Menu
2020-11-16T18:50:21-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
GIGANTE

China e outros 14 países formam maior bloco comercial do mundo

Tratado de países da região Ásia-Pacífico reúne um terço da economia mundial e 2,2 bilhões de pessoas

15 de novembro de 2020
17:50 - atualizado às 18:50
Porto na China
Imagem: Shutterstock

Após oito anos de negociações, foi formalizado neste domingo (15) um dos maiores acordos de livre comércio do mundo, reunindo 15 países da região Ásia-Pacífico, englobando o equivalente a 30% da população mundial e um PIB consolidado de US$ 26,2 trilhões, um terço da economia mundial.

O tratado chamado Parceria Regional Econômica Abrangente (RCEP, na sigla em inglês) reúne dez países do Sudeste Asiático, assim como Coreia do Sul, China, Japão, Austrália e Nova Zelândia. Ele foi assinado em paralelo à reunião da Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean).

No documento anunciando a assinatura do tratado, os líderes dos países membros afirmam que o acordo “é crítico para a resposta regional à pandemia de covid-19 e vai exercer um importante papel na construção da resiliência da região, por meio de um processo de recuperação econômica pós-pandemia inclusivo e sustentável”.

Pelos termos acertados, o RCEP pretende eliminar tarifas alfandegárias ao longo de 20 anos. Ele traz ainda provisões acerca de propriedade intelectual e questões envolvendo telecomunicações, serviços financeiros, e-commerce e outros serviços.

A assinatura está sendo vista por analistas como uma forma de a China expandir sua influência pela região. Ela também representa um contraponto a uma proposta apresentada pelos Estados Unidos em 2017. A Parceria Trans-Pacífico, promovida pelo então presidente Barack Obama, acabou não saindo do papel depois que Donald Trump se opôs ao acordo.

"Isto [assinatura do RCEP] não é apenas uma conquista marcante da cooperação regional da Ásia Oriental, mas mais importante uma vitória do multilateralismo e do livre-comércio", disse o primeiro-ministro da China, Li Keqiang.

*Com informações de agências internacionais

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Após vacinação e apoio fiscal

Economia dos EUA está “em ponto de inflexão” positivo, diz Powell, do Fed

Economia norte-americana está prestes a começar a crescer muito mais rapidamente, afirmou presidente do banco central norte-americano em entrevista

nos estados unidos

Remuneração de CEOs cresceu em meio à pandemia

Recuperação do mercado de ações impulsionou ganhos de executivos em 2020, que tiveram remuneração média de US$ 13,7 mi no período

Após estremecimentos

China quer parceria estratégia com Brasil, diz chanceler asiático

Chanceler chinês, Wang Yi, falou com o novo ministro das Relações Exteriores do Brasil, Carlos Alberto Franco França.

entrevista

Bittar reafirma que Guedes sabia de acordo para destinar verba a emendas

Apontado como um dos artífices da “maquiagem” no Orçamento, o senador Marcio Bittar diz que não chegou sozinho ao valor de R$ 29 bilhões em emendas

Apesar da pandemia

Saúde perde espaço em emendas parlamentares

Números mostram estratégia dos parlamentares para destinar recursos para obras e projetos de interesse eleitoral em seus redutos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies