🔴 ALGORITMO MOSTRA COMO BUSCAR ATÉ R$ 3 MIL POR DIA – CONHEÇA

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
troca de favores

Governadores admitem importância da reforma, mas pedem redistribuição de recursos

Líderes locais pedem uma revisão do pacto federativo para garantir que haja descentralização dos recursos em relação à União

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
8 de maio de 2019
11:14 - atualizado às 18:44
Jair Bolsonaro
Bolsonaro tenta convencer deputados a entrarem no jogo da reforma a Previdência - Imagem: Shutterstock

Governadores e vice-governadores de 25 Estados se reuniram na manhã desta quarta-feira, 8, com o presidente Jair Bolsonaro e com os presidentes do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), em Brasília, para cobrar o compromisso do Executivo federal e do Congresso com as pautas estaduais.

Eles pedem uma revisão do pacto federativo para garantir que haja descentralização dos recursos em relação à União.

Os governadores apresentaram uma carta em que reivindicam seis pontos: a apresentação do chamado Plano Mansueto, para restabelecer o equilíbrio fiscal dos Estados, aprovação da lei Kandir, a manutenção do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica), regularização da securitização da dívida dos Estados, a distribuição da cessão onerosa do pré-sal,e o avanço da Proposta de Emenda à Constituição que trata da redistribuição do fundo de participação dos Estados.

De acordo com Alcolumbre, os governadores disseram a Bolsonaro que têm desejo de apoiar a reforma da Previdência, mas pediram que os Estados sejam contemplados com um maior repasse de recursos para conseguirem estancar a grave crise fiscal que a maioria deles enfrenta.

"A reforma da Previdência é fundamental para que a União possa redistribuir recursos porque antes disso ela precisa melhorar a sua arrecadação", afirmou. "Queremos também inverter a pirâmide para que os Estados e municípios arrecadem mais que a União", disse.

Para o senador, a presença do presidente no café da manhã demonstrou seu empenho em ajudar na recuperação dos entes federativos.

De acordo com ele, Bolsonaro aproveitou a presença maciça de governadores para pedir apoio para a reforma da Previdência.

O líder do PSL no Senado, Major Olímpio (SP), afirmou que os governadores, até mesmo os de oposição enfatizaram a necessidade da reforma da Previdência porque precisam de um melhor ambiente econômico para recuperar suas contas.

De acordo com ele, Bolsonaro também afirmou estar disposto a desburocratizar o que for considerado necessário pelos governadores via decreto presidencial.

Na terça, o presidente disse a mesma coisa a parlamentares em cerimônia no Palácio do Planalto, quando assinou um decreto que facilitou o porte de armas para colecionadores, caçadores e atiradores esportivos, caminhoneiros, políticos e outras categorias.

Ibaneis: "sem controle na bancada"

Logo após o encontro com os líderes do Executivo e Legislativo, o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, afirmou que, apesar da maioria dos 27 governadores apoiar a aprovação da reforma, eles não têm o controle de suas bancadas na Câmara e no Senado.

"O apoio dos governadores é praticamente integral, mas as eleições do ano passado manteve o país dividido, então a maioria dos governadores não têm controle de suas bancadas. O próprio governo federal também não tem", disse Rocha.

Para o governador, a retirada do BPC e da aposentadoria rural do texto da reforma da Previdência fará com que ela avance mais rápido no Congresso. A mudança em relação aos dois pontos já é dada como certa na Comissão Especial que analisa a matéria e o próprio governo já admitiu a retirada deles da proposta original. "A reforma da Previdência tem que atender à população e não só à economia", disse.

Greves

Ibaneis criticou ainda as categorias de servidores que têm realizado greves no Distrito Federal. Para ele, as paralisações neste momento são uma "incompreensão" com a situação econômica do país e do DF e, por falta de recursos, tendem a "não dar em nada".

"Não há como dar aumento de salários agora. Temos que segurar isso para não quebrar as empresas públicas porque isso agravaria situação dos servidores", disse.

Desde o início da semana, os metroviários estão parados em Brasília. O serviço de metrô foi reduzido e a população enfrenta restrições no uso do transporte.

*Com Estadão Conteúdo.

Compartilhe

Tá na regra

É constitucional governo utilizar MP para privatizar a Eletrobras, afirma Alcolumbre

24 de fevereiro de 2021 - 14:17

A MP condiciona quase todas as ações à aprovação do texto e sua conversão em lei.

Inconstitucional

STF barra reeleição de Maia e Alcolumbre no Congresso

7 de dezembro de 2020 - 8:05

Com os últimos três votos divulgados, o Supremo barrou a tese de reeleição de Alcolumbre por 6 votos a 5. Já para Maia, a derrota foi de 7 votos a 4

Novela

Em disputa com Odebrecht, fundo dos EUA questiona petição de Alcolumbre

3 de novembro de 2020 - 16:14

Desde que comprou as ações do banco Natixis, em maio, o Lone Star vem tentando assumir a direção da companhia, que segue a cargo do Grupo Odebrecht.

TRETA

Maia e Alcolumbre criticam Salles após atrito com Ramos

24 de outubro de 2020 - 15:07

Presidente da Câmara diz que ministro do Meio Ambiente resolveu destruir o próprio governo

PRESIDENTE DO SENADO

Alcolumbre promete pautar vetos no dia 4, incluindo desoneração e saneamento

22 de outubro de 2020 - 7:19

Senadores também pretendem colocar em votação na mesma semana o projeto de autonomia do Banco Central

Dois meses de adiamento

Congresso cancela análise de vetos de Bolsonaro

30 de setembro de 2020 - 12:59

Cancelamento prorroga a análise dos vetos às propostas de desoneração da folha salarial para 2021 e do novo marco legal do saneamento básico, entre outros itens polêmicos

bastidores de brasília

Maia e Alcolumbre ampliam poderes durante a pandemia

31 de julho de 2020 - 13:19

Há quatro meses, cabe exclusivamente a eles decidir tudo o que vai ou não ser votado. Líderes relatam incômodo com a situação e cobram a instalação dos colegiados

agenda econômica

Reunião para discutir reforma tributária está prevista para amanhã, diz Maia

20 de julho de 2020 - 20:13

Discussão do tema será feita em conjunto com os senadores. Maia informou que se reuniu hoje com Davi Alcolumbre, presidente do Senado

presidente do senado

Alcolumbre indica apoio para derrubar veto à renovação de contrato de saneamento

15 de julho de 2020 - 19:02

O dispositivo vetado por Bolsonaro no novo marco legal do saneamento básico foi uma condição de parlamentares para aprovar a proposta

presidente do senado

Alcolumbre avisa STF sobre ‘manobra’ do governo para vender ativos da Petrobras

2 de julho de 2020 - 19:50

Segundo ele, a estatal estaria criando novas subsidiárias para burlar decisão da Corte

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar