🔴 BRASIL PODE TER 1.000 NOVOS MILIONÁRIOS DAQUI A 14 MESES – VEJA COM SER UM DELES

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
Confiança

Mansueto nega que outra reforma da Previdência tenha que ser feita caso Congresso aprove o relatório de Moreira

Secretário do Tesouro crê que a reforma será robusta independentemente da base do governo, e diz que Maia confia em votação do texto em plenário antes de recesso parlamentar

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
27 de junho de 2019
18:46
Mansueto Almeida, Secretário do Tesouro Nacional
"É uma primeira reforma, que vai nos levar a várias outras", disse Mansueto.Imagem: Raul Junior/BTG

O secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, negou nesta quinta-feira, 27, que outra reforma da Previdência tenha de ser feita já no próximo governo, caso o Congresso aprove o relatório do deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), que diminui o impacto fiscal previsto na proposta original de governo, de R$ 1,2 trilhão em dez anos para R$ 913,4 bilhões.

"O relatório traz uma economia substancial. Com essa proposta e a MP 871 (que pretende combate fraudes na aposentadoria rural), a economia deve ficar entre R$ 800 bilhões e R$ 1 trilhão", disse o secretário, em entrevista a jornalistas, depois de participar do 21º Encontro Internacional de Relações com Investidores e Mercados de Capitais, em São Paulo.

Há duas semanas, quando Moreira apresentou seu relatório, o ministro da Economia, Paulo Guedes, fez duras críticas ao texto e afirmou que, com as mudanças feitas pelo relator, o próximo presidente seria obrigado a fazer uma nova reforma.

Mansueto, no entanto, explicou que Guedes ficou decepcionado com a retirada da possibilidade de criação de um sistema de capitalização, mas que aceita a mudança e acredita que esse tema poderá ser discutido novamente mais à frente. O ministro, disse o secretário, também ficou chateado com as alterações na regra de transição para servidores públicos, mas que "está conversando".

No evento, em palestra aos participantes, o secretário voltou a afirmar que a reforma será aprovada, apesar de o governo não ter uma base de apoio relevante entre os deputados. "Há dois ou três meses, eu teria dito que a aprovação da reforma dependeria muito da capacidade do governo de formar uma base sólida. Não é mais o que penso, porque a reforma foi incorporada pelo Congresso. Teremos uma reforma robusta independentemente da base do governo", disse.

Maia confia que Previdência será votada na Câmara antes do recesso

Mansueto disse hoje ainda que o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), que tem sido grande aliado do governo no Congresso, mantém a confiança de que é possível votar o texto da Previdência no plenário da Câmara antes do recesso parlamentar. "Se isso ocorrer, vamos ter mais um mês a dois meses de conversas no Senado", disse ele, destacando que é possível aprovar o texto no final de setembro.

"É uma primeira reforma, que vai nos levar a várias outras", disse em evento da Fitch, destacando que o Brasil está atrasado em mais de 20 anos em reformar o sistema de aposentadorias.

Como medidas adicionais para controlar gastos, será preciso segurar o reajuste de salários de servidores e ainda deixar de fazer concursos públicos, disse o secretário. Mansueto afirmou ainda que o Brasil vai "ganhar uma CPMF" de arrecadação extra só com os leilões do setor de petróleo, em poços que já foram descobertos.

Perguntando sobre a possibilidade de redução da meta de inflação para 2022, que será definida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), Mansueto disse que o assunto é mais relacionado com o Banco Central, mas avalia que o Brasil pode sim ter "metas cadentes" e se aproximar de níveis de outros emergentes.

Compartilhe

Ex-secretário

Se aprendermos a sentar na mesa com quem não concordamos, reformas saem, diz Mansueto

11 de dezembro de 2020 - 19:02

A partir de meados de janeiro, o ex-secretário, que deixou o posto em julho, será sócio e economista-chefe do BTG Pactual.

Vamos falir?

Mansueto: Se o Governo errar e juro de curto prazo subir, há risco de insolvência

13 de outubro de 2020 - 16:01

Nesse período, observou, o Brasil terá que voltar a gerar superávit primário, e, para isso, terá que recuperar a arrecadação.

secretário do tesouro

Pela 1ª vez, governo está fazendo esforço para construir base política, diz Mansueto

3 de julho de 2020 - 16:44

O secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, afirmou nesta sexta-feira, 3, que pela primeira vez o governo está fazendo um esforço para construir uma base política no Congresso, dando os primeiros passos nessa direção

entrevista

‘O fiador do ajuste fiscal é Paulo Guedes’, diz Mansueto

15 de junho de 2020 - 8:25

De saída do governo, o secretário do Tesouro Nacional garante que o compromisso da equipe econômica com o ajuste fiscal continua

de saída

Mansueto Almeida pede demissão e deve deixar o governo nas próximas semanas

15 de junho de 2020 - 6:57

É a primeira perda importante na equipe de Guedes; atual secretário do Tesouro sempre foi considerado “guardião” dos cofres do governo

'Sem alarde'

Mansueto Almeida estaria preparando sua saída do Tesouro Nacional, diz jornal

14 de junho de 2020 - 13:03

O secretário é grande defensor das medidas de ajuste fiscal e das reformas, e sua saída pode ser considerada uma baixa relevante no governo

Para atrair estrangeiros

Brasil terá de sair da crise necessariamente fazendo reformas, diz Mansueto

8 de junho de 2020 - 17:12

Para o secretário do Tesouro, a continuidade das reformas ajudará o País a voltar a ser atrativo para investidores internacionais

Secretário do Tesouro

Brasil não tem mesma capacidade de endividamento de um país rico, diz Mansueto

19 de maio de 2020 - 19:06

Nesse contexto, secretário do Tesouro Nacional defendeu a continuidade da agenda de reformas no pós-crise e pregou cautela nas discussões sobre ampliação de gastos sociais

fala, secretário

País terá que mudar regra de ouro, diz Mansueto

14 de maio de 2020 - 13:52

Secretário do Tesouro não deu detalhes de como a mudança na regra poderia ser feita

ECONOMIA VS CORONAVÍRUS

Mansueto diz que dívida pode fechar o ano na proporção de 90% do PIB

5 de maio de 2020 - 13:38

Resultado dos gastos que o governo está fazendo para combater os efeitos do coronavírus na economia.

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar