Menu
2019-04-04T14:26:08-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Política Monetária

Indicação de Campos Neto para o comando do Banco Central chega ao Senado

Em carta, futuro presidente diz ter perfeita afinidade intelectual e moral com a equipe econômica. Senador Omar Aziz (PSD-AM) deve conduzir processo como presidente da CAE

7 de fevereiro de 2019
10:21 - atualizado às 14:26
Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central no governo Bolsonaro
Presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto. - Imagem: Marcos Corrêa/PR

O processo formal de indicação de Roberto Campos Neto para a presidência do Banco Central (BC) teve início com o encaminhamento de mensagem do presidente Jair Bolsonaro ao Senado Federal. Agora, aguarda-se a designação no presidente e dos membros da Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) para que seja designado um relator e agende-se, posteriormente, a sabatina com o indicado.

A expectativa é que todo o processo, que também abarca votação na CAE e no Plenário do Senado, seja encerrada até o começo de março. Assim, Campos Neto poderá tomar posse e comandar o Comitê de Política Monetária (Copom) dos dias 19 e 20 do mês.

Por ora, Campos Neto se apresenta por meio de “argumentação escrita”, na qual faz um resumo de sua formação acadêmica e fala de sua experiência profissional. Nesse documento, o indicado afirma ter “perfeita afinidade intelectual e moral com a equipe econômica” e se diz convicto de que pode contribuir para o desenho de um país melhor.

Sua indicação ao cargo foi confirmada em 15 de novembro do ano passado pelo ministro Paulo Guedes e depois de um período de indefinição sobre a permanência, ou não, de Ilan Goldfajn no comando da instituição.

No texto, Campos Neto diz que uma das contribuições que espera trazer para o BC é “preparar a instituição para o mercado do futuro, em que as tecnologias avançam de forma exponencial, gerando transformações de uma forma mais acelerada”.

Antes, ele explicou que no banco Santander, onde atou desde o ano 2000, participou de um projeto global de inovação tecnológica e fez parte do grupo responsável pelo “Banco Digital”. “Tenho estudado e me dedicado intensamente ao desenho de como será o sistema financeiro do futuro. Participei de estudos sobre blockchain e ativos digitais.” O BC já está conduzindo projetos na área de “open banking” e pagamentos instantâneos.

Campos Neto também ressaltou “a importância da recente consolidação da inflação em torno da meta e da ancoragem das expectativas de inflação, o que permitiu a redução sustentável das taxas de juros e contribuiu para a recuperação da economia”.

Ele também enviou declaração afirmando que vendeu toda a sua participação acionária no Santander, onde atuava como Tesoureiro, em dezembro de 2018. Campos Neto também detalhou participações em empresas e em veículos de investimento e ressaltou que seus investimentos no Brasil e no mercado internacional serão administrados por gestor independente sem sua participação efetiva durante o período que estiver no comando do BC.

Diretores

A CAE também irá apreciar a indicação de dois novos diretores. Bruno Serra Fernandes para a diretoria de Política Monetária e João Manoel Pinho de Mello para a diretoria de Organização do Sistema Financeiro e Resolução. A mensagem presidencial com essas indicações ainda não chegou formalmente ao Senado.

Comissão de Assuntos Econômicos

Tradicionalmente a presidência da CAE fica com a segunda maior bancada do Senado. Esse posto é do PSD, que tem 9 senadores. Essa comissão tem importância particular para a equipe econômica, pois praticamente todos os projetos da área passam por lá. Assim que presidente e membros forem definidos, Campos Neto e os diretores indicados devem fazer uma série de visitas de cortesia, se apresentando aos senadores.

A definição de quem comandará a CAE deve acontece na próxima semana, mas o senador Omar Aziz (PSD-AM) tem grande chance de receber a indicação formal do partido. Visto como um "bom nome" para o posto, Aziz é engenheiro de formação e está na política desde 1990, quando se elegeu deputado estadual pelo Amazonas, já foi vice-prefeito, vice-governador e governador de Amazonas e chegou ao senado em 2015.

Veja aqui a íntegra da carta e dos documentos contidos na mensagem presidencial ao Senado sobre Roberto Campos.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Análise

Como ficam as peças do xadrez da política após as eleições municipais

A eleição marcou a conquista de peças importantes, vitórias que serviram apenas para demarcar território e derrotas claras. Mas houve também avanços importantes mesmo de quem perdeu nas urnas

Barroso cita Shakespeare ao falar sobre 2º turno: “vai bem quando tudo acaba bem”

Barroso disse que o TSE conseguiu “neutralizar” as tentativas de cancelamento das eleições por causa da covid-19, o que, segundo o ministro, teria impactos negativos para a democracia

Eleições 2020

Doria comemora vitória de Bruno Covas com recado a Bolsonaro

Na visão do governador, o PSDB foi o grande vencedor destas eleições no Estado de São Paulo, sabe conjugar união e não foi negacionista no combate à pandemia

eleição em sp

‘Não foi nesta eleição, mas a gente vai ganhar’, diz Boulos

O psolista, que recebeu 40,62% dos votos na cidade de São Paulo, termina a eleição como um dos principais nomes do campo progressista

termômetro online

Covas cresce em buscas no Google, mas Boulos lidera ranking

Candidato do PSOL foi o mais buscado nacionalmente entre os 34 candidatos de capitais brasileiras concorrendo neste domingo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies