Menu
2019-08-12T13:34:15-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
fala ministro

Não trabalhem contra o Brasil, tenham paciência, diz Guedes

Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) já aponta uma recessão técnica da economia; ministro falou durante evento do STF

12 de agosto de 2019
13:27 - atualizado às 13:34
paulo-guedes
O ministro da Economia, Paulo Guedes. - Imagem: Valter Campanato/Agência Brasil

O ministro da Economia, Paulo Guedes, pediu nesta segunda-feira, 12, "paciência" com o governo Jair Bolsonaro. O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) já aponta uma recessão técnica da economia.

"Deixem um governo liberal ter uma chance, esperem quatro anos. Não trabalhem contra o Brasil, tenham um pouco de paciência. Esperem a vez de vocês", afirmou Guedes, em debate sobre a medida provisória 881, da "Liberdade Econômica", promovido pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Mais cedo, o Banco Central divulgou que após avançar 1,10% em maio (dado revisado), a economia brasileira teve nova alta em junho deste ano. O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) avançou 0,30% em junho ante maio, na série com ajuste sazonal.

Foi a segunda elevação registrada no governo de Jair Bolsonaro. Em contrapartida, o mesmo indicador registrou baixa de 0,13% no acumulado do segundo trimestre de 2019, na comparação com o primeiro trimestre, pela série ajustada.

MP da Liberdade

Guedes ainda afirmou que Medida Provisória 881, da "Liberdade Econômica", é uma mudança conceitual que faz parte das reformas que o atual governo quer fazer. O texto deve ser votado na terça-feira, 13, no plenário da Câmara dos Deputados.

O ministro da Economia defendeu a MP que, segundo ele, reduz a burocracia estatal para que os empreendedores abram empresas e dá mais segurança jurídica aos negócios.

"Ninguém pode ser proibido de criar empresas, isso tem que ser permitido imediatamente. As nações que perseguiram os empresários se desintegraram economicamente", afirmou. O ministro repetiu parte do seu discurso usual e voltou a atacar a oposição, sindicatos e os governos anteriores do País.

"Os mesmos que impedem as reformas de acontecer ficam apontando para o desemprego atual. São 40 anos de desaforo, de dirigismo, atrasando o crescimento econômico", afirmou Guedes. "O sindicalismo nasceu para preservar seus próprios benefícios em regimes de mercados fechados".

Para o ministro, o que garante funcionamento das democracias é a independência entre os poderes, assim como os mercados também funcionam de forma descentralizada.

Enquanto o peronismo venceu neste fim de semana as primárias na Argentina, Guedes ainda fez uma crítica ao grupo político do país vizinho. "A Argentina já foi a sexta renda per capita do mundo e, desde o Peronismo, só afunda", considerou Guedes.

*Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Boletim médico

Covid-19: Brasil tem 154 mil mortes e 5,27 milhões de casos acumulados

Atualmente há 397.524 pacientes em acompanhamento. De acordo com o Ministério da Saúde, 4.721.593 pessoas já se recuperaram da doença.

aperte o play

Netflix: 5 números que você precisa conhecer do resultado do terceiro trimestre

Spoiler: os investidores não gostaram do que viram… #SeuDinheiro

Mudanças no time

Weg anuncia renúncia de diretor de finanças e relações com investidores

A companhia divulga os seus resultados do terceiro trimestre na próxima quinta-feira (22)

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

A bolsa voltou aos 100 mil pontos. Agora pra ficar?

A trilha sonora do mercado nesta terça-feira podia ser O Portão, o clássico de Roberto Carlos do refrão “Eu voltei, agora pra ficar. Porque aqui, aqui é o meu lugar…” O Ibovespa retomou o patamar dos 100 mil pontos depois de pouco mais de um mês. Difícil é dizer se a volta será definitiva. Em outubro, […]

Prévias operacionais

Cyrela tem crescimento de 46% em lançamentos e 58% em vendas no 3º trimestre

Segundo as prévias operacionais, construtora lançou R$ 2,589 bilhões e vendeu R$ 2,456 bilhões no período

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies