Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2022-01-03T12:01:59-03:00
Ricardo Gozzi
BIG DATA

Inteligência artificial a serviço do consumidor: Infracommerce (IFCM3) compra Tevec e dá mais um passo para disputar espaço com MagaLu, Mercado Livre e Amazon

Com aquisição revelada hoje, Infracommerce reforça sua posição para enfrentar gigantes do comércio eletrônico

3 de janeiro de 2022
12:01
infracommerceipo

A Infracommerce (IFCM3) sacudiu o mundo das fusões e aquisições no fim de setembro do ano passado. Na ocasião, a provedora de múltiplos serviços para empresas de varejo online comprou a rival Synapcom por R$ 1,2 bilhão.

O vultoso negócio não a impediu de seguir atenta às oportunidades e fechar 2021 com chave de ouro na busca por atingir seus objetivos de ganhar escala e disputar o setor de comércio eletrônico como gigantes como Magazine Luiza, Mercado Livre e Amazon.

Na antevéspera da virada de ano, quando nada mais parecia acontecer no mundo dos negócios, a Infracommerce acertou a aquisição da Tevec. O valor da transação é estimado em R$ 25 milhões.

Foco na experiência do consumidor

Ainda que se trate de um valor muito inferior ao da compra da Synapcom, a Infracommerce está de olho no que a Tevec pode agregar a seu já sofisticado ecossistema em termos de experiência do consumidor.

A empresa considera que a aquisição a consolida como maior player de Customer Experience as a Service (CXaaS) não apenas no Brasil, mas também na América Latina.

Democratizando a inteligência artificial

Fundada em 2013 com a pretensão de democratizar o acesso à inteligência artificial, a Tevec recorre ao machine learning e ao big data para automatizar o processo de análise de seus clientes no momento de tomar decisões referentes a abastecimento, compras, campanhas e preços.

A intenção declarada da Infracommerce é disponibilizar as soluções da Tevec para os cerca de 500 clientes de sua base. Também “é possível levar esta tecnologia para os 300.000 varejistas e mais de 150 distribuidores que fazem parte das plataformas de B2B e que hoje não tem acesso a este tipo de tecnologia”, diz a empresa.

Clientes de peso

Com a aquisição da Tevec, a Infracommerce acrescenta mais alguns nomes de peso a sua estrutura de full comerce.

Entre os clientes da Tevec figuram empresas do porte de Allied, Tok Stok, Bimbo, Danone, Mondelez e Vigor. Sua receita operacional líquida anualizada gira em torno de R$ 6 milhões.

Quando adquiriu a Synapcom, a Infracommerce levou também clientes como Samsung, Phillips, Hypera, Goodyear e Porto Seguro.

Nessa terra de gigantes

Em entrevista recente ao Seu Dinheiro, o CEO da Infracommerece, Kai Schoppen, enfatizou que a empresa precisa “crescer de um jeito acelerado, agressivo” para cumprir a promessa feita a seus clientes de se colocar em posição de relevância no mercado.

Em termos mais práticos, a aquisição revelada hoje é mais um passo da Infracommerce no sentido de usar suas soluções de full comerce para disputar mercado com Magazine Luiza, Mercado Livre e Amazon.

O full commerce é uma modalidade de varejo digital que vem crescendo nos Estados Unidos e Europa, mas ainda não é tão consolidada no Brasil. Trata-se da gestão completa do e-commerce de uma marca, uma espécie de terceirização.

Enquanto os atuais gigantes do comércio eletrônico dispõem de uma enorme estrutura logística que reduz os tempos de entrega e barateia os gastos com frete, marcas isoladas muitas vezes podem enfrentar dificuldade para criar um sistema de e-commerce viável.

E é por essa brecha que a Infracommerce pretende ganhar mercado com seu ecossistema independente de comércio eletrônico.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

O respiro da bolsa brasileira, o tropeço do bitcoin e o vazamento de dados do PIX: confira as principais notícias do dia

Para quem não aguentava mais ver a bolsa brasileira apanhando enquanto Wall Street renovava recordes, este início de ano está sendo o momento da revanche. Ou melhor, de o Ibovespa “correr atrás do prejuízo”. Nesta terceira semana de janeiro, o principal índice da B3 mais uma vez contrariou o exterior e enfileirou altas, enquanto as […]

Fechamento da semana

Ibovespa tem dia morno com exterior negativo, mas termina semana com ganho de 1,88%; dólar fecha em alta, mas acumula queda de 1,05% no período

Bolsa terminou o dia em baixa, com dólar e juros em alta, com piora no exterior e preocupações fiscais

CASOS DE FAMÍLIA

Elon Musk pega pesa pesado com o Twitter após integração de NFTs; veja o que o bilionário falou

Rede social passou a permitir que usuários do iOS, sistema da Apple, utilizassem os chamados tokens não fungíveis como fotos de seus perfis

Renda fixa

Nubank lança fundo para reserva de emergência que busca retorno entre 100% e 105% do CDI – mas tem uma pimentinha

Nu Reserva Imediata é o primeiro fundo de renda fixa da família Nu Reserva; embora seja de baixo risco, ele tem opção de investir em títulos privados

FIQUE DE OLHO

Agenda de indicadores: Inflação domina semana recheada de balanços de empresas de tecnologia em Wall Street; saiba o que esperar

Depois de uma semana em que o Ibovespa caminhou na contramão do mundo, inflação volta ao centro da agenda local na semana em que os EUA divulgam prévia do PIB de 2021

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies