Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-11-03T00:17:30-03:00
Estadão Conteúdo
VAREJO COMPETITIVO

Fast Shop aposta em conceito ‘luxo’ contra gigantes

Segundo presidente da empresa, expansão em 2020 deve ser de 15% a 20%, elevando a receita do negócio para próximo (ou além) de R$ 5 bilhões

30 de outubro de 2020
11:13 - atualizado às 0:17
fast shop
Imagem: Shopping Leblon

Nos próximos dias, a rede de eletrodomésticos Fast Shop faz uma aposta para ampliar sua imagem de sofisticação: inaugura, em São Paulo, uma loja conceito idealizada pelo arquiteto japonês Kengo Kuma, o mesmo que projetou a Japan House, na Avenida Paulista.

A rede, porém, teve uma origem mais "popular": a família Kakumoto, à frente do negócio até hoje, abriu primeiro uma concessionária de motos Yamaha, em 1989. Só sete anos depois - e por necessidade -, eles fariam a migração para os eletrodomésticos.

O foco nas classes A e B permitiu que a Fast Shop prosperasse mesmo tendo de enfrentar duas gigantes: a Via Varejo, dona da Casas Bahia e do Ponto Frio, e o Magazine Luiza.

Neste ano, apesar da pandemia e da forte atuação das líderes do setor, a rede conseguiu se defender. Segundo Rafael Kakumoto, presidente da empresa e filho dos fundadores Marie e Milton, a expansão em 2020 deve ser de 15% a 20%, o que elevará a receita do negócio para algo próximo (ou além) de R$ 5 bilhões.

A Fast Shop é uma espécie de "ilha" em um segmento considerado difícil pela margem apertada dos produtos do tipo "commodity" - que são encontrados em qualquer loja do ramo.

Apesar de a rede ter sido cobiçada por fundos de investimento e bancos na última década, a família Kakumoto jamais vendeu uma parcela de seu capital. Questionado sobre os planos daqui em diante, o presidente da rede diz que não descarta nem achar um sócio nem abrir o capital.

Buscar uma estrutura financeira mais forte, no entanto, pode ser uma boa ideia, segundo especialistas. A recente reinvenção de Magalu e Casas Bahia pode ser um sinal de alerta para a Fast Shop. Ou seja: a gestão familiar e a aposta na alta renda, que deram certo até aqui, podem não ser suficientes para garantir o futuro.

"O setor de eletrônicos está passando por uma revolução", diz o diretor de operações da consultoria Gouvêa, Eduardo Yamashita. "Os concorrentes ganharam escala e têm rentabilidade maior. Essas gigantes estão investindo pesado, mesmo na pandemia."

Além de apostar no design de Kengo Kuma - que deverá servir de molde para as demais unidades -, a Fast Shop vai dobrar a aposta nos serviços. A nova unidade terá mais espaço para produtos de tecnologia, com o objetivo de fazer uma venda consultiva, de acordo com Rafael Kakumoto.

A ideia é que o cliente possa chegar à loja e sair com o aparelho funcionando, sem dor de cabeça. "Refizemos o treinamento dos vendedores para traduzir a tecnologia para o consumidor", explica.

O número relativamente tímido de 86 lojas - ao redor de 10% do total de Casas Bahia e do Magalu - fez a Fast Shop ir mais cedo para o e-commerce, o que foi essencial para a companhia durante a pandemia. Até o ano passado, cerca de 30% das vendas da rede já eram realizadas pela internet. Depois da web disparar na pandemia, Kakumoto aposta que o online deve estacionar em 50% das vendas daqui em diante.

Trajetória

Mas como a Fast Shop foi de revenda de motos a loja de eletros classe A? Segundo o presidente da rede, todas as escolhas iniciais foram pautadas pela necessidade.

"O sonho da família era ter uma concessionária de carro, mas o dinheiro só dava para a Yamaha", lembra o filho dos fundadores. Após alguns anos, a família passou a fazer entrega de eletrodomésticos vendidos por consórcio - prática comum nos anos 1990.

Quando uma mudança de legislação restringiu o consórcio de eletrodomésticos, os Kakumotos tiveram de se reinventar. Em 1996, abriram sua primeira loja.

E a aposta na alta renda também foi consequência de uma restrição imposta pelo mercado. "Na época, os bancos não estavam abertos para financiar o varejo. As lojas tinham financiamento próprio. Como a gente não tinha, era preciso ir atrás de um público que não precisava de crédito."

Mas o que sobrou da velha revenda Yamaha? Há muito tempo a família deixou de vender motos. E, ao se sofisticar, apostou em shopping centers. Todas as unidades estão em centros comerciais, exceto uma: a que hoje ocupa o espaço que antes vendia motocicletas, em Santana, zona norte de São Paulo.

*As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Portfólio integrado

Vitreo vai permitir importação de investimentos de fundos para aplicativo de consolidação da carteiras e Real Valor

A corretora será a primeira a disponibilizar a integração automática com o aplicativo de sincronização de ativos

NO ÚLTIMO MINUTO

Unidade da Evergrande promete pagar em dia juros devidos para amanhã

Anúncio proporciona alívio em meio a temores de calote, mas ações da incorporadora seguem em queda na bolsa de Hong Kong

AINDA SEM ACORDO COM REPUBLICANOS

Na Câmara, democratas aprovam suspensão de teto de dívida nos EUA

Projeto segue agora para o Senado; aprovação é fundamental para evitar o chamado fechamento do governo, mas impasse coloca medida em risco

nova selic hoje

BC deve manter “plano de voo” e elevar taxa básica de juros em 1 ponto, para 6,25% ao ano; saiba o que esperar do Copom

Declaração recente de Campos Neto conteve apostas maiores que a de um ponto; crise hídrica e desaceleração da China podem aparecer em comunicado de decisão

seu dinheiro na sua noite

Costurando uma saída

Não faz muito tempo que usei este mesmo espaço para lembrá-lo de como o mercado não gosta de incertezas e a falta de uma leitura clara sobre o futuro acaba prejudicando os negócios na B3. O dia de hoje veio para provar que, mesmo em meio às incertezas, ter uma noção mais clara do caminho que […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies