Menu
2019-07-01T20:19:37-03:00
Estadão Conteúdo
Olha a barreira aí, gente

EUA propõem tarifas adicionais a US$ 4 bilhões em produtos da UE

Lista acrescenta 89 produtos feitos pela União Europeia à lista inicial publicada em 12 de abril

1 de julho de 2019
20:57 - atualizado às 20:19
Estados Unidos e União Europeia
Estados Unidos e União Europeia - Imagem: Shutterstock

O Escritório do Representante Comercial dos Estados Unidos (USTR, na sigla em inglês) propôs tarifas adicionais a produtos da União Europeia em resposta a prejuízos causados por subsídios do bloco a aeronaves da Airbus.

"Hoje, o USTR está emitindo para comentários públicos uma lista adicional de produtos que poderiam estar sujeitos a tarifas a fim de valer os direitos dos EUA na disputa da Organização Mundial do Comércio (OMC) contra a União Europeia (UE)", afirmou o órgão.

A lista acrescenta 89 produtos com um valor de comércio aproximado de US$ 4 bilhões à lista inicial publicada em 12 de abril, que incluía produtos cujo valor comercial aproximado era de US$ 21 bilhões. De acordo com o USTR, caso a decisão final da OMC sobre o caso seja emitida antes da conclusão do processo de comentários públicos, em 5 de agosto, "poderemos impor imediatamente aumentar taxas sobre produtos incluídos na lista inicial e adotar outras ações possíveis com relação a produtos da lista suplementar".

Os EUA entraram na OMC contra subsídios à Airbus em 2004. Em 2011, a organização concluiu que a UE havia destinado US$ 18 bilhões em subsídios à companhia entre 1968 e 2006. Depois disso, o bloco retirou dois subsídios menores, mas manteve a maioria deles inalterada, informaram os EUA. Em maio de 2018, a OMC concluiu que os subsídios da UE prejudicaram interessas da americana Boeing. O bloco europeu contestou a estimativa das tarifas autorizadas e, agora, a OMC realiza uma arbitragem sobre o tema.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

seu dinheiro na sua noite

E essa Black Friday em ano de crise, vai dar bom?

Estamos prestes a viver uma Black Friday num ano de forte crise, em que as pessoas ficaram confinadas em casa. Definitivamente não é o melhor dos cenários para uma data tão voltada para o consumo. Por outro lado, foi na internet que a Black Friday ganhou força no Brasil, e o e-commerce deu um enorme […]

alta de 32% no ano

Parte da desvalorização maior do real se deve à dívida, diz presidente do BC

Roberto Campos Neto lembrou que o encerramento do ano é, tradicionalmente, um período de mais remessas de recursos ao exterior

fim do dia

O rali continua: Ibovespa deixa Wall Street de lado e sobe quase 20% em novembro

Ações de CVC e siderúrgicas lideram alta do índice. Dólar cai com fluxo e divulgação do dado das contas externas e juros recuam de olho em fiscal

Em pleno calendário eleitoral

Senado aprova mudanças na Lei de Falências

O projeto amplia o financiamento a empresas em recuperação judicial, permite o parcelamento e o desconto para pagamento de dívidas tributárias e possibilita aos credores apresentar plano de recuperação da empresa

Olha o Gol

Boeing 737-8 Max é autorizado a retornar operações no Brasil pela Anac

A informação é vista com bons olhos pela Gol, que é a única credenciada a operar o modelo no Brasil.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies