Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-10-14T14:21:56-03:00
Estadão Conteúdo
Economia em dificuldades

Incertezas com Brexit e quadro global pesam no Reino Unido, diz Carney

Presidente do BoE afirmou que a economia do Reino Unido poderia ter várias reações, a depender dos progressos no Brexit

23 de agosto de 2019
17:09 - atualizado às 14:21
Bank of England
Bank of England - Imagem: Shutterstock

O presidente do Banco da Inglaterra (BoE, na sigla em inglês), Mark Carney, afirmou que a economia do Reino Unido opera "um pouco abaixo de seu potencial, com a inflação um pouco acima da meta". Segundo ele, as incertezas no processo da saída do país da União Europeia, o Brexit, e a atividade global mais fraca têm pesado sobre a atividade econômica local.

Carney realizou o discurso durante o simpósio anual do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) em Jackson Hole. Em sua fala, ele enfatizou o quanto o quadro para o Reino Unido depende da "natureza e do momento" do Brexit.

O presidente do BoE afirmou que a economia do Reino Unido poderia ter várias reações, a depender dos progressos no Brexit, com implicações "substanciais" para a política monetária. A possibilidade de uma saída sem acordo provavelmente levaria a um recuo da libra, à elevação da inflação e à piora na demanda, o que refletiria a perda de acesso para produtos britânicos no exterior, além de elevar as incertezas e provocar condições financeiras mais restritas.

Carney disse que não é possível antecipar a resposta, mas o resultado mais provável seria um relaxamento na política monetária, no caso de um Brexit sem acordo, a fim de ajudar a inflação a voltar à meta. Isso dependeria, porém, da natureza exata dessa separação, enfatizou.

"No fim das contas, a política monetária poderia apenas suavizar o ajuste a esse grande choque real que uma saída sem acordo geraria, mas mesmo essa capacidade seria contida pelos limites de tolerância de inflação acima da meta", avaliou.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Ele está de volta?

Setores fazem pressão por volta do horário de verão

Criado com a finalidade de aproveitar o maior período de luz solar durante a época mais quente do ano, o horário de verão foi instituído no Brasil em 1931 pelo então presidente Getúlio Vargas e adotado em caráter permanente a partir de 2008.

MANOBRAS

Juiz põe no banco dos réus ex-gestores do banco Máxima por gestão fraudulenta

O Banco Máxima S.A. informa que seus atuais acionistas assumiram a administração do banco em 2018, após aprovação pelo Banco Central, e que os integrantes da antiga gestão não têm mais qualquer relação com a instituição financeira

Foguete? Tô fora!

Warren Buffet: o bilionário que não quer conhecer as estrelas

Enquanto Bezos, Musk e Branson protagonizam a nova corrida especial, o Oráculo de Omaha prefere apenas observar

O melhor do Seu Dinheiro

O seu momento Sherlock Holmes

Na adolescência, ouvia que quem buscasse por romance policial brasileiro deveria ler algo do Rubem Fonseca. Era uma vontade minha achar uma história desse gênero que fosse mais próxima da minha realidade — e o filtro nacionalidade me pareceu o mais adequado.  A ideia surgiu depois de ter conhecido parte das histórias criadas por Agatha […]

Mesa Quadrada

Comentarista da ESPN Paulo Antunes fala da sua paixão por futebol americano e experiência no mercado financeiro

Ele conta sobre suas aventuras na cobertura de futebol americano e basquete e ainda revela seus investimentos na Bolsa em novo episódio do podcast Mesa Quadrada

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies