Menu
2020-04-16T10:54:31-03:00
Estadão Conteúdo
fala, secretário

‘Não é preciso privatizar por privatizar’, diz Mansueto

Secretário do Tesouro diz que pergunta chave é se o serviço consegue fazer seu trabalho de forma adequada; ele afirma que é muito claro que os países entrarão em recessão

16 de abril de 2020
10:53 - atualizado às 10:54
O secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida
O secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida - Imagem: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, reconheceu a importância das privatizações no País, mas ponderou que é preciso reconhecer também a eficiência de cada instituição, seja ela pública ou privada, antes de tomar qualquer decisão.

"A pergunta chave é se o serviço está conseguindo fazer seu trabalho de forma adequada. Não podemos ter preconceito por uma instituição ser pública ou privada. O que não é necessário é ter cinco, dez bancos públicos", afirmou, em entrevista à Globo News.

O ministro da economia, Paulo Guedes, disse, reconhece que empresas do serviço público e que são eficientes não precisam ser privatizadas. "É para o debate ir para uma área mais racional."

Mansueto reafirmou que o Tesouro tem um colchão de liquidez e que não passa por dificuldades para se financiar. Disse que assim que a crise por conta do coronavírus passar, o Tesouro voltará a captar. "Estamos muito bem. Não temos pressa de ir a mercado. Não há problema de financiamento", garantiu.

De acordo com o secretário, é muito claro que alguns países entrarão em recessão, porém a magnitude da queda do PIB em vários locais, inclusive no Brasil, é uma incógnita. "Devemos aproveitar esse período de crise para economizar lá na frente e termos fôlego para uma próxima crise."

Também é evidente que Estados e municípios necessitem de ajuda. No entanto, é preciso haver diálogo para que essa ajuda seja por um tempo certo. "É claro que governadores e prefeitos precisam de ajuda, e não por um período que possa comprometer. Não há embate com Congresso, mas há visões diferentes. Temos de respeitar posições divergentes, sentarmos para chegarmos a um meio termo. A diferença entre nós, uma delas, é por quanto tempo deve perdurar essa ajuda", descreveu. "Preferimos ajuda por três meses e se precisar, debateremos um aumento. É um debate técnico e acredito que na boa conversa chegaremos a um meio termo", reforçou.

O secretário disse que o Brasil está preparando para um "lockdown" de três meses e que nenhum país ficou isolado por mais tempo. "Nenhum está colocando um 'lockdown' tão grande. Estamos nos preparando para três meses. Se for necessário, ampliaremos", disse.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

energia renovável

Braskem fecha acordo de R$ 1 bilhão com Casa dos Ventos

É o quarto contrato de compra de energia renovável competitiva assinado pela companhia; operação deve contribuir para viabilizar a construção de um novo parque eólico

Proteção

Governo de SP coloca estado na fase vermelha da quarentena a partir do dia 25

Nos dias úteis, a fase vermelha valerá das 20h às 6h.

insatisfação

Empresários pressionam por vacinas, oferecem ajuda e criticam governo

Eles cobram do presidente Bolsonaro pressa na imunização, criticam a politização por causa das eleições de 2022, se colocam à disposição para ajudar e pedem ação do governo

esg

Ambev fecha compra de mil veículos elétricos

Produção será feita em área exclusiva na fábrica da Agrale em Caxias do Sul (RS), com quem a empresa tem contrato de cooperação técnica

Exile on Wall Street

Tempo: o investimento mais importante da sua vida

Tempo é o recurso mais valioso e escasso do mundo, cada pessoa tem uma quantidade limitada, mas indeterminada, dele. Como você tem usado o seu?

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies