Menu
2019-04-04T14:11:29-03:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Previdência

Rodrigo Maia faz um alerta e um pedido de ajuda

Presidente da Câmara volta a falar da importância da batalha da comunicação e pede ajuda do presidente Jair Bolsonaro e seus apoiadores

25 de fevereiro de 2019
14:48 - atualizado às 14:11
Jair Bolsonaro e Rodrigo Maia
Presidente Jair Bolsonaro ao lado do presidente da Câmara dos Deutados, Rodrigo Maia - Imagem: Luis Macedo/Câmara dos Deputados

Em entrevista ao “Valor Econômico” e em evento promovido pela “Folha de S.Paulo”, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), fez um alerta de que o governo está perdendo a batalha da comunicação, essencial para a aprovação da reforma da Previdência, e um pedido de ajuda a Jair Bolsonaro e seus apoiadores, para que mobilizem as redes sociais em defesa do projeto.

Maia já chamou para si a responsabilidade de defender a reforma na Câmara e em entrevista na portaria do Ministério da Economia, ao lado do ministro Paulo Guedes, foi enfático ao dizer que o problema não é a reforma, mas sim “as mentiras que se falam sobre a reforma”.

Ao “Valor”, Maia reclamou da falta de postura do governo e do próprio presidente em “dar discurso” aos seus apoiadores. Para Maia, o próprio Bolsonaro tem de ir “para as redes” e fazer uso de sua capacidade de comunicação “simples e objetiva” para rebater as críticas nem sempre verdadeiras contra a reforma.

O presidente da Câmara está disposto a ir para essa batalha e usa termos contundentes em suas falas sobre o tema. Mas parece preocupado que uma campanha de comunicação contrária à reforma volte a tomar proporções vistas na época de Michel Temer, algo que contribuiu para a derrota do projeto.

Maia também deixou claro os pontos que acha sensíveis no texto enviado pelo governo. São eles, a mudança no BPC, pago ao idosos em situação de miserabilidade, a modificação da previdência rural e o aumento do tempo mínimo de contribuição.

Na entrevista ao “Valor”, Maia voltou a fazer um aceno à oposição, mais claramente ao PDT, ao comentar sobre a possibilidade de o deputado Mauro Benevides Filho presidir a comissão especial de avaliação da reforma.

Mauro Filho é um estudioso sobre previdência, mas em conversa com o Seu Dinheiro, na semana passada, explicou que o seu partido ainda não tinha fechado uma posição sobre o tema.

Pode-se gostar ou não de Maia, mas dentro desse atual deserto de lideranças políticas, o deputado vem conquistando espaço cada vez mais importante na articulação política de medidas relevantes não só para o governo atual, mas os próximos nos quais certamente ele também fará parte.

O que se percebe ao longo da conversa com o “Valor” e outras manifestações recentes de Maia é que ele está pedindo para Bolsonaro assumir seu papel de presidente e ajudar a liderar, também, a articulação política e com a sociedade.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Guidance

Helbor divulga prévias operacionais do quarto trimestre e previsão de lançamentos para 2021

Construtora viu queda no número de lançamento e nas vendas, tanto no trimestre quanto no ano de 2020

novo nome

Banco Inter reforça área de investimentos com contratação de ex-Santander

Felipe Bottino, ex Pi Investimentos, assume Inter Invest com a missão de aumentar o número de pessoas físicas que aplicam com a plataforma

guerra dos frangos

KFC denuncia IMC por descumprimento de contrato e ações caem mais de 6%

Operadora de restaurantes negociava repactuação de contrato de master franquia para rever metas e prazos para abertura de lojas

Recuperação

Brincadeira de gente grande: Goldman Sachs e Bank Of America divulgam resultados do 4T20

Grandes empresas, como o Goldman Sachs e o Bank Of America, anunciaram os seus resultados do quarto trimestre de 2020 e eles são bastante animadores.

Prévia operacional

Cyrela tem crescimento de vendas e lançamentos em 2020, e analistas gostam dos números

Lançamentos totalizaram R$ 2,873 bilhões, enquanto vendas líquidas somaram R$ 1,860 bilhão

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies