Menu
2019-06-02T09:21:31-03:00
Estadão Conteúdo
será que vai?

Presidente defende manutenção de Estados em reforma

Impasse marca inclusão de governos regionais no projeto da Previdência; ‘gostaríamos que fosse tudo junto’, diz Bolsonaro

2 de junho de 2019
9:21
Jair Bolsonaro
Imagem: Marcos Corrêa/PR

O presidente Jair Bolsonaro defendeu neste sábado, 01, a manutenção de Estados e municípios na reforma da Previdência, mas comentou que “há impasse na Câmara”. “Isso está sendo acertado pela Câmara. O que nós gostaríamos é que fosse tudo junto”, disse Bolsonaro, após participar de um churrasco na casa de um amigo em Brasília. “Está esse impasse dentro da Câmara e não tenho nada a ver com isso. A Câmara é que decide agora”, afirmou. O presidente disse querer aprovar o texto “basicamente como chegou lá”. “Espero que o pessoal se entenda.”

O Estado apurou que existe a chance de o relator, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), manter o alcance da reforma para Estados e municípios, mas não há martelo batido sobre o assunto. Os parlamentares, por sua vez, poderiam apresentar um destaque para votar, em separado, alguma emenda que retire os governos regionais da proposta. Os líderes do DEM, Elmar Nascimento (BA), e do Cidadania, Daniel Coelho (PE), na Câmara protocolaram sugestões de mudança nesse sentido.

Questionado, Moreira disse que a permanência de Estados e municípios dependerá do apoio de lideranças no Congresso Nacional. Ele alertou que os governos regionais têm déficit anual de R$ 96 bilhões com o pagamento de aposentadorias e pensões, o que torna a aprovação da proposta essencial, mas admitiu que é preciso votos para garantir uma solução. “O que vai manter ou não (Estados e municípios na reforma) são os votos, e quem tem voto são os deputados, precisamos respeitar essa autonomia”, afirmou Moreira. “São eles que vão decidir. Há três ou quatro opções que vamos escolher com outros líderes.”

Como mostrou o Estadão/Broadcast, a equipe econômica não deve entrar na bola dividida entre governadores e Congresso pela permanência dos governos regionais na reforma. A resistência é dos parlamentares, que não querem “assumir o ônus” de aprovar o endurecimento das regras previdenciárias no lugar dos Estados.

Moreira deve conversar amanhã com governadores do PSDB sobre o tema. O relator disse ainda que deverá entregar o parecer sobre a reforma até o fim desta semana ou início da seguinte. A ideia é concluir o texto antes do prazo de 15 de junho. Segundo ele, faltam poucos pontos para serem fechados. Moreira, no entanto, evitou antecipar quais itens já foram decididos.

Com informações do jornal O Estado de S. Paulo.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

ESTRADA DO FUTURO

Os três setores mais lucrativos em tecnologia, e por que você deve investir neles

Integração entre softwares e Inteligência Artificial são dois dos segmentos que devem fazer parte de qualquer portfólio de investimentos vencedor

Ano de eleição

Promessas de Bolsonaro estouram “folga” do Orçamento em 2022

A ampliação do Bolsa Família e um eventual aumento de 5% nos salários do funcionalismo público já superam o espaço adicional de R$ 25 bilhões para o próximo ano

Nova esperança?

Estados Unidos planejam investir US$ 3,2 bilhões em antivirais para tratar covid-19 e outras doenças

Segundo o Dr. Fauci, principal conselheiro do presidente Joe Biden no combate à pandemia, novo programa vai acelerar o que já está em andamento

PODCAST MESA QUADRADA

De pintor de parede a chef renomado, Alex Atala diz que competitividade foi empurrão: ‘se não fosse provocado, seria um bundão’

Chef de cozinha fala sobre sua trajetória e comenta crises e investimentos bem sucedidos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies