Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-11-30T20:34:22-03:00
Rafael Lara
Rafael Lara
Estudante de jornalismo na Faculdade Cásper Líbero de São Paulo. Trabalhou em empresas como: TV Gazeta, Suno Research e Portal iG.
Cuidado com a água

Apple é multada por propaganda enganosa sobre função de iPhone

De acordo com a agência italiana, a resistência à água é apenas verdadeira em condições controladas de laboratório.

30 de novembro de 2020
14:32 - atualizado às 20:34
Foto de um iPhone da Apple
Imagem: Shutterstock

A gigante norte-americana Apple foi multada pela agência reguladora de concorrência da Itália em 10 milhões de euros (US$ 12 milhões) por fazer falsas alegações sobre o quão à prova d'água seus iPhones são.

Leia também:

A Autorità Garante della Concorrenza e del Mercato (AGCM) anunciou a penalidade nesta segunda-feira (30), afirmando que a Apple enganou o público em duas acusações.

A primeira acusação se trata dos materiais promocionais da Apple, em que a companhia afirmou que vários modelos de seus iPhone - do iPhone 8 ao iPhone 11 - teriam uma resistência à água a uma profundidade de 1 a 4 metros por até 30 minutos, a depender do modelo.

De acordo com a agência italiana, isso é apenas verdade em condições controladas de laboratório, com a água totalmente parada e pura, o que obviamente não corresponde ao mundo real.

Além disso, a AGCM alega que os termos de garantia da Apple eram enganosos, já que seriam anulados se o celular fosse danificado por líquidos. A agência disse que a companhia dos EUA não conseguiu consertar iPhones danificados pela água.

Ao Business Insider, a Apple não comentou o caso.

*Com informações de Business Insider

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Fusão cheia de travas

Na Omega Geração (OMGE3), um grupo importante de acionistas está descontente — e quer barrar os planos da empresa

Fundos detentores de 28,6% da Omega Geração (OMGE3) se uniram e dizem que não vão aprovar a fusão com a Omega Distribuição nos termos atuais

Potencial de 36% de alta

Como fica a XP após a separação do Itaú? Para o JP Morgan, é hora de comprar as ações da corretora

A equipe do JP Morgan vê as pressões vendedoras nas ações da XP após a separação com o Itaú se dissipando; assim, a recomendação é de compra

Digitalização

A hora e a vez do e-commerce: com pandemia, comércio online mais que dobra e já chega a 21% das vendas do varejo

O fechamento das lojas físicas promovido pela pandemia fez o setor de varejo acelerar a aposta no e-commerce e nas vendas digitais

A bolsa como ela é

Stone, Inter e Méliuz caem forte na bolsa. É o fim das fintechs como as conhecemos?

Muito desse movimento tem a ver com a subida dos juros. Mas alguns fatores específicos também pesaram sobre as ações. Em alguns casos, pesaram com razão; em outros, nem tanto

Ajuste seu relógio

Pregão terá uma hora a mais a partir de novembro; entenda a mudança e veja a nova agenda da bolsa

As alterações começam a valer a partir do dia 8 de novembro; a B3 vai ajustar a bolsa para refletir o fim do horário de verão nos EUA

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies