Menu
2019-12-09T13:10:56-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).

Vitreo zera taxa de performance de fundos para investir no IPO da XP

Com a decisão, a Vitreo se tornou, na minha opinião, a melhor forma de você investir nas ações da XP. Resta agora saber se a gestora conseguirá participar da oferta, que acontece na bolsa norte-americana Nasdaq

9 de dezembro de 2019
13:01 - atualizado às 13:10
Escritório da XP Investimentos
Escritório da XP Investimentos - Imagem: Divulgação/Facebook

A gestora Vitreo decidiu zerar a taxa de performance cobrada nos fundos criados para investir na oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) da XP Investimentos. Em menos de uma semana, os fundos captaram R$ 110 milhões em recursos de 6 mil investidores, segundo me contou Patrick O'Grady, sócio da gestora.

A Vitreo lançou dois produtos para aplicar no IPO: um deles voltado para investidores qualificados – com pelo menos R$ 1 milhão para investir – e outro para o varejo. O segundo só poderá ter 20% do patrimônio aplicado em ações da XP para atender à norma da CVM que restringe a exposição de fundos para pequenos investidores no exterior.

Os fundos têm uma taxa de administração residual (de no máximo 0,09% ao ano). O ganho da gestora viria da performance, que era de 10% sobre o que excedesse o Ibovespa ou o CDI – o que fosse maior.

Com a decisão de zerar a taxa de performance, a Vitreo se tornou, na minha opinião, a melhor forma de você investir nas ações da XP. Resta agora saber se a gestora conseguirá participar da oferta, que acontece na bolsa norte-americana Nasdaq.

Isso porque a XP informou na semana passada que não pretende alocar fundos brasileiros como o da Vitreo na oferta. A justificativa é um receio sobre o entendimento da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). A autarquia informou que, em tese, não há restrição para que um fundo local capte recursos para participar de um IPO no exterior.

Em comunicado em seu site, a Vitreo informou que vai assinar uma carta de conforto (conhecida como “big boy letter”) exigida pelos bancos coordenadores aos fundos locais. "Com esse documento, não há argumento por parte dos coordenadores da oferta para não sermos alocados."

A decisão de zerar a taxa de performance dos fundos também foi tomada para tentar convencer a XP a alocar a gestora no IPO. "Estamos oferecendo uma alternativa totalmente legal e alinhada com os clientes, para que todos possam participar do crescimento da empresa nos próximos anos."

A Vitreo entende, contudo, que seria justo cobrar a taxa de performance. "Fundos de propósito específico são comuns entre os investidores de alta renda. Esses produtos não são fundos passivos, como ETFs."

Caso não consiga ser alocada na oferta, a gestora informou que comprará as ações da XP após o início das negociações na Nasdaq. Saiba mais detalhes sobre o IPO da corretora nesta matéria que eu preparei.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

DE OLHO NA CORRUPÇÃO

Brasil piora no ranking de corrupção

O índice é calculado com base nos níveis percebidos de corrupção no setor público por especialistas e empresários – quanto menor a nota maior é a percepção de corrupção no país

ficou para depois

Odebrecht adia assembleia de credores para aprovar plano de recuperação judicial

BNDES exige que o grupo abra mão do controle da Atvos, empresa de açúcar e etanol, para aprovar o plano; instituição é a maior credor entre os bancos públicos

conversa vai avançar

União Europeia visita EUA em fevereiro para negociar acordo, diz presidente do BCE

Trump chegou a ameaçar tarifar carros e outros produtos da UE se os dois lados não conseguirem fechar um novo acordo

na agenda americana

EUA começaram a trabalhar no corte de impostos ‘2.0’, diz secretário

Casa Branca planeja implementar um segundo corte de impostos para a classe média e “outros incentivos” para impulsionar o crescimento da economia

dados da receita

Arrecadação federal de impostos em 2019 é a maior em cinco anos

Crescimento é explicado pelo comportamento dos principais indicadores macroeconômicos, especialmente os relacionados com o consumo, produção industrial e importações

SIGA O 'BUY AND HOLD'

A estratégia de comprar ações para acelerar sua aposentadoria; entenda

Um dos maiores erros dos investidores que poupam para a aposentadoria é colocar todo o seu dinheiro na renda fixa. O investimento em ações é o gás que você precisa para acelerar o seu plano. O Seu Dinheiro lançou nesta semana o curso “Aposente-se aos 40 (ou o quanto antes)” para ajudar os leitores a […]

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta quinta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Alívio no caixa?

Ações da Oi sobem forte com notícia de venda da Unitel

A participação da Oi na tele angolana foi vendida para a Sonangol por US$ 1 bilhão, de acordo com notícia publicada pelo colunista Lauro Jardim, de O Globo

solução?

Decreto sobre contratação de militares para INSS deve sair esta semana, diz Bolsonaro

TCU já avisou o governo de que terá de ser elaborada uma solução ampla para o recrutamento de pessoal, abrindo a possibilidade de contratação também para civis

primeira reunião do ano

BCE mantém política monetária inalterada, mas lança revisão de estratégia

Como previam analistas, o BCE manteve a taxa de refinanciamento em 0% e a de depósito em -0,50%

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements