Menu
2020-04-27T10:36:41-03:00
Agência Brasil
histórico

Confiança do comércio tem maior queda desde 2010

Icom, medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), teve queda de 26,9 pontos na passagem de março para abril deste ano

27 de abril de 2020
10:36
Comércio
Imagem: Fotos Públicas

O Índice de Confiança do Comércio (Icom), medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), teve queda de 26,9 pontos na passagem de março para abril deste ano. Com esse, que foi o maior recuo do indicador em toda a série iniciada em abril de 2010, o Icom chegou a 61,2 pontos, em uma escala de zero a 200. Esse também é o menor patamar do indicador na série.

A confiança caiu em todos os seis segmentos pesquisados pela FGV. Houve pioras na confiança dos empresários do comércio tanto em relação ao presente quanto em relação ao futuro.

O Índice de Expectativas, que mede a percepção sobre o futuro, caiu 19,5 pontos e atingiu 63,2 pontos, o menor patamar desde o início da série. Já o Índice de Situação Atual, que mede a opinião dos empresários em relação ao presente, recuou 33 pontos, registrando 60,9 pontos, o segundo menor valor da série histórica, perdendo apenas para outubro de 2015 (58,4 pontos).

De acordo com o pesquisador da FGV Rodolpho Tobler, a confiança foi impactada pela pandemia do novo coronavírus (covid-19) e pelas consequentes medidas de isolamento social.

“Ainda é difícil observar um cenário de recuperação no curto prazo, mesmo com algum afrouxamento do isolamento social, dado o nível elevado de incerteza e a grande cautela que é observada na percepção dos consumidores”, afirma Tobler.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Fechou bem o ano

Petrobras tem lucro de quase R$ 60 bi no 4º trimestre e anuncia R$ 10 bi em dividendos

Alta extraordinária de 635% no lucro teve influência de itens não recorrentes de peso, mas mesmo o lucro recorrente totalizou R$ 28 bilhões, alta de 120% na comparação anual; em 2020, estatal lucrou R$ 7,1 bilhões, queda de 82% em relação a 2019

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Quanto vale a Eletrobras privatizada

Ontem à noite, o governo federal entregou ao Congresso a Medida Provisória que possibilita a privatização da Eletrobras e de quase todas as suas subsidiárias. O procedimento será feito por meio de uma capitalização que vai diluir a participação da União, que apenas manterá uma ação com poderes especiais de veto, a chamada golden share. […]

FECHAMENTO

Eletrobras dá susto na reta final, mas Ibovespa segue se recuperando do tombo recente; dólar recua

Estatais seguem se recuperando do tombo recente e a bolsa brasileira também conta com uma ajudinha do exterior

De volta ao topo

País volta a ser maior mercado de caminhão da Mercedes, que reafirma investimento

O volume supera os 24,5 mil caminhões vendidos na Alemanha, que caiu para a segunda posição no ranking de mercados globais da montadora.

Retomada

Faturamento da indústria de máquinas sobe 38,5% em janeiro em comparação anual

A expectativa é de que as vendas internas continuem positivas.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies