Menu
2019-07-02T09:36:36-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
02 nas redes

Carlos Bolsonaro critica GSI, comandada por general Heleno

O filho “02” do presidente da República tentou levar suspeitas sobre a postura do GSI no episódio em que um segundo-sargento da Aeronáutica foi flagrado com 39 kg de cocaína em voo da FAB

2 de julho de 2019
7:50 - atualizado às 9:36
Carlos Bolsonaro, filho do presidente
Carlos Bolsonaro - Imagem: Caio César/CMRJ

O vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) usou suas redes sociais nesta segunda-feira, 01, para criticar o Gabinete de Segurança Institucional (GSI) da Presidência da República, comandada pelo general Augusto Heleno.

O filho "02" do presidente da República tentou levantar suspeitas sobre a postura do GSI no episódio em que um segundo-sargento da Aeronáutica foi flagrado com 39 kg de cocaína em voo da Força Aérea Brasileira (FAB).

O vereador comentou em um post do Instagram publicado por uma página bolsonarista que reproduz um vídeo em que a candidata derrotada a deputada federal pelo PSL no Ceará, Regina Villela, diz que o presidente está "cercado de agentes do Foro de São Paulo".

Regina afirma que integrantes do GSI estão envolvidos em um suposto complô contra o presidente. Ao que Carlos comenta: "Por que acha que não ando com seguranças? Principalmente aqueles oferecidos pelo GSI?".

"Sua grande maioria podem (sic) ser até homens bem intencionados e acredito que sejam (sic), mas estão subordinados a algo que não acredito. Tenho gritado em vão há meses internamente e infelizmente sou ignorado. Estou sozinho nessa, podendo a partir de agora ser alvo mais fácil ainda tanto pelos de fora tanto por outros."

Desentendimentos

Não é a primeira vez que Carlos critica integrantes do governo do próprio pai. O vereador teve desentendimentos públicos com o ex-ministro Gustavo Bebianno, que acabou demitido da Secretaria-geral da Presidência.

Também chegou a usar as redes sociais para criticar o ministro Carlos Alberto dos Santos Cruz, demitido no mês passado por Bolsonaro da Secretaria de Governo. O presidente negou, porém, que Carlos tenha tido influência na demissão do general. "Nada a ver. Há quanto tempo meu filho está sem tuitar?", disse.

Alvo de ataques do escritor Olavo de Carvalho e do vereador Carlos Bolsonaro, Santos Cruz integrava o núcleo duro do Palácio do Planalto e foi o primeiro ministro militar a cair. Santos Cruz deixa a equipe sob desgaste, após ser criticado pela rede bolsonarista, insuflada pelo "filho 02" do presidente.

O vice-presidente Hamilton Mourão também é alvo frequente de ataques feitos por Carlos Bolsonaro.

Sem comentários

Após o comentário do vereador ganhar repercussão nas redes - ele próprio o compartilhou no Twitter -, o porta-voz da Presidência da República, Otávio do Rêgo Barros, informou que não comentaria a publicação do filho do presidente.

"Mas sabemos que é uma qualificação bastante extremada (a que o GSI possui), com profissionalismo, com treinamento nas mais diversas condições e já reconhecido, inclusive, por outros órgãos de segurança".

Procurado, o general Augusto Heleno não respondeu. Na semana passada, o Ministério da Defesa informou que o GSI não teve responsabilidade sobre o avião de apoio que o militar ocupava.

*Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

fechamento dos mercados

Ibovespa perde ímpeto sem NY, mas consegue fechar em leve alta aos 110 mil pontos

Índice acionário estendeu sequência de altas em sessão de marasmo por liquidez reduzida. Embate entre Guedes e Campos Neto realça questão fiscal, mas juros recuam com leilão do Tesouro

eleição em são paulo

Empresários e investidores entregam manifesto a favor da candidatura de Boulos

Candidato é tratado como empreendedor social e, em conversas reservadas, o MTST é comparado a uma startup de sucesso

Zicou?

Wiz diz que foi surpreendida por ação da Polícia na sede da empresa

Segundo a PF, são cumpridos 13 mandados de busca e apreensão, em São Paulo, Rio de Janeiro e Brasília.

Dos males, o menor

Governo Central tem déficit de R$ 3,564 bilhões em outubro, diz Tesouro

O dado do mês passado veio melhor do que as previsões mais otimistas e ficou fora do intervalo das estimativas, que eram de déficit de R$ 64,060 bilhões a R$ 4,20 bilhões.

Rede 5G

‘Estamos sendo usados na disputa entre superpotências’, diz diretor da Huawei

Segundo ele, muitos países podem reavaliar seu posicionamento em razão da mudança no governo dos Estados Unidos, com a vitória do democrata Joe Biden.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies