Menu
2019-10-14T14:15:15-03:00
Bruna Furlani
Bruna Furlani
Jornalista formada pela Universidade de Brasília (UnB). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Tem passagem pelas editorias de economia, política e negócios de veículos como O Estado de S.Paulo, SBT e Correio Braziliense.
Os próximos passos

Guedes também aposta na votação da Previdência na semana que vem

Após a aprovação da reforma da Previdência, o ministro da Economia disse que o foco estará nas privatizações e em assegurar que os investimentos do setor privado voltem para o país

4 de julho de 2019
16:26 - atualizado às 14:15
Ministro da Economia, Paulo Guedes
Ministro da Economia, Paulo Guedes - Imagem: Isac Nóbrega/PR

Em uma grande sinfonia de palmas, o ministro da Economia, Paulo Guedes, foi recebido hoje (4) por convidados durante evento voltado para agentes autônomos e investidores da XP, a Expert 2019. Ao contrário do que se espera de eventos como esse, a plateia toda se levantou para recepcionar o ministro.

Com um tom bastante otimista e em seu primeiro discurso após saber que a Comissão Especial da Previdência havia aprovado o parecer do deputado Samuel Moreira hoje, Guedes disse acreditar que semana que vem a Câmara vai aprovar o texto da reforma da Previdência. "Aprovação é comprovação de que maioria quer botar o Congresso para funcionar".

O ministro ainda disse que a aprovação ajuda a perceber que há potência fiscal na reforma e que lá na frente pode ser feita a migração em direção à nova previdência e transição para o regime de capitalização.

E depois?

Após a aprovação da Previdência, o ministro disse que o foco estará nas privatizações. Ele vai anunciar no segundo semestre deste ano o programa de privatizações.

"Pegamos as estatais todas e dividimos entre as que serão vendidas e outras que serão fechadas. Pode ser que a gente vá bem mais longe do que se espera", destacou Guedes.

O ministro também disse que as privatizações vão ser tocadas junto com dois projetos de extrema importância para colocar o Brasil nos trilhos. "Após a previdência, vamos tocar a reforma tributária na Câmara e no Senado vamos colocar em pauta o Pacto Federativo".

Choque de energia barata

Além de falar sobre a reforma, o ministro disse que vai ser anunciado um programa de choque de energia barata em cinco ou seis dias. Segundo ele, o objetivo é quebrar dois monopólios do gás, em termos de produção e de distribuição, o que afeta bastante o preço do produto.

De acordo com o ministro, já há empresas privadas que vão anunciar investimentos e há um governador que está incluído no programa. Mesmo sem citar nomes, Guedes deu a entender que o governador de São Paulo, João Doria, é um dos primeiros participantes. Além dele, há empresas privadas que estão preparadas para fazer o investimento.

Para o ministro, a expectativa é que o programa consiga derrubar em até 40% o custo da energia elétrica.

Vem investimento!

E ao fazer uma retrospectiva sobre os seus primeiros meses como ministro, Guedes destacou ainda que a medida em que o Estado foi ampliando o seu tamanho, ele empurrou o setor privado para fora da atividade econômica em um fenômeno conhecido como crowding out. Mas a ideia é reverter essa situação e voltar a atrair o investimento do setor privado na economia.

"Nos próximos 20 anos, o investimento privado é que vai comandar o país no fenômeno conhecido como crowding in de infraestrutura e de logística", afirmou o ministro.

Junto com essa mudança de mentalidade, Guedes disse que o acordo fechado recentemente entre o Mercosul e a União Europeia também deve ajudar a promover boas mudanças nos setores de infraestrutura e transporte.

"O acordo vai baixar drasticamente o custo de transporte e o Brasil poderá também reduzir o custo de logística", destacou o ministro.

Em suma, o ministro afirmou que o acordo vai ajudar a abrir a economia brasileira. "Está assegurada a abertura gradual da economia brasileira ao longo dos próximos dois anos ou dois anos e meio".

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Agenda de resultados

Em clima de Carnaval, Ambev divulga balanço anual nesta semana; veja o que esperar dos números

Cervejaria tem tudo para entregar resultados mais positivos em 2019, após sofrer com números fracos e a maior concorrência nos últimos anos

Acesso liberado

Os segredos da bolsa: ações para não ficar de ressaca na quarta-feira de cinzas

Enquanto a bolsa está fechada para o Carnaval, fique atento ao desempenho dos ADRs de companhias brasileiras nos EUA — eles darão uma pista importante sobre como será a reabertura das negociações por aqui, na quarta-feira

Clima tenso na política

Bolsonaro ainda não respondeu carta dos governadores, diz Doria

Mandatários estaduais acusam o presidente de dar declarações que ferem a democracia brasileira

Planejando o futuro

3 erros que você deve evitar ao planejar seus investimentos para aposentadoria

Fique de olho pois nesse longo caminho existem algumas ciladas que muita gente acaba caindo

Os movimentos do magnata

Warren Buffett vendeu mais de US$ 800 milhões em ações da Apple no último trimestre. Mas o que isso significa?

Conheça algumas razões para que esse volume de ações da Apple tenha saído das mãos de um dos maiores investidores do mundo

Oportunidade como poucas

‘Brasil tem potencial para ser líder em finanças verdes’, afirma presidente do UBS

Sylvia Coutinho afirma que o país pode conseguir atrair investimentos externos se souber aproveitar essa oportunidade

Produção de biogás

O ‘pré-sal caipira’: a energia que vem da criação de porcos

Dejetos dos suínos se tornaram matéria-prima para a produção de biogás

Climão no governo

Bolsonaro afirma que ‘implodiu’ Inmetro por ‘excesso de zelo’ em regra para táxis

Conflito acabou levando para a demissão da presidente do órgão, Angela Flores

IPOs no radar

Com impulso de médias empresas, bolsa pode movimentar R$ 200 bilhões

Marcas conhecidas e empresas regionais estão buscando assessoria financeira ou até já protocolaram pedido para o IPO

Epidemia mundial

Número de infectados por coronavírus no mundo passa de 78,5 mil

Do total, 77.027 foram diagnosticados somente na China

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements