Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-11-16T18:50:21-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
GIGANTE

China e outros 14 países formam maior bloco comercial do mundo

Tratado de países da região Ásia-Pacífico reúne um terço da economia mundial e 2,2 bilhões de pessoas

15 de novembro de 2020
17:50 - atualizado às 18:50
Porto na China
Imagem: Shutterstock

Após oito anos de negociações, foi formalizado neste domingo (15) um dos maiores acordos de livre comércio do mundo, reunindo 15 países da região Ásia-Pacífico, englobando o equivalente a 30% da população mundial e um PIB consolidado de US$ 26,2 trilhões, um terço da economia mundial.

O tratado chamado Parceria Regional Econômica Abrangente (RCEP, na sigla em inglês) reúne dez países do Sudeste Asiático, assim como Coreia do Sul, China, Japão, Austrália e Nova Zelândia. Ele foi assinado em paralelo à reunião da Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean).

No documento anunciando a assinatura do tratado, os líderes dos países membros afirmam que o acordo “é crítico para a resposta regional à pandemia de covid-19 e vai exercer um importante papel na construção da resiliência da região, por meio de um processo de recuperação econômica pós-pandemia inclusivo e sustentável”.

Pelos termos acertados, o RCEP pretende eliminar tarifas alfandegárias ao longo de 20 anos. Ele traz ainda provisões acerca de propriedade intelectual e questões envolvendo telecomunicações, serviços financeiros, e-commerce e outros serviços.

A assinatura está sendo vista por analistas como uma forma de a China expandir sua influência pela região. Ela também representa um contraponto a uma proposta apresentada pelos Estados Unidos em 2017. A Parceria Trans-Pacífico, promovida pelo então presidente Barack Obama, acabou não saindo do papel depois que Donald Trump se opôs ao acordo.

"Isto [assinatura do RCEP] não é apenas uma conquista marcante da cooperação regional da Ásia Oriental, mas mais importante uma vitória do multilateralismo e do livre-comércio", disse o primeiro-ministro da China, Li Keqiang.

*Com informações de agências internacionais

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Vídeo Melhores Ações do Mundo

Efeitos da Vacina na Bolsa – Analista compara o desempenho de duas gigantes dos EUA, a Coca-Cola (COCA34) e a Netflix (NFLX34)

Muito se fala dos efeitos da vacina na Bolsa de Valores. Nesse vídeo o analista da Empiricus, Enzo Pacheco, compara duas ações que seguiram caminhos diferentes na Bolsa nos últimos meses e explica os motivos.

Blink!

Qual a expectativa para CASH3? O que esperar de Cosan a partir do IPO da Raízen? Confira as respostas do Felipe Miranda na nova edição do Blink!

Em mais uma edição do seu vídeo de ‘rapidinhas’, o CIO da Empiricus fala sobre as expectativas em relação a diversos tickers e responde outras dúvidas dos seus seguidores

DESTAQUES DA BOLSA

Minério de ferro volta a subir e as ações da Vale e das siderúrgicas acompanham

O avanço do aço na China é sinal de boas notícias, o que anima os investidores por aqui.

do campo para a bolsa

AgroGalaxy (AGXY3) estreia em queda de 24%, após precificar ações no piso em IPO

Empresa de agronegócio já havia reduzido substancialmente o tamanho da oferta; analistas apontam risco de a companhia ser espremida por fornecedores

Temores atrapalham recuperação

Setor da construção é como uma Ferrari com freio de mão puxado, diz presidente da CBIC

Segundo a Câmara Brasileira da Indústria da Construção, o recorde de alta nos custos de materiais é um dos principais problemas no setor

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies