Menu
2019-06-21T19:06:39-03:00
Estadão Conteúdo
OMC DÁ O RECADO

Tarifas e incertezas desaceleram comércio global, que deve crescer 2,6% em 2019

O crescimento do comércio no mundo desacelerou a 3% em 2018, após ficar em 4,6% em 2017; OMC projeta que a desaceleração continue neste ano, com crescimento no comércio global de 2,6%

5 de junho de 2019
6:53 - atualizado às 19:06
Sede da Organização Mundial do Comércio (OMC)
Sede da Organização Mundial do Comércio (OMC) - Imagem: Shutterstock

Tensões na arena comercial, com um número maior de medidas restritivas, como tarifas, e a continuidade de incertezas econômicas geram "desafios reais" para o comércio global em 2018. Com esses fatores e uma desaceleração geral na atividade econômica, o crescimento do comércio no mundo desacelerou a 3% em 2018, após ficar em 4,6% em 2017, compara a Organização Mundial de Comércio (OMC) em seu relatório anual, divulgado nesta terça-feira. A OMC projeta que a desaceleração continue neste ano, com crescimento no comércio global de 2,6%.

Para ocorrer melhora à frente, a OMC ressalta a importância de se resolver tensões comerciais e de que se crie um ambiente de maior crescimento econômico e redução da pobreza. A instituição comandada por Roberto Azevêdo aponta que o comércio global enfrenta "desafios significativos" e diz que há necessidade de se reduzir não só as tensões comerciais, mas também que questões sistêmicas e que se modernizem as regras vigentes.

O relatório é divulgado num quadro de aumento nas tensões comerciais no mundo, principalmente envolvendo os Estados Unidos e parceiros importantes do país, como a China, a União Europeia e o México. Sem citar casos específicos, Azevêdo insiste na OMC como uma entidade capaz de dar estabilidade e previsibilidade para grandes e pequenas nações comercializarem, "apoiando o crescimento, o desenvolvimento e a geração de empregos pelo mundo".

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

seu dinheiro na sua noite

ESG no Brasil é conversa pra boi dormir?

Na última quinta-feira, véspera do Dia da Consciência Negra, o País ficou horrorizado com a morte de João Alberto de Freitas, homem negro que foi espancado por seguranças de uma loja da rede Carrefour em Porto Alegre. Não foi o primeiro incidente em uma loja da companhia a ganhar o noticiário policial. Desta vez, o […]

diante da crise

Anac aprova reequilíbrio de R$ 1,27 bilhão para quatro aeroportos

Terminais que foram beneficiados foram os aeroportos internacionais de Guarulhos (R$ 854,9 milhões), Brasília (R$ 184,8 milhões), Salvador (R$ 114,9 milhões) e Confins (R$ 111,1 milhões)

últimos capítulos

Centro de treinamento de pilotos da Varig vai a leilão

Funcionários, que esperam há 14 anos por uma solução para o pagamento de indenizações, querem que 80% do valor arrecadado seja rateado entre os 13 mil ex-empregados

Mudou o chefe

Novo diretor da CVM é a favor do voto plural e fim da exclusividade de autônomos

Aos 38 anos, o advogado tomou posse no cargo nesta terça-feira, 24, e participará de discussões relevantes como a reforma dos regimes de ofertas públicas

novo dia de ganhos

Ibovespa se aproxima dos 110 mil pontos com disparada de blue chips em meio à transição de Biden e vacina

Índice fecha perto das máximas, em sessão liderada por ações de administradoras de shoppings. Dólar prossegue em trajetória de queda em novembro, enquanto juros curtos sobem com IPCA-15 maior do que o esperado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies