insider e Nikkei Asia

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Os três mosqueteiros do varejo e outros destaques da noite

Na bolsa e no setor de varejo, a máxima do “um por todos e todos por um” não se aplica. Empresas competem umas com as outras e investidores buscam as melhores aplicações — o “cada um por si” tem bem mais adeptos. Mas, quem diria, três mosqueteiros juntaram suas espadas para comemorar os bons resultados […]

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa sobe puxado pelo minério de ferro e encosta nos 123 mil; NY fecha o dia no vermelho

Com a economia chinesa aquecida, a demanda por commodities segue em alta e sustenta bons níveis para o Ibovespa.

Seleção Empiricus

🔴 AO VIVO: Quais são os investimentos para o segundo semestre? | Seleção Empiricus

Caminhando para o fim do primeiro semestre, nosso time do Seleção Empiricus de hoje discute o que podemos esperar da Bolsa para os próximos meses. A escalação do jogo de hoje conta com Max Bohm, Matheus Spiess, Cris Fensterseifer e Marcos Queiroz.

Segure seus bitcoins

Golpistas se passam por Elon Musk e roubam dinheiro de investidores de criptomoedas

Os criminosos usaram perfis falsos do CEO da Tesla para levar ao menos US$ 2 milhões de entusiastas do bitcoin e outras moedas digitais

Orçamento apertado

Segmentos mais impactados de comércio e serviços tiveram perdas de R$ 225,7 bi em 2020

Montante é maior que o total produzido por países como Sérvia e Tunísia. Varejo de roupas perdeu 10% do seu tamanho no ano passado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies