Menu
2019-10-15T17:03:16-03:00
Dados do Tesouro

União honra R$ 442,6 milhões e dívidas de governos estaduais em setembro

Nos primeiros nove meses de 2019, o governo federal precisou desembolsar R$ 5,695 bilhões para honrar dívidas garantidas pela União de quatro Estados

15 de outubro de 2019
17:03
Notas de dinheiro
Imagem: Shutterstock

A União bancou R$ 442,60 milhões em dívidas de governos estaduais em setembro, de acordo com dados divulgados nesta terça-feira, 15, pelo Tesouro Nacional.

O valor se refere a R$ 245,63 milhões em dívidas do Rio de Janeiro, R$ 84,04 milhões em débitos não pagos por Minas Gerais, R$ 65,29 milhões em pagamentos não realizados por Goiás, R$ 37,40 milhões que eram responsabilidade do Amapá e ainda R$ 10,24 milhões em calotes do Rio Grande do Norte.

Nos primeiros nove meses de 2019, o governo federal precisou desembolsar R$ 5,695 bilhões para honrar dívidas garantidas pela União desses quatro Estados. O valor já supera por ampla margem os R$ 4,805 bilhões honrados pelo Tesouro em todo o ano de 2018.

O maior rombo em 2019 vem de Minas Gerais, cujos calotes neste ano já alcançam R$ 2,548 bilhões, seguido pelo Rio de Janeiro, com R$ 2,518 bilhões.

Embora o custo para a União com essas garantias seja crescente, o Tesouro está impedido de bloquear os repasses para os cinco Estados.

No caso do Rio de Janeiro, porque o governo estadual aderiu ao Regime de Recuperação Fiscal (RRF) dos Estados ainda em 2017. Nos casos de Minas Gerais, Goiás, Amapá e Rio Grande do Norte, porque os governos estaduais conseguiram decisões judiciais que impedem a execução das contragarantias pela União nessas operações.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Para dirigentes de instituições

CMN estende restrição de dividendos até dezembro de 2020

O Conselho Monetário Nacional (CMN) decidiu estender até dezembro de 2020 a regra que proíbe o aumento na remuneração de dirigentes de instituições financeiras e a distribuição de dividendos acima do mínimo obrigatório

Campos Neto fala

Para BC, é possível que efeitos do isolamento persistam até metade de 2021

Para Campos Neto, o medo que as pessoas sentem de serem contaminadas fará com que muitos mantenham hábitos adquiridos durante o período de quarentena

Com pandemia

20 mil testes foram realizados em empregados para detectar covid-19, diz Petrobras

Os testes fazem parte das medidas de segurança utilizadas pela empresa para conter o avanço da doença

O Leão está esperando

A contagem regressiva começou e você tem 30 dias até o prazo final

Se você é um dos muitos brasileiros que sempre deixam esta tarefa para os minutos finais, recomendo que mude os seus planos. O Seu Dinheiro pode te ajudar.

Concessão

Em tom de festa e com perguntas de aliados, governo renova Malha Paulista

Com um tom de comemoração, o governo anunciou na quinta-feira, 28, em evento online, a renovação da Malha Paulista com a Rumo

Parcela para prioritários

Receita paga o 1º lote do IR nesta sexta

Nessa primeira parcela, receberão o dinheiro quem se enquadra nas prioridades legais: idosos, pessoas com deficiência física ou intelectual ou moléstia grave

CRÍTICAS AO PRESIDENTE

Doria pede diálogo e afirma que Governo Federal ‘é ausente’

O tucano afirmou que o País passou a ouvir palavras de ódio.

Plano de voo mantido

Governo discute orçamento de 2021 e linha da austeridade continua, diz ministro

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, afirmou nesta sexta-feira, 29, que o Brasil já sinaliza para o mercado que seguirá com a linha planejada de austeridade fiscal e solvência. Ele pontuou que o orçamento do próximo ano já está em discussão e que esse perfil permanecerá

Em meio à pandemia

Com queda de 1,5% do PIB, Brasil fica em 15º em ranking de crescimento mundial

As perdas provocadas pela pandemia da covid-19 na economia global melhoraram a posição do Brasil no ranking mundial

Mentirinha branca

Kylie Jenner não é mais uma bilionária de acordo com a Forbes – e talvez nunca tenha sido

De acordo com a revista, a polêmica família do entretenimento pode ter inflacionado os resultados da empresa da caçula, que apesar de rica, nunca foi ultrarrica.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements