Menu
2020-07-23T09:32:58-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
efeito coronavírus

American Airlines tem queda de 86% na receita; prejuízo vai a US$ 2 bi

Cifra ajustada chega a US$ 7,82 de prejuízo por ação, um pouco melhor do que a expectativa do mercado, mas ainda revelando perdas profundas com a pandemia

23 de julho de 2020
8:48 - atualizado às 9:32
Boeing American Airlines 787 Dreamliner
Imagem: PRNewsfoto/Boeing

Qual o peso da pandemia para o setor de aviação? A gigante American Airlines revelou resultados do segundo trimestre nesta quinta-feira (23) que ajudam a dimensionar o rombo causado pelo novo coronavírus em companhias aéreas.

A empresa teve prejuízo líquido de US$ 2,07 bilhões, marcando o segundo trimestre consecutivo de perdas. O valor corresponde a US 4,82 por ação. Ajustado, a cifra chega a de US$ 7,82, um pouco melhor do que a expectativa do mercado de prejuízo de US$ 7,84, segundo a FactSet.

No mesmo período do ano passado, a aérea americana havia registrado um lucro de US$ 666 milhões - ou US$ 1,49 por ação. No resultado de hoje, a empresa revelou queda de 86,4% da receita, para US$ 1,62 bilhão.

As ações da American Airlines têm desconto de 60% desde janeiro, na esteira da crise do novo coronavírus - que derrubou a demanda de passageiros a partir de março. Os papéis tinham uma leve alta no pré-mercado desta quinta, de 0,88%, a US$ 11,46.

O que impõe ainda mais pressão sobre o setor de aviação comercial é que, mesmo com a reabertura das economias, a perspectiva é que as empresas tenham que adotar uma série de medidas de segurança que devem encarecer as operações. Soma-se ainda o receio das pessoas em viajar.

Em maio, o conglomerado Berkshire Hathaway, administrado pelo lendário investidor Warren Buffett, informou que havia vendido as ações de companhias aéreas americanas que detinha - o portfólio, além da American, inluía Southwest, United e Delta Airlines.

No mundo todo, companhias aéreas que já estavam em uma situação mais sensível entraram com pedido de recuperação judicial, entre elas a britânica Flybe, a AeroMexico e a Latam.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

follow on

Ânima levanta R$ 918 milhões em oferta restrita de ações

Recursos levantados serão destinados a financiar parte da aquisição dos ativos do grupo americano de educação Laureate no Brasil

na briga

Em meio a IPO da Rede D’Or, Dasa adquire rede de hospitais em SP por R$ 1,77 bi

Com Leforte, companhia passa a ter cinco hospitais na região metropolitana de São Paulo e expande número de leitos de internação para 2,6 mil

Entrevista exclusiva

Meta da Mitre é lançar cerca de R$ 1,5 bi por ano e pagar ‘bastante dividendo’, diz CEO

Com queda de cerca de 20% no preço das ações desde o IPO, a construtora Mitre Realty entregou bons resultados no 3º trimestre e atingiu 75% da meta inicial de lançamentos para o ano; a partir de 2021, objetivo é estabilizar em seu “tamanho ideal” e focar em rentabilidade e dividendos, diz o presidente Fabrício Mitre.

Sextou com o Ruy

Compre ações de empresas que ganham junto com o cliente

A Pagseguro e a Stone são ótimos exemplos dessa mudança. Elas surgiram com o propósito de melhorar a experiência para os clientes insatisfeitos com os serviços da Cielo e da Redecard

prévias operacionais

Na Gol, demanda por voos cai 43,8% em novembro na comparação anual

No acumulado em 11 meses, a demanda tem recuo de 53,6% na comparação com 2019, enquanto a oferta recuou 52,4%

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies