Menu
2019-04-08T14:37:41-03:00
Estadão Conteúdo
Todo mundo acomodado

Doria critica “silêncio” do setor produtivo na defesa da reforma da Previdência

Governador paulista afirmou que “o PSDB de São Paulo estará apoiando” do projeto sem pedir nada em troca

8 de abril de 2019
14:37
Governador do estado de São Paulo, João Doria
João Doria - Imagem: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB) , criticou "o silêncio" do setor produtivo na defesa da reforma da Previdência. De acordo com ele, "a falta de manifestação do setor produtivo estabelece um vácuo" que é utilizado por opositores ao projeto, "para aqueles que no grito" querem evitar a aprovação do projeto.

Ele comentou sobre a tumultuada participação do ministro da Economia, Paulo Guedes, em audiência na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, na semana passada, e considerou o debate ocorrido como "não democrático". "No grito e na intimidação, não é democrático", afirmou.

Doria disse que "o PSDB de São Paulo estará apoiando" a reforma da Previdência sem pedir nada em troca. "O governo que foi eleito tem que dar certo e temos que ajudar em todas iniciativas positivas, como a da Reforma da Previdência", comentou. "Vamos pedir o que é necessário, mas não estabelecer como moeda de troca para apoiar as boas iniciativas, como a reforma da Previdência", acrescentou.

Renovação de contratos de concessão

O governador afirmou ainda que todos os contratos de concessões de rodovias que vencem até 2022 serão renovados. "É decisão de governo", disse. Ele salientou que há previsão legal para realizar a renovação e que esse processo "facilita e agiliza" e tem em vista os resultados positivos apresentados pelas atuais concessionárias.

"O governo não tem interesse em auferir recursos, mas em melhorar serviços de forma mais rápida e reduzir custos de logística", disse, afirmando que o governo paulista "tem outras formas de auferir recursos" para o Estado.

Ele afirmou que o governo estadual ainda vai negociar com cada concessionária os novos contratos, de maneira que haja vantagem para os dois lados e que sejam implementadas inovações tecnológicas que garantam "o estado da arte" para essas concessões.

Doria também reiterou que o Estado pretende avançar em outros programas de privatização e citou a concessão de 22 aeroportos regionais e a Hidrovia Tietê-Paraná.

O governador citou ainda que o governo está estudando o modelo de repasse da hidrovia para a iniciativa privada e tem discutido com outros Estados que possuem trechos da hidrovia sobre a questão.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

seu dinheiro na sua noite

A chance do Pão de Açúcar de focar no seu negócio principal

Nessa nova experiência de home office que muitos de nós estamos vivendo, parcial ou integralmente, um dos desafios é conseguir manter o foco durante todo o expediente. Algumas pessoas dizem conseguir se concentrar muito melhor trabalhando de casa, onde é mais silencioso e confortável. Outras, como eu, encontraram bastante dificuldade para não procrastinar e acabar […]

Falta só a sanção

Câmara aprova prorrogação do prazo de entrega do Imposto de Renda até 31 de julho

Além de dar mais 90 dias de prazo, o texto também limitou o pagamento do imposto a, no máximo, seis parcelas

FECHAMENTO

Ibovespa engata segunda alta consecutiva, mas tempo segue fechado em Brasília

O Orçamento segue empacado e a situação fiscal preocupa, mas NY e as commodities vieram para salvar o dia e fazer o Ibovespa fechar a sessão no azul

Clássicos repaginados

Hasbro se une à plataforma de games Roblox para lançar novos produtos

A gigante dos brinquedos anunciou uma série de itens das linhas Nerf e Monopoly em parceria com a novata Roblox

Bom momento

Construtoras apresentam prévias operacionais fortes, apesar de restrições por causa da pandemia

Apesar dos lançamentos fracos, Cyrela viu crescimento nas vendas líquidas em comparação ao mesmo período do ano anterior; Direcional e Moura Dubeux bateram recordes de vendas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies