🔴 AS BIG TECHS ESTÃO ‘SUGANDO’ DINHEIRO DA BOLSA BRASILEIRA? – VEJA COMO SE PROTEGER

Renato Carvalho
Saindo da turbulência

Motores esquentando novamente? Embraer (EMBR3) volta a ter lucro e segundo semestre deve ser ainda melhor

Além dos números de abril a junho, fabricante de aviões voltou a divulgar suas projeções para 2021, com expectativas para entregas e receitas

Renato Carvalho
13 de agosto de 2021
12:38 - atualizado às 20:13
Avião Embraer E190-E2, aeronave de segunda geração da família de aviões comerciais da Embraer (EMBR3)
Imagem: Shutterstock

Se fizermos uma lista “top of mind” de setores prejudicados pela pandemia de covid-19, aviação certamente estará entre os mais citados. E claro que a Embraer (EMBR3) não escapou da crise. Ao menos até o segundo trimestre de 2021, quando o cenário parece ter mudado.

Depois de amargar uma sequência de prejuízos, a fabricante de aeronaves fechou o período entre abril e junho com lucro ajustado de R$ 212,8 milhões. O lucro aos acionistas da Embraer foi de R$ 438 milhões.

Isso depois de prejuízos de R$ 523 milhões no primeiro trimestre deste ano, e perdas superiores a R$ 1 bilhão no segundo trimestre do ano passado, quando a pandemia estava no seu início.

Naquele período, as fronteiras começaram a ser fechadas, e as viagens internacionais foram praticamente paralisadas. Assim, as companhias aéreas diminuíram suas operações, e a demanda por novos aviões foi no mesmo caminho.

A prévia divulgada pela Embraer em julho, com a carteira de pedidos firmes (backlog), já antecipava uma retomada aos níveis pré-pandemia. Foram 34 jatos entregues no segundo trimestre, totalizando US$ 15,9 bilhões.

O Ebitda ajustado no período ficou em R$ 837,6 milhões, ante um resultado negativo de quase R$ 625 milhões no ano passado. No primeiro trimestre, o indicador ficou positivo em pouco mais de R$ 100 milhões.

As receitas mais que dobraram em um ano, passando de R$ 2,9 bilhões no segundo trimestre do ano passado para quase R$ 6 bilhões neste ano.

Mas o que vem por aí?

Mas além dos números do trimestre passado, o que anima de verdade os investidores é a perspectiva dada pelos guidances divulgados pela Embraer. Tanto que a ação teve a segunda maior alta do Ibovespa no dia, com valorização de 7,28%, a R$ 20,79.

A companhia espera ter receita líquida consolidada entre US$ 4 bilhões e US$ 4,5 bilhões neste ano, com margem Ebitda ajustada entre 8,5% e 9,5%. No segundo trimestre, a margem foi de 14,1%.

Nas entregas, a Embraer projeta fechar o ano com um número entre 45 e 50 aviões comerciais, e entre 90 e 95 jatos executivos. Até junho, foram 23 comerciais e 33 executivos.

Para o fluxo de caixa livre, a companhia espera um intervalo que pode ir de queima de US$ 150 milhões até terminar o ano no zero a zero.

Veja neste vídeo outras cinco ações que estão bem descontadas e podem trazer bons retornos:

Analistas otimistas

A combinação dos números fortes do segundo trimestre e das projeções mais arrojadas animou os analistas do BTG Pactual.

O banco lembra que a projeção para o fluxo de caixa, considerado bastante importante para projetar o desempenho futuro da Embraer, não leva em conta eventuais aquisições ou venda de ativos.

O BTG já esperava que a ação reagiria bem aos números e ao guidance. E aponta motivos que podem levar a novas valorizações no curto prazo. São eles:

  • Aceleração da vacinação nos Estados Unidos e na Europa, regiões às quais a Embraer tem alta exposição;
  • Segmento Executivo mostrando resiliência na crise;
  • O alto potencial de retorno do novo negócio de mobilidade urbana, com o carro voador.

A recomendação do BTG Pactual para o American Depositary Receipt (ADR) da Embraer é de Compra, com preço-alvo de US$ 20, ante o preço de fechamento de ontem em US$ 14,68, um potencial de valorização de 36%.

Sobre a Eve, empresa de mobilidade urbana, a Ativa Investimentos conta que os executivos da Embraer fizeram comentários durante a teleconferência com analistas, e se mostraram bastante otimistas.

A Embraer espera obter a certificação para funcionamento da Eve até 2025, e começar a operar com os carros voadores em 2026. A companhia inclusive já fechou algumas parcerias e tem pedidos já feitos para os veículos EVTOL, antes mesmo de a operação começar.

Segundo a Ativa, os números do segundo trimestre ficaram acima das expectativas dos analistas da casa. Mas a recomendação para a ação continua Neutra, com preço-alvo em R$ 16, abaixo do patamar atual, próximo dos R$ 20.

Compartilhe

Engordando os proventos

Caixa Seguridade (CXSE3) pode pagar mais R$ 230 milhões em dividendos após venda de subsidiárias, diz BofA

14 de setembro de 2022 - 13:22

Analistas acreditam que recursos advindos do desinvestimento serão destinados aos acionistas; companhia tem pelo menos mais duas vendas de participações à vista

OPA a preço atrativo

Gradiente (IGBR3) chega a disparar 47%, mas os acionistas têm um dilema: fechar o capital ou crer na vitória contra a Apple?

12 de setembro de 2022 - 13:09

O controlador da IGB/Gradiente (IGBR3) quer fazer uma OPA para fechar o capital da empresa. Entenda o que está em jogo na operação

novo rei?

O Mubadala quer mesmo ser o novo rei do Burger King; fundo surpreende mercado e aumenta oferta pela Zamp (BKBR3)

12 de setembro de 2022 - 11:12

Valor oferecido pelo fundo aumentou de R$ 7,55 para R$ 8,31 por ação da Zamp (BKBR3) — mercado não acreditava em oferta maior

Exclusivo Seu Dinheiro

Magalu (MGLU3) cotação: ação está no fundo do poço ou ainda é possível cair mais? 5 pontos definem o futuro da ação

10 de setembro de 2022 - 10:00

Papel já alcançou máxima de R$ 27 há cerca de dois anos, mas hoje é negociado perto dos R$ 4. Hoje, existem apenas 5 fatores que você deve olhar para ver se a ação está em ponto de compra ou venda

NOVO ACIONISTA

Com olhos no mercado de saúde animal, Mitsui paga R$ 344 milhões por fatias do BNDES e Opportunity na Ourofino (OFSA3)

9 de setembro de 2022 - 11:01

Após a conclusão, participação da companhia japonesa na Ourofino (OFSA3) será de 29,4%

Estreia na bolsa

Quer ter um Porsche novinho? Pois então aperte os cintos: a Volkswagen quer fazer o IPO da montadora de carros esportivos

6 de setembro de 2022 - 11:38

Abertura de capital da Porsche deve acontecer entre o fim de setembro e início de outubro; alguns investidores já demonstraram interesse no ativo

Bateu o mercado

BTG Pactual tem a melhor carteira recomendada de ações em agosto e foi a única entre as grandes corretoras a bater o Ibovespa no mês

5 de setembro de 2022 - 15:00

Indicações da corretora do banco tiveram alta de 7,20%, superando o avanço de 6,16% do Ibovespa; todas as demais carteiras do ranking tiveram retorno positivo, porém abaixo do índice

PEQUENAS NOTÁVEIS

Small caps: 3R (RRRP), Locaweb (LWSA3), Vamos (VAMO3) e Burger King (BKBR3) — as opções de investimento do BTG para setembro

1 de setembro de 2022 - 13:50

Banco fez três alterações em sua carteira de small caps em relação ao portfólio de agosto; veja quais são as 10 escolhidas para o mês

PATRIMÔNIO HISTÓRICO

Passando o chapéu: IRB (IRBR3) acerta a venda da própria sede em meio a medidas para se reenquadrar

30 de agosto de 2022 - 11:14

Às vésperas de conhecer o resultado de uma oferta primária por meio da qual pretende levantar R$ 1,2 bilhão, IRB se desfaz de prédio histórico

Exclusivo Seu Dinheiro

Chega de ‘só Petrobras’ (PETR4): fim do monopólio do gás natural beneficia ação que pode subir mais de 50% com a compra de ativos da estatal

30 de agosto de 2022 - 9:00

Conheça a ação que, segundo analista e colunista do Seu Dinheiro, representa uma empresa com histórico de eficiência e futuro promissor; foram 1200% de alta na bolsa em quase 20 anos – e tudo indica que esse é só o começo de um futuro triunfal

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar