2019-01-23T14:57:13-02:00
Estadão Conteúdo
Mudanças serão feitas por projeto de Lei

Mourão sinaliza que militares podem ficar de fora da reforma da Previdência

Vice de Bolsonaro afirmou hoje que a ideia do ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, e do segmento militar, é fazer as alterações do setor via projeto de Lei

23 de janeiro de 2019
14:57
hamilton-mourao
Mourão: "o projeto de lei é mais fácil, é maioria simples" - Imagem: Shutterstock

O presidente em exercício da República, Hamilton Mourão, afirmou nesta quarta-feira, 23, que as alterações nas regras de aposentadoria dos militares podem ser feitas por projeto de lei após a votação da emenda constitucional da reforma da Previdência.

"Eu acho que é essa ideia do ministro da Defesa Fernando Azevedo e Silva e do segmento militar. Quem decide é o presidente", comentou Mourão, ao deixar seu gabinete no Palácio do Planalto. "O projeto de lei é mais fácil, é maioria simples", afirmou, em referência à quantidade de votos necessários para aprovar uma medida no Congresso.

Enquanto uma proposta de emenda constitucional exige três quintos de votos na Câmara e no Senado, um projeto de lei requer votação da maioria dos parlamentares mais um.

Nesta quarta-feira, em entrevista à Bloomberg em Davos, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que os militares entrarão em uma segunda parte da reforma.

Mourão negou que dividir a reforma seja uma sinalização ruim. "Não, porque já se sabe que militar é projeto de lei e o resto é emenda constitucional."

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

ACIONISTAS FELIZES

‘Sextou’ com dividendos: Raia Drogasil (RADL3) e MRS Logística (MRSA3B) anunciam R$ 201 milhões em proventos

Ambas as companhias detalharam o valor por ação, a data de corte para receber os proventos e quando o dinheiro deverá cair na conta dos acionistas

FECHAMENTO DA SEMANA

Em semana de alta volatilidade, Ibovespa pega carona com PEC dos precatórios e sobe 2,78%; dólar também avança, mas juros passam por alívio

Variante ômicron, PEC dos precatórios e o futuro da política monetária americana dominaram a semana do Ibovespa

Evergrande vende parte de suas ações de empresa de tecnologia e obtém US$ 145 mi

O grupo chinês da Evergrande levantou cerca de US$ 145 milhões nos últimos dias com a venda de parte de suas ações em uma produtora de filmes e empresa de mídia na internet, a HengTen Networks. Assim, a gigante imobiliária vendeu cerca de 5,7% das ações da HengTen Networks e junta mais dinheiro à medida […]

Aperto monetário

Copom deve elevar Selic para 9,25% ao ano na próxima semana, aposta JP Morgan

Para o banco, a queda de 0,1% do PIB do terceiro trimestre e o avanço da PEC dos precatórios no Congresso fizeram com que as estimativas convergissem para a manutenção do ritmo de alta de 1,5 ponto

Intervenção estatal

Sob risco de novo calote, governo chinês envia ‘socorro administrativo’ para Evergrande

O movimento ocorre após a gigante imobiliária alertar que corria o risco de não cumprir mais uma grande obrigação financeira