Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-12-06T16:34:38-03:00
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @RenanSSousa1
destaques da bolsa

Gol (GOLL4) e Azul (AZUL4) disparam mais de 10% com alívio do noticiário sobre a covid-19; confira destaques

A demanda doméstica impulsiona o setor em novembro, com o desempenho das empresas melhor do que o esperado

6 de dezembro de 2021
16:34
Azul
O dólar fez o viajante migrar do exterior para as viagens domésticas. Imagem: Divulgação

Quem viu a queda dos papéis da Gol (GOLL4) e da Azul (AZUL4) em novembro nem imaginava que as maiores altas do Ibovespa desta segunda-feira (06) viriam do setor aéreo — e por causa das notícias sobre a covid-19

O coronavírus derrubou os papéis das empresas no fim do mês passado, com a descoberta da variante ômicron da Covid. Entretanto, passada a tensão inicial, o setor avança com a informação de que a nova cepa da covid-19 causa quadros mais leves e menos letais da doença. 

A recuperação do mercado doméstico também é destaque entre as aéreas; ainda no setor de viagens e turismo, o anúncio de uma parceria entre a Embraer (EMBR3) e uma empresa australiana para fornecer aviões totalmente elétricos dá forças aos papéis da companhia brasileira. 

Confira os destaques do Ibovespa hoje:

Gol (GOLL4)

Os resultados prévios de novembro da maior companhia aérea brasileira mostraram uma retomada das atividades no mês. Entre os indicadores da empresa, apenas a taxa de ocupação caiu marginalmente, cerca de 2,3 pontos em relação ao mesmo mês do ano passado

A oferta de assentos (ASK) subiu 20,4%, enquanto a demanda (RPK) avançou 17,1%. O total de passageiros transportados subiu 24,4% em novembro, na comparação anual.

A taxa de ocupação total foi de 82,1%, sendo que o tráfego doméstico foi de 82,4% e as viagens internacionais registraram 70,2% de ocupação. 

Com isso, os papéis GOLL4 registram a maior alta do Ibovespa, um avanço de 12,33%, cotados a R$ 17,04, por volta das 15h45. 

Azul (AZUL4)

A alta do dólar e o fechamento de fronteiras internacionais fez crescer o número de voos domésticos, o que abriu espaço para a Azul (AZUL4) dominar o setor.

De acordo com a apresentação aos analistas do Azul Day, a companhia atende cerca de 127 cidades, mais que o dobro da maior concorrente da empresa, que fornece voos para 61 municípios, segundo dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

A empresa também registrou uma queda nos litros de combustível consumidos por quilômetro. Desde 2016, o número caiu 19%, sendo que, em relação a 2020, a redução é de 2,19%

Por fim, a companhia corresponde a 35% do mercado nacional, com um aumento de receita de mais de 100% desde 2019.

Por volta das 15h45, as ações AZUL4 avançavam 9,99%, aos 24,68%.

Embraer (EMBR3)

A empresa anunciou hoje uma parceria com a Eve Urban Air Mobility Solutions, conhecida como Eve, para implementação de táxi aéreo na região da Grande Sidney. O acordo foca no turismo sustentável na Austrália, com pretensão de viagens 100% elétrica com emissão zero. 

A tecnologia das 50 aeronaves elétricas do projeto é chamada eVTOL, para decolagem e pouso vertical, com entregas previstas para 2026. 

“Sidney precisa de um estímulo pós-Covid e a melhor maneira de fazer isso é gerando empregos de alta tecnologia e zero carbono que apoiem o transporte, o turismo e a energia desta cidade maravilhosa. A tecnologia eVTOL da Eve se integra perfeitamente à nossa frota anfíbia elétrica para oferecer uma variedade de viagens turísticas e de transporte  regional”, disse Aaron Shaw, CEO da Sydney Seaplanes. 

No mesmo horário, os papéis EMBR3 avançavam 6,21% R$ 20,33.

CVC (CVCB3)

Por fim, o noticiário positivo com uma perspectiva de retomada das atividades também impulsiona os papéis da CVC, que subiam 5,65%, cotados a R$ 14,94. 

De acordo com dados do TradingMap, a mediana do preço-alvo para os papéis CVCB3 está  em R$ 23, o que representa uma alta de aproximadamente 54%. Nas projeções mais otimistas, o preço-alvo das ações da CVC é de R$ 34,50, avanço de 130%.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

SEM ESPAÇO NO ORÇAMENTO

Servidores iniciam manifestação e prometem greve para fevereiro, mas Mourão diz que não há espaço para reajustes

Na peça aprovada no Congresso em Dezembro foi incluída uma previsão de R$ 1,7 bilhão para reajustes de salários do funcionalismo, contudo, a a categoria que seria beneficiada não foi especificada

NA CORRIDA PELA MINERAÇÃO

Intel planeja entrar no lucrativo ramo de mineração de criptomoedas e competir com Nvidia, a próxima empresa de US$ 1 trilhão

A escassez de condutores e semicondutores pode atrapalhar os planos da empresa, que divulgará o novo chip em fevereiro deste ano

TECHS SOFREM

Por que a alta dos juros nos EUA derruba as ações de Locaweb (LWSA3) e Inter (BIDI11) na B3?

O movimento com as ações ligadas ao setor de tecnologia na B3 ocorre desde o início do ano. Os papéis da Locaweb, por exemplo, acumulam queda de 40% apenas nos primeiros dias de 2022

FOLLOW ON

BRF definirá dia 1º preço da ação no follow on, que pode girar cerca de R$ 8 bi

A operação pode abrir o caminho para a Marfrig assumir o controle da BRF

Fatia maior

Gestora Alaska aumenta participação na Cogna (COGN3) para mais de 15%, e ação dispara

Papel tem uma das maiores altas do Ibovespa depois que gestora de Henrique Bredda e Luiz Alves Paes de Barros informou ter adquirido mais ações na companhia de educação

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies